Se procuras uma moto económica, fácil de estacionar, ágil para as voltinhas do dia a dia na cidade e que possas conduzir com carta de carro, dizemos-te já que as motos de viagem não são o ideal para ti! Mas se queres partir à aventura e percorrer o país de uma ponta à outra, ao longo de centenas de quilómetros, evitando IP’s e autoestradas, sem pressas e a curtir a natureza, já é outra conversa.

Se a decisão está tomada e tens a certeza que queres uma moto de viagem que te permita fazer muitos e bons quilómetros, deves olhar para o conforto, a potência e a versatilidade em diferentes terrenos. E não tens sequer de ficar “preso” a uma categoria específica.

Motos de viagem ideias para fazer uma road trip

Honda Africa Twin

Honda Africa Twin Motos de Viagem

Numa maratona de descobertas, como deve ser uma road trip, não vais querer ficar o tempo todo no asfalto; vais querer criar alternativas à rota inicial e, normalmente, por trilhos e estradões de terra. Nesses momentos vais precisar de uma moto pensada para levar para maus caminhos, uma “trail” à séria, como é Honda Africa Twin.

A referência japonesa, reconhecida pela ciclística quase imbatível, mas a que faltava um pouco de emoção no punho do acelerador, regressou ao catálogo da Honda em 2016, totalmente revista e voltou a renovar-se em 2020, ficando ainda mais potente, mais leve e equilibrada do que antes, disponível em duas versões: a base (mais focada no fora de estrada) e a Adventure Sports para os amantes das viagens mais longas e com mais conforto.

O bloco de dois cilindros viu a potência aumentar para 102 cv, tornando a motorização mais elástica e com maior disponibilidade desde baixa rotação. No que toca a consumos, são muito semelhantes aos das versões anteriores, apontando aos 5 litros/100 km em ritmos tranquilos e podendo chegar aos oito em condução acelerada por autoestrada e com as malas na traseira da “Big Tank”. As caixas, tanto a manual como a DCT, foram melhoradas e estão mais leves e mesmo com muito mais eletrónica, com seis programas de condução disponíveis (Urban, Tour, Gravel, Off-Road e dois User, personalizáveis), a Africa Twin está 5 kg mais leve. Outra novidade é o painel TFT de 6.5”, tátil, com tecnologia Apple e GPS, na lista de equipamentos que inclui luzes LED ajustáveis, punhos aquecidos, “cruise control”, entre outros.

Quanto custa uma Honda Africa Twin usada?

BMW S 1000 XR

BMS S1000XR Motos de Viagem OLX

Numa toada mais estradista, a “supermotard” da BMW é a descendente direta da RR, desenvolvida para conjugar na perfeição a sua aptidão para longas viagens dentro e fora do asfalto. Tudo isto com um carácter desportivo, uma excelente ergonomia e uma posição de condução direita e descontraída que permite “lutar por cada curva e cada reta durante todo o dia”, assegura a marca bávara. O motor é o mesmo tetracilíndrico em linha da nova RR, otimizado para a XR, com perfis especiais das árvores de cames e coletores específicos, para uma potência de 165 cv às 11.000 rpm e 114 Nm de binário, disponibilizando a faixa de utilização mais alargada da sua classe. Não vais sentir falta de potência em nenhum momento de condução.

A nível de tecnologia, o ecrã TFT de 6,5″ substitui o painel de instrumentos e o BMW Motorrad Connectivity liga o telemóvel, a moto e o capacete através de Bluetooth, para poderes navegar, falar e ouvir a tua música favorita.

Totalmente preparada para a estrada, a BMW BMW S 1000 XR tem um compartimento para cartões de portagem e um espaço de arrumação debaixo do banco do passageiro, com 1,8 l de capacidade, a que podes juntar as malas e uma “top-case”. O suporte para malas em magnésio, integrado na moto, é leve, totalmente desmontável e instala-se facilmente.

Esta moto é mais a tua onda?

Harley Davidson Road King

Harley Davidson Road King Motos de Viagem OLX

Se definitivamente a terra, a lama e o pó não são os teus ambientes e és mais adepto de uma filosofia “easy rider” para as longas tiradas por estradas asfaltadas, estradistas como a Harley Davidson Road King são a escolha certa. Desde logo, porque neste tipo de motos tudo gira em torno do conforto e comodidade dos passageiros, principalmente do condutor, que viaja instalado confortavelmente numa “poltrona”. Na Road King, o acabamento é de luxo. A altura do assento ao solo (705 MM) transmite confiança, apesar do porte avantajado: 360 kg de peso a cheio, 2450 MM de comprimento e 1625 MM na distância entre eixos. Pode parecer um monstro, mas em movimento mostra-se surpreendentemente ágil, muito confortável e segura, mesmo nos encadeamentos de curvas apertadas em estradas de montanha. A marca anuncia autonomia para mais de 300 km, com média de consumo que ronda os 6 litros/100 km.

O motor é um dois cilindros em V, com 1746 cc e 147 Nm de binário às 3250 rpm, que dá gozo explorar em baixas, acompanhados por uma nota de escape forte e grave. Se gostas de dar nas vistas… esta moto é para ti!

Aqui estão 3 motos de viagem que, além de te permitirem utilizações diferentes, te vão levar onde quiseres com todo o conforto. Se ficaste com vontade de trocar a tua moto antiga, anuncia-a já no OLX!

Desempata no OLX

Próximas leituras:

Como funciona o ar condicionado de um carro?
O ar condicionado veio salvar a vida de quem passa muito tempo …
Comprar carro: a importância do test drive
Vais comprar carro? Ótimo. Agora só falta o test drive: não esperes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *