Paz, harmonia, boa sorte. Esta é a promessa de uma filosofia antiga chinesa, que nasceu de um poema e foi evoluindo ao longo de mais de 3.000 anos. Hoje, conhecemo-la por Feng Shui. Descobre o que é e como te pode trazer equilíbrio à tua vida.

O que é o Feng Shui?

O Feng Shui é uma filosofia chinesa milenar que procura a harmonia com o que nos rodeia. O nome deriva das palavras chinesas “feng” e “shui”, que significam respetivamente “vento” e “água”. Na cultura chinesa, o vento e a água estão associados a boa saúde e, por isso, Feng Shui passou também a significar boa sorte.

O conceito nasceu de um antigo poema chinês com mais de 3.000 anos. No texto, fala-se sobre a vida humana como estando de alguma forma ligada ao ambiente em seu redor, numa troca constante de energia entre ser e espaço.

Desde esses tempos, a expressão Feng Shui representa a interação dos seres humanos com o seu envolvente. Esta filosofia tem como objetivo criar espaços que promovam o equilíbrio com o mundo natural. De acordo com os princípios do Feng Shui, cada pessoa tem a capacidade de interagir com as energias à sua volta para alcançar melhorias específicas na vida.

Esta influência é obtida ao criar um ambiente em harmonia com os princípios do fluxo natural de energia. O Feng Shui revela como equilibrar as energias de qualquer espaço para garantir saúde e boa sorte para quem o habita.

Estes sistemas para organização e orientação espacial são levados em consideração a diferentes níveis da sociedade, desde o design de edifícios, ao pormenor da decoração de uma sala, até à escolha de acessórios de moda. É uma forma única de olhar para os elementos e proporciona equilíbrio, conforto e harmonia a cada ambiente.

Exemplos práticos de Feng Shui

A importância do Feng Shui nos dias de hoje não deve ser subestimada, principalmente na cultura asiática. Existem vários exemplos de edifícios icónicos construídos de acordo com as melhores práticas de Feng Shui. Outros, por terem ignorado os conselhos dos mestres nesta área, são alvo de críticas e rejeitados pela sociedade.

O edifício do banco HSBC é um dos exemplos mais conhecidos pelo excelente Feng Shui. Construído após extensa consulta com os mestres do feng shui, os arquitetos prescindiram de um primeiro andar térreo, e criaram um átrio alto e oco que convida o vento e o Chi positivo (energia) para dentro.

As escadas rolantes no átrio são colocadas em ângulo com a entrada, evitando que os espíritos malignos fluam para cima no edifício. Além disso, um par de grandes leões de bronze guarda a entrada, simbolizando riqueza e prosperidade.

Edifício do HSBC em Hong Kong
O edifício do HSBC em Hong Kong, conhecido por cumprir os princípios do Feng Shui. Fonte: Dezeen

E a preocupação com o Feng Shui não ficou por aqui. Depois de, ao lado, ter sido levantado um edifício de um banco concorrente, conhecido pelo mau Feng Shui, os arquitetos da sede do HSBC tiveram de reagir para proteger o equilíbrio da torre.

Foram então adicionadas duas estruturas semelhantes a canhões no telhado. Diz-se que protegem o edifício HSBC do mau feng shui da Torre do Banco da China, desviando qualquer energia maligna de volta ao banco rival.

Dicas para implementar o Feng Shui em casa

O Feng Shui é para todos, não apenas para arquitetos e grandes edifícios. Para adotares o Feng Shui em tua casa, basta seguires os princípios fundamentais da filosofia.

Depois de dominares os fundamentos, vais começar a ver resultados e a entender porque é que esta metodologia é utilizada em casas e escritórios por todo o mundo.

1# Encontra a posição de comando

A posição de comando é onde deves passar a maior parte do tempo quando estiveres numa determinada divisão. Encontra-se no canto oposto da porta, não em linha reta, mas numa diagonal. Idealmente, proporciona uma linha de visão desimpedida para a porta.

É lá que deves colocar a cama, a mesa ou o fogão, pois cada uma representa uma parte importante da vida. A cama representa-te a ti, a secretária é uma extensão da carreira e o fogão representa riqueza e alimento.

2# Destralha o ambiente

Da perspectiva do Feng Shui, a desordem simboliza algo inacabado e impede o progresso. Por isso, para praticares o Feng Shui no teu dia-a-dia, começa por destralhar.

Destralhar significa organizar o ambiente à tua volta, ficando apenas com aquilo que efetivamente te faz falta no dia-a-dia. Tudo o que for supérfluo ou desnecessário deve ser removido ou, melhor, vendido. Se precisares de vender alguma coisa já sabes: basta colocar um anúncio no OLX, o maior site de classificados de Portugal. Desta forma, acabas com a desordem em todas as partes da tua casa.

Não se trata apenas de estética – está provado que é prejudicial para a tua mente e que cria stress.

3# Acrescenta plantas

Para melhorar a produtividade e impulsionar o fluxo de dinheiro, adiciona uma ou duas plantas perto da tua secretária ou homeoffice. Este elemento está relacionado com expansão, crescimento, riqueza crescente e oportunidades.

Descobre o nosso guia para escolheres plantas de interior

4# Escolhe os elementos mais adequados a cada espaço

O Feng Shui ajuda-te a aproveitar ao máximo o ambiente em que vives, harmonizando o fluxo de energia. Dependendo do objetivo de cada espaço, são recomendados elementos diferentes, cada um com o seu simbolismo.

A madeira, por exemplo, representa criatividade e crescimento. O fogo traz liderança e ousadia. A terra, força e estabilidade. O metal, foco e ordem. O 5º elemento é a água, responsável por emoção e inspiração.

Trabalhar para equilibrar estes cinco elementos em casa é uma excelente forma de começar a praticar o Feng Shui.

Começa por identificar as áreas que precisam de mais atenção. Não tentes mudar todas ao mesmo tempo. Por exemplo, se quiseres estimular a fertilidade, podes adicionar uma mesa circular metálica na parte de casa que representa as crianças.

Praticar o Feng Shui é o primeiro passo para uma vida mais simples, tranquila e preenchida com o que realmente importa. Se procuras novas formas de reduzir o ruído na tua vida, descobre também como praticar um estilo de vida minimalista.


Próximas leituras:

8 melhores microondas para cozinhas pequenas
Estes pequenos eletrodomésticos são um excelente aliado na cozinha e têm evoluído …
Aquecimento central: vale a pena?
Instalar um sistema de aquecimento central é um investimento no conforto e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *