Os automóveis não se medem aos palmos. E se há categoria onde podes encontrar o carro capaz de cumprir as regras de ouro dos três bês (bom, bonito e barato), é sem dúvida no segmento dos citadinos usados. Reunimos alguns dos melhores transportadores urbanos que podes encontrar no mercado de usados, com tudo o que precisas para fazer a diferença: agilidade, facilidade de condução e elevado sentido prático, além, claro está, preço… canhão.

4 citadinos usados que podes comprar por menos de 10 mil euros

Fiat 500

Fiat 500 usado OLX

O 500 é um fenómeno de popularidade com a sua estética entre as mais consensuais de pequenos carros, fazendo delirar clientes sensíveis à imagem e ao que é moda. O pequeno Fiat pertence ao restrito lote de modelos que todos os construtores ambicionariam ter na sua gama. Não só porque é um sucesso comercial intemporal, como ainda facilita a tarefa dos designers nas atualizações estéticas, que mexem pouco para não estragar… O mesmo é dizer que o apelo emocional do Fiat 500 da primeira série, muito ligado à imagem requintadamente retro, que se estende também ao habitáculo, praticamente não mudou com a chegada do modelo da geração nova.

E se não lhe falta estilo, credenciais urbanas também tem de sobra, pela compacidade das dimensões e o custo de utilização acessível, faltando-lhe apenas o comportamento dinâmico e a envolvência de outros concorrentes. O agrado na condução fica desde logo condicionado pela posição ao volante que não é exemplo de correção, num banco demasiado elevado e algo descentrado dos instrumentos de comando do veículo. Ainda assim, a suspensão, que tem amortecimento um pouco firme nos asfaltos degradados das cidades, compensa-o com boa filtragem de ruídos e vibrações para o interior.

O pequeno italiano foi lançado com motor 1.3 Multijet de 95 cv, mas a opção a ter em conta é o motor de 2 cilindros a gasolina, 0.9 TwinAir, cuja potência subiu de 85 para 105 cv, nos modelos posteriores a 2014.

Vê todos os Fiat 500 à venda no OLX

Opel Karl

Opel Karl usado

Passou de forma célere pelo catálogo da Opel, mas não por ausência de argumentos. O Karl, comercializado apenas na mais versátil carroçaria de 5 portas e com uma unidade de 3 cilindros a gasolina, o motor mil que conhecíamos do Corsa, mas, neste míni alemão, sem o turbocompressor e sem a injeção direta, debitando 75 cv de potência.

A posição de condução é adequada, não muito elevada, como acontece em alguns concorrentes, e todos os comandos são simples de utilizar. Depois, mesmo que não abundem centímetros livres em todas as direções, naquele interior estreito e bem arrumado podem sentar-se até cinco ocupantes. Com a mais-valia de o lugar central traseiro até ser muito razoável.

A bagageira do Karl é funda, acolhe mais de 200 litros, mas tem um plano de carga elevado, o que dificulta o acesso. Pode compensar com o facto de o banco traseiro rebater de forma bipartida (60:40) num movimento fácil.

Elementos como ar condicionado, vidros elétricos à frente, cruise control e rádio com Bluetooth, além de seis airbags, já são de série em todas as versões. Bem como a direção com a função City, que reduz o esforço a aplicar no volante em manobras a baixa velocidade, ajudando às manobras em locais de maior aperto.

Procuras um Opel Karl em segunda mão?

Hyundai i10

Hyundai i10 Citadino Usado OLX

Militando no segmento mais acessível do mercado, o i10 é um automóvel à medida das pretensões de quem procura um citadino usado sem provocar um rombo enorme no orçamento. Boa opção para quem procura um carro para cinco ocupantes e com uma mala com mais de 200 litros, que alberga o essencial para as voltinhas de todos os dias nas cidades, despachado e bem equipado.

As versões posteriores a 2016 já contam com luzes LED diurnas e faróis de nevoeiro colocados nas extremidades dos para-choques e, desde o nível de acabamento mais modesto, o Access, ar condicionado manual, alarme e cruise control. O ecrã tátil com 7 polegadas e navegação era opção.

O volante só pode ser regulado em altura e o assento do condutor está em plano sobrelevado, mas a posição resulta correta e confortável. O motor a gasolina com 3 cilindros e 65 cv de potência, não sendo um poço de força, está à vontade em cidade, revelando boa vivacidade quando espicaçado com recurso à caixa manual de 5 velocidades.

Interessado num Hyundai i10 usado? Procura no OLX!

Toyota Aygo

Toyota Aygo usado

O citadino Aygo proporcionou à Toyota algo mais do que a estreia no segmento inferior (A) e um volume de vendas acrescentado. Permitiu ao fabricante japonês cativar uma clientela mais jovem do que tradicional da marca, posicionando-o abaixo do Yaris, com um preço mais acessível.

O modelo nascido da parceria entre a Toyota e o grupo francês PSA Peugeot Citroën (Peugeot 107/108 e Citroën C1), comercializou-se nas variantes de três e cinco portas, mantendo-se a distância entre eixos (nos 2,340 metros) e sempre na configuração de 2+2 lugares à medida das exigências de citadino. Na atualização operada em 2014, a capacidade da bagageira subiu uns significativos 29 litros para uns ainda “apertados” 168 litros e o acesso ao compartimento foi alargado em 7,5 cm na boca de carga.

A única motorização disponível é o bloco a gasolina de 1 litro e 3 cilindros, com 69 cv e o binário de 95 Nm às 4300 rpm, embora agora com 85 Nm disponíveis desde as 2000 rpm. A caixa manual de cinco velocidades era oferta de série e a automática X-Shift foi lançada como opção, numa versão melhorada, tendo como base a transmissão manual robotizada, com relações de transmissão revistas, mas sem ser exemplo de eficácia. Nas prestações, o Aygo é suficientemente despachado e em vias mais rápidas cumpre dentro das limitações.

Decidido pelo Toyota Aygo?


Próximas leituras:

Como funciona o ar condicionado de um carro?
O ar condicionado veio salvar a vida de quem passa muito tempo …
Comprar carro: a importância do test drive
Vais comprar carro? Ótimo. Agora só falta o test drive: não esperes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *