As plantas de interior são um elemento ótimo para qualquer casa. Dão cor e vida a qualquer espaço. Ajudam a purificar o ar e há quem diga que até podem mudar a energia. No entanto, nem todos temos tempo ou paciência para garantir os cuidados que uma planta exige.

Felizmente, existem plantas de interior que exigem pouco para se manterem vivas e saudáveis. Existe uma grande variedade disponível, para todos os gostos e estilos.

4 plantas de interior que podes adotar para tua casa

1# Lírio da paz

Lírio da paz

Esta é uma das plantas de interior que “avisa” quando precisa de ser regada. Quando tem falta de água, as folhas começam a ficar caídas, ser estarem murchas. Então, basta borrifar-lhe com um pouco de água para voltarem a ter um aspeto saudável.

Esta é uma opção muito popular enquanto planta de interior e é a escolha certa se procuras criar um canto especial em tua casa, verde e cheio de positividade.

O seu nome científico é Spathiplyllum wallissi e destaca-se pelo verde intenso e brilhante das suas folhas. É ótima para filtrar toxinas e purificar o ar. Os Lírios da Paz podem crescer até 60cm de altura, pelo que deves considerar este facto na hora da sua aquisição. 

Esta planta é originária da América do Sul e tolera o clima tropical. No entanto, com muita exposição solar as folhas podem queimar-se, uma vez que são sensíveis. Para além da iluminação, a rega também é fundamental. Esta planta de interior aprecia o solo húmido, mas não encharcado.

Caso pretendas plantar tu mesmo o teu Lírio da Paz, deves manter o solo drenado, forrando o fundo do vaso com cascalhos e areia, e posicionar a planta no centro, preenchendo com terra.

  • Quando plantar: Outono e inverno;
  • Primeiros sinais: Após um mês;
  • Florescimento: Primavera e verão;
  • Regas: 3 a 4 vezes por semana;
  • Iluminação: Local bem iluminado, mas longe dos raios solares.

Sabias que no OLX encontras Lírios da Paz a partir de 2€?

Como é uma planta de interiores, adapta-se e vive bem em várias divisões da tua casa. O verde das folhas e o branco das flores formam um contraste rico para a decoração de diferentes ambientes, desde a cozinha, sala, quartos ou casa de banho.

Combina com diferentes estilos de decoração. Pode ser usada em vasos ou canteiros, dentro e fora de casa e também combina bem com um jardim suspenso.

6 passos para construíres um jardim vertical em casa

2# Catos

cato

Se falamos de plantas de interiores, não nos podemos esquecer dos catos. Capazes de sobreviver até no deserto, vão aguentar o interior da tua casa. 

Os catos não possuem folhas, tem os caules grossos para o armazenamento da água e possuem, claro, espinhos. Estes podem ser bem grandes ou quase impercetíveis e vieram de uma adaptação natural que a planta desenvolveu para se proteger de animais.

Existem nas mais diversas formas e tamanhos, podendo medir de 2cm a 15 metros de altura. Adaptam-se e ficam bem a qualquer espaço da casa, embora exijam exposição solar direta. São exóticos, bonitos, resistentes e realmente muito fáceis de cuidar.

Não carecem de uma rega frequente e têm uma capacidade de armazenar água superior à das outras espécies. Regá-los com bastante frequência pode ser prejudicial, por isso, o melhor aqui é mesmo esqueceres-te um pouco deles. Na hora de regar, molha apenas a terra e não diretamente as folhas.

Se a tua casa for muito quente e receber sol intenso em algum período do dia, num determinado local, então esse é o sítio ideal. Esta espécie gosta de receber luz direta durante horas e são intolerantes a lugares completamente à sombra.

No OLX encontras catos de todos os tamanhos a partir de 1€

Outra vantagem nesta planta de interiores é o facto de não precisar de ser podada. Quando os catos crescem muito, não perdem a sua forma característica.

  • Quando transplantar: Primavera ou verão;
  • Florescimento: Depende do tipo de cato;
  • Regas: 15 em 15 dias ou quando verificado que a terra está completamente seca;
  • Iluminação: Local con luz solar direta.

Os mini-catos podem ser utilizados em vários ambientes, em janelas ou mesas de centro, desde que respeites a iluminação que estas plantas de interior precisam para viverem saudáveis.

Existem muitas formas de aplicar catos e suculentas na decoração de uma casa, independentemente do estilo que tenha.

Encontra aqui vasos de todos os tamanhos, cores e feitios!

3# Aloe Vera

Aloe Vera

O Aloe Vera é uma planta originária da Península Arábica, sendo hoje cultivada em muitas partes do mundo. É selvagem e pode viver meses sem água. Nas suas folhas carnudas armazenam muita água, da qual se alimentam nos períodos de seca.

É uma planta de interior para ter em casa, para decorar e também usufruir do que tem para oferecer a nível medicinal e de estética.

Entre os seus benefícios, destacam-se o efeito calmante, cicatrizante, anestésico, antitérmico e anti-inflamatório. É excelente para hidratar o cabelo e a pele. Para combater gripes, resfriados, rinites e outros fins medicinais.

Esta é uma planta de interior que não necessita de grandes cuidados. Tenta apenas que a planta tenha muita luz solar direta e que, ao regar, o solo esteja completamente seco.

Podes cultivá-la num vaso ou canteiro, no interior ou exterior da casa, devendo ter furos no fundo para evitar a acumulação de água. A Aloe Vera tolera mudanças de temperatura, adapta-se a locais muito quentes, mas não sobrevive a temperaturas inferiores a 4ºC.

  • Quando transplantar: Em qualquer altura;
  • Florescimento: Ao final de 4 semanas;
  • Regas: 1 vez por semana e só se a terra já estiver seca;
  • Iluminação: Local com luz solar direta pelo menos 8 horas por dia.

As folhas alongadas, carnudas e com espinhos desta planta de interiores dão um toque rústico ao ambiente da tua casa. Pode ser adicionada a qualquer divisão, desde que tenha as condições de luz adequadas ao seu crescimento.

Se fores fã de Feng Shui, a técnica milenar chinesa de harmonização do ambiente, então esta é uma ótima planta de interiores para purificar e harmonizar as energias do ambiente, além de trazer proteção.

Queres saber mais sobre Feng Shui? O OLX tem uma secção dedicada ao tema!

4# Espada de São Jorge

Espada de São Jorge

A Espada de São Jorge pode ser reconhecida como “língua da sogra”, dado o aspeto da planta, com as suas folhas afiadas e pontiagudas. Também pode ser conhecida por espada de Santa Bárbara, rabo-de-lagarto, sanseviéria ou snake plant

Esta planta de interiores é muito fácil de cuidar e de manter viva. Ajuda a purificar o ar e aumenta os níveis de oxigénio regulados já que, durante a noite, tem capacidade de absorver o dióxido de carbono e de emitir oxigénio simultaneamente.

Ligada ao místico, esta pode ser a opção ideal tanto para quem acredita que pode proporcionar um certo tipo de proteção ou apenas para quem quer ter um pouco de beleza natural dentro de casa.

É originária de África e o seu nome científico é Sansevieria trifasciata. É comumente utilizada como amuleto contra energias negativas, funcionando como um escudo que protege o local onde é colocada. Também significa prosperidade.

Esta planta de interiores é bastante resistente, sobrevivendo em áreas externas com sol e, também, em áreas internas com menos incidência de luz e evento. Basta regar uma a duas vezes por semana e as folhas podem atingir cerca de 1 metro de altura.

Infelizmente, esta planta possui alta toxicidade para animais de estimação caso seja consumida, por isso, deves ter especial atenção se tiveres animais em casa.

  • Quando plantar: Entre maio e julho;
  • Florescimento: A meio do inverno ou no verão, consoante a variedade;
  • Regas: Espaçadas e quando a terra estiver seca;
  • Iluminação: Qualquer ambiente.

As folhas rajadas e altas combina bem com arranjos com catos. É uma planta de interiores ótima para criar contrastes, compor espaços pequenos, para dar um toque especial a escadas, preencher varandas ou áreas de lazer.

Se fores um verdadeiro apaixonado por plantas, conhece a vasta gama existente que o OLX tem para ti!


Próximas leituras:

Carrinhas usadas que podes comprar por menos de 10.000€
Se o teu orçamento tem o teto máximo de 10.000€, mostramos-te 4 …
Arrumação da casa de banho: 8 dicas para ganhar espaço
Tens dificuldade em manter a arrumação da casa de banho? Trazemos-te 8 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *