O aquecimento central é uma das formas mais práticas e cómodas de manter a temperatura e humidade controladas em casa. No entanto, a instalação pode representar um investimento avultado. Afinal, como funciona este sistema? Que tipos de aquecimento central existem e quais as suas vantagens e desvantagens? Será que vale a pena apostar nesta solução?

Como funciona o aquecimento central?

Para saber se o aquecimento central vale a pena, vejamos primeiro como funciona. Com sistemas de aquecimento central, o calor é fornecido por uma única unidade e é depois distribuído para várias as divisões dentro da casa. O aquecimento pode vir como ar quente através do piso ou do teto, ou água quente via tubagens sob o piso, radiadores e até mesmo através dos toalheiros na casa de banho.

Que tipos de aquecimento central existem?

A maioria dos sistemas de aquecimento central usa gás ou eletricidade. Alguns sistemas recorrem a pellets, à recuperação de calor de outras fontes ou ainda por absorção da radiação solar.

Estes são alguns dos tipos de aquecimento central mais comuns.

  • Caldeira: é o tipo de aquecimento central mais comum. Funciona com água quente que é aquecida e distribuída por uma rede de tubos. É simples de instalar, tem boa durabilidade e funciona com gás natural, consumindo pouca energia.
  • Radiadores: são feitos de metal, e podem ser a vapor (sistemas mais antigo), a água ou elétrico. Aquece os espaços de forma homogénea.
  • Painéis solares: estes sistemas têm uma instalação mais complicada e custosa mas o custo-benefício a médio e longo prazo pode compensar.
  • Salamandras a pellets: os pellets são biocombustíveis com boa potência, além de serem uma fonte de energia renovável e menos poluente. No entanto, este sistema é mais caro.

Artigo relacionado: 7 dicas para aquecer a casa de forma ecológica

Vantagens do aquecimento central

A preferência por um sistema de aquecimento central tem vantagens a nível de conforto e também para a saúde, por comparação com outras soluções.

Estas são as principais vantagens:

  • O aquecimento central mantém a temperatura constante: embora demore um pouco até aquecer todas as divisões, o aquecimento central mantém a temperatura do ar constante.
  • Aquecimento sem circulação de ar: ao contrário de soluções como termoventiladores ou ar condicionado, o aquecimento central consegue atingir a temperatura pretendida com o ar parado, o que torna o ambiente mais confortável.
  • Solução silenciosa: o funcionamento do aquecimento central é sempre silencioso, mesmo com as configurações no máximo.
  • O investimento inicial paga-se a longo prazo: o consumo de um aquecimento central é uma fração do que se obtém com outras soluções como aquecedores elétricos, por exemplo. Mesmo tendo um custo de instalação superior, o aquecimento central apresenta um melhor custo-benefício a longo prazo.
  • O aquecimento central controla a humidade em casa: o aquecimento central diminui a humidade da casa, o que leva a uma redução da probabilidade de aparecimento de mofo. Assim, há menos probabilidade de surgirem alergias e alguns problemas respiratórios associados, principalmente para as crianças e os mais idosos.

As desvantagens do aquecimento central

A grande desvantagem associada aos sistemas de aquecimento central é o custo e tempo da instalação. Na maioria dos casos, instalar um sistema deste tipo tem implicações a nível da estrutura da casa e exige um investimento inicial muito superior ao de outras soluções de aquecimento. 

Para além do custo inicial, estas são as principais desvantagens:

  • Cada caso é um caso, cada casa é uma casa. Cada instalação de um sistema de ar condicionado tem de ser estudado, avaliado e executado, podendo encontrar dificuldades e problemas únicos. O mesmo não acontece com outras soluções de aquecimento plug-and-play, como os radiadores ou aquecedores a óleo.
  • Controlo de temperatura limitado. O sistema de aquecimento central não é a melhor solução para controlar individualmente a temperatura em cada divisão. É possível com termostatos separados, mas é mais limitado do que, por exemplo, com um ar condicionado.
  • O aquecimento central demora tempo para atingir a temperatura ideal. Esta não é a solução mais rápida para atingir a temperatura desejada. Dependendo da dimensão da casa, pode demorar entre várias horas a alguns dias a atingir o conforto pretendido.
  • Flexibilidade limitada para alterações. Instalar um sistema de aquecimento central é uma decisão para vários anos, que dificilmente será compatível com outras alterações em casa. Para quem tem planos de mudança, não é a melhor opção.
  • O aquecimento central exige espaço. A unidade de aquecimento central deve ser guardada num local de alguma dimensão e é ainda necessário considerar as passagens adequadas para as tubagens.
  • Requer manutenção. Além disso, e mediante o tipo de sistema de aquecimento escolhido, pode ser necessária uma maior ou menor manutenção e o custo da energia pode também ser mais ou menos elevado.

Veredito: o aquecimento central vale a pena?

De forma resumida, o aquecimento central é uma solução eficiente, confortável e cómoda, com benefícios para a saúde. A longo prazo, acaba por ficar mais barato do que outras formas de aquecimento, como o ar condicionado, radiadores, aquecedores a óleo ou gás ou termoventiladores. 

No entanto, o custo inicial avultado e a necessidade de uma instalação definitiva podem afastar potenciais utilizadores. Para além disso, para situações em que o controlo térmico em diferentes divisões da casa é importante, quando há pouco espaço ou quando se preveem obras e mudanças em casa, esta não é a melhor solução.

Como cada situação é única, deves estudar as tuas necessidades, a estrutura da casa, planos futuros, histórico de consumo energético, o tempo de retorno de investimento antes de tomar uma decisão.

No OLX encontras dezenas de equipamentos de aquecimento central, bem como profissionais qualificados para avaliar e executar o projeto.


Próximas leituras:

Samsung Galaxy S22: tudo o que precisas de saber
O Samsung Galaxy S22 é mais poderoso, elegante e versátil, com especial …
8 melhores microondas para cozinhas pequenas
Estes pequenos eletrodomésticos são um excelente aliado na cozinha e têm evoluído …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *