Os estudos indicam que as novas gerações já não têm como prioridades tirar a carta de condução e ter meio de transporte próprio, mas esse não é o teu caso. Para ti, a chegada ao mundo dos encartados funcionou como um dos mais importantes passos para a independência e a etapa que faltava para o segundo grande objetivo: comprar o teu primeiro carro. Aquele em que farás as primeiras e mais inesquecíveis viagens da tua vida.

Mas, atenção, mais do que o último grito tecnológico ou potência e performances de desportivo, para uma estreia confiante e sem arrependimentos no mundo motorizado, tudo o que precisas é de um carro simples, robusto e à prova de aselhices.

O que procurar no 1º carro? #bomebarato

Independentemente dos teus dotes de pilotagem, o primeiro carro será sempre uma espécie de escola. É nele que vais realmente aprender a conduzir e como reagir perante os desafios e imprevistos no trânsito de todos os dias, longe da supervisão do instrutor.

É provável que dessa luta diária fiquem algumas marcas de guerra. E já a pensar nas batidas e arranhadelas mais do que certas, como nos muitos pregos a que vais certamente meter na mecânica, a não ser que aches piada, por exemplo, ao Dacia Sandero (é só o carro mais vendido a particulares na Europa…), que chega a Portugal no início do ano com preços a partir dos 9000€, investir num carro novo não será, claramente, a melhor opção.

Quanto custa um Dacia Sandero em segunda mão?

Sugerimos que procures no mercado de usados os mais robustos e fiáveis, não faltam bons relatos na Internet. Foca-te nos modelos de marcas com histórico de fiabilidade (encontras os relatórios de qualidade e satisfação em sites da especialidade), privilegia mecânicas simples e prefere motores atmosféricos.

Revira a Internet de alto a baixo, procura relatos recentes como o de um Mitsubishi Space Star de 2014 que ficou viral por ter rodado sem percalços, nas mãos de um casal, qualquer coisa como 667.105 quilómetros, o equivalente a dezasseis voltas ao mundo! Fica a dica…

Pesquisa online

Quanto mais numerosa e diversificada for a tua pesquisa, maior é a probabilidade de acertares no teu primeiro carro. E, claro, a Internet será, nessa missão, a ferramenta ideal. Só tens de dedicar todo o tempo necessário.

Pronto para encontrar o teu primeiro carro?

Depois é importante definires um orçamento e respeitá-lo! O entusiasmo será grande, afinal foram muitos anos a sonhar em comprar o primeiro carro. E, por isso, estabelecer um valor máximo para a sua aquisição ajudará a refrear qualquer ímpeto consumista.

Se vais recorrer a um crédito, faz as contas aos encargos mensais: juros, combustível, IUC, seguro, portagens, estacionamento.

Manual ou automático?

Voltamos ao início. Se a ideia é aprender a conduzir, acabar com os tremeliques na hora de fazer o ponto de embraiagem e começar a tratar a máquina por tu, é com caixa manual que deves começar.

Por outro lado, se privilegias o conforto e a facilidade de utilização não somos nós que vamos desaconselhar a compra de um carro equipado com caixa automática.

O problema é que os modelos mais acessíveis do mercado não estão equipados com as melhores transmissões automáticas…

Encontraste o tal

A escolha está feita é então hora de tirar todas as dúvidas. A função do vendedor, seja profissional ou particular, é responder a todas as perguntas que te passem pela cabeça. Faz os possíveis para ficar a conhecer em rigor o histórico do automóvel, o melhor é pedires a ajuda daquele mecânico conhecido da família.

Se vais comprar um usado, procura pontos de ferrugem escondidos ou diferenças de cor nos painéis da carroçaria (podem indicar acidente), avalia o desgaste dos bancos, estofos e cintos (se for excessivo pode indicar que a mecânica é muito rodada). E, muito importante, confirma que os travões e os pneus estão impecáveis, tudo o que não precisas é de mais despesas nos próximos tempos.

E se o teu primeiro carro fosse uma carrinha?

Passa para o volante

Comprar sem experimentar está fora de questão, até mesmo tratando-se de um carro novo, a estrear. Convém, por exemplo, confirmar que te ajeitas no seu interior, que a posição de condução está à tua medida e que estás confortável ao volante.

Tratando-se de um usado, o exame de condução é ainda mais importante. Mesmo os automobilistas com menos experiência podem detetar sinais de alerta no funcionamento da mecânica: ruídos estranhos ao ralenti, batidas na suspensão, estalos provenientes da direção, funcionamento irregular do motor.

Aproveita para testar todos os sistemas do carro, do ar condicionado a todas as luzes do veículo, sem esquecer o sistema de áudio e multimédia se houver. Confirma também que não existem fugas de óleo suspeitas no escape ou no compartimento do motor.

Se detetares alguma anomalia, é o teu momento para tomar as rédeas do negócio: pondera se é tão grave que deves encerrar as negociações por ali ou se será a oportunidade perfeita para regatear o preço do teu primeiro carro.

Precisas de uma ajuda extra para comprar o teu primeiro carro? Usa o OLX para venderes todas aquelas coisas de que já não precisas.

Desempata no OLX

Próximas leituras:

Tudo o que precisas de saber antes de comprar um carro elétrico usado
Vê o que precisas de saber antes de comprares um carro elétrico …
Tudo o que precisas de saber antes de comprar pneus para o teu carro
Comprar pneus novos para o teu carro pode influenciar a performance e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *