Pedir uma carta de recomendação pode fazer toda a diferença numa candidatura a um novo emprego. Este documento é essencial para estabelecer confiança, tranquilizar um futuro empregador e reforçar as competências descritas num CV. Descobre tudo o que precisas de saber sobre cartas de recomendação e consegue um emprego de sonho.

O que é uma carta de recomendação?

Uma carta de recomendação é um documento escrito por um antigo professor ou empregador a destacar o teu desempenho profissional e académico. É neste espaço que as pessoas mais relevantes do teu passado podem partilhar o seu testemunho e transmitir em primeira mão aquilo que te torna um excelente candidato, como as tuas principais qualificações e competências. Este documento é muito útil em processos de seleção, como no caso de uma candidatura a um emprego.

Artigo relacionado: 7 empregos que podes exercer a partir de casa

Para que serve uma carta de recomendação?

O objetivo de uma carta de recomendação é estabelecer credibilidade e transmitir confiança num processo de seleção. Este documento vai corroborar as informações no teu CV e fornecer detalhes adicionais sobre o teu desempenho, competências ou atitude.

Para um empregador, que recebe dezenas ou até centenas de CVs para cada vaga, uma carta de recomendação personalizada, e escrita por uma referência no setor pode ser de enorme importância.

A quem devo pedir uma carta de recomendação?

As cartas de recomendação podem ser escritas por antigos empregadores, colegas, clientes ou professores. No entanto, é importante que a pessoa em questão esteja familiarizada com o trabalho desenvolvido e que tenha ficado com uma excelente impressão tua. Por outro lado, deve estar numa posição de autoridade ou ter uma reputação que seja significativa para o empregador.

Como pedir uma carta de recomendação?

Depois de abordar alguém para escrever uma carta de recomendação, o passo seguinte é preparar uma pequena lista de informações que gostarias de destacar na carta. Em particular, é importante reforçar os dados que já constam no CV ou que são mais relevantes para a posição a que vais concorrer. 

Por exemplo, podes escrever algo como: “Sei que a empresa X está interessada em candidatos com competências de marketing, portanto, se sentir que minha contribuição para o projeto Y foi positiva, isso pode ser algo a ser mencionado”.

Qual a dimensão ideal de uma carta de recomendação?

Os responsáveis pelos processos de recrutamento não têm tempo para rever a fundo cada carta de recomendação e, na maioria dos casos, vão dispensar apenas alguns momentos antes de tomar uma decisão.

Por isso, é importante que as cartas de recomendação consigam transmitir a informação mais importante numa única página, de forma clara e sucinta. O melhor é que, ao pedir a carta de recomendação, indiques que bastam apenas alguns parágrafos e para não exceder uma página A4. 

Que tipo de informação deve constar na carta de recomendação?

As cartas de recomendação devem ser documentos personalizados, para que o empregador perceba que se trata de um feedback genuíno. A maioria das cartas que os empregadores recebem são genéricas e impessoais e mais uma não vai impressionar e pode até ter o efeito contrário.

Mais do que as competências profissionais, é importante que este documento destaque as qualidades humanas e que destaque os principais fatores diferenciadores face à concorrência.

Este seria um exemplo de carta de recomendação:

Tenho acompanhado de perto a carreira de muitos jovens profissionais nos meus [número] anos de experiência em [indústria]. Entre as pessoas com quem trabalhei, o [Nome do Candidato] destaca-se de forma única e tenho todo o gosto em escrever esta recomendação para a posição [Posição].

Durante o tempo que esteve connosco, o [Nome do Candidato] demonstrou competências em [competências]. No entanto, não são apenas as suas competências técnicas que me impressionam. Foi um prazer trabalhar com [Nome] devido à sua atitude positiva e [traço positivo]. Seu [traço positivo] e [traço positivo] eram valorizados não apenas por mim, mas pelos seus colegas.

Estou absolutamente confiante de que [Nome do Candidato] seria uma ótima opção para a vossa empresa. [Nome] aporta não só o tipo de competências e experiência que procura num candidato, mas também vai ajudar a sua [Instituição/Empresa] a crescer.

Se precisar de mais informações ou exemplos específicos, não hesite em contatar-me em [informações de contato]. 

Melhores cumprimentos,

[Seu nome, empresa e cargo]

Clica aqui e faz o download deste modelo em Word

Tenho uma carta de recomendação antiga. Devo utilizá-la na mesma?

Para ser eficaz a carta de recomendação deve ser atual. Caso contrário, transmite uma imagem de desatualização que pode ser prejudicial ao candidato. Evita submeter documentos com mais de um ano.

O que fazer se a carta de recomendação não for o que esperava?

A revisão é especialmente importante ao escrever uma carta de recomendação. Um pequeno erro de ortografia pode deitar tudo a perder porque transmite uma imagem de desleixo que todos os empregadores querem evitar. Se encontrares algo que gostavas de mudar, pede a quem a escreveu que faça a alteração.

Artigo relacionado: 7 dicas para desenvolveres a tua marca pessoal

Procurar emprego é um desafio até para os profissionais mais qualificados. Mas com uma carta de recomendação escrita pela pessoa certa, com informações relevantes e personalizadas, o processo fica mais fácil.

Se estás neste momento à procura de emprego, no OLX encontras milhares de ofertas em vários setores, como Administração, Marketing, Comercial ou Logística. E podes guardar as tuas pesquisas para seres notificado quando surgir uma nova vaga. Começa hoje e encontra o teu emprego de sonho.


Próximas leituras:

Raquete de ténis: guia completo para escolher
Descobre como escolher uma raquete de ténis que se adapte ao teu …
Escalada: 7 essenciais para começar
Estes são os produtos essenciais para começares a praticar escalada. Descobre tudo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.