Como cuidar de flores? Cuidar bem das tuas flores irá garantir que durem e fiquem bonitas na tua casa ou no teu escritório, desde o primeiro dia que as trazes para casa até muitos anos depois. Aqui ficam algumas dicas para manter as tuas flores frescas, não importando onde as guardes!

Os pontos-chave

A maioria das pessoas costuma comprar as suas flores em mercearias locais ou lojas de descontos, e não percebem que se pesquisassem previamente e as comprassem noutro lugar, poderiam poupar tempo e dinheiro. O custo real está escondido na forma como tratas delas. E com alguns passos simples, podes manter as tuas flores vibrantes e atraentes. Sabes cuidar de flores? Aqui estão algumas dicas de uma florista especializada sobre como fazer o teu bouquet durar o máximo possível.

Que tipo de flores tem?

Saber que tipo de flores tens vai dar-te uma vantagem quando se trata de cuidar delas. Se forem na sua maioria perenes, pode-se podar e cortar no final do inverno ou no início da primavera sem te preocupares se elas vão morrer, embora seja uma boa ideia verificar primeiro com um especialista. Anuais são outra história; se quiseres mantê-las por perto, certifica-te de que as colocas na água o mais rápido possível após a compra. Em geral, as plantas com flor precisam de pelo menos seis horas de luz solar por dia (mais é melhor) e devem ser regadas cuidadosamente, mas não excessivamente. 

E não te esqueças: Fertiliza! As plantas também precisam de nutrientes. Certifica-te de comprares um fertilizante no teu centro de jardinagem local antes de começar a temporada de plantação no próximo ano para que não te esqueças. Também podes querer adicionar um produto de libertação lenta ao teu solo antes de plantar para que não tenha que te preocupar sobre a alimentação do solo mais tarde. No que diz respeito à temperatura, a maioria das plantas faz melhor entre 15 e 30 graus Celsius durante o dia e 10-15 graus à noite. Mas há exceções, como as poinsettias que preferem temperaturas mais quentes ao longo da vida. Por isso, lembra-te: em caso de dúvida, pergunta a um especialista!

Fonte: https://pixabay.com

Vários fatores a ter em conta

Quanto tempo duram as flores cortadas? Esta é uma pergunta comum que muitos fizeram a si mesmos quando tentam decidir que tipo de bouquet ou arranjo devem comprar. Se és novo na compra de flores cortadas, podes pensar que se escolheres um bouquet em plena floração que permanecerá em boas condições por mais tempo do que um com menos flores. Mas como podes dizer a quanto tempo cada caule está na água e quando foi cultivado? Há vários fatores a ter em conta ao determinar quanto tempo as tuas flores vão durar e aqui oferecemos algumas dicas sobre como mantê-las bonitas mais tempo.

1) Compra de um florista respeitável:

A primeira coisa a procurar é se há ou não uma placa aberta exibida fora da loja. Deves ter certeza de que eles estão abertos antes de entrar para que não gastes gasolina a conduzir pela cidade à procura deles! Em seguida, pergunta a ti mesmo há quanto tempo estão no negócio. Há quantos anos vendem flores? E, finalmente, pede para ver a sua licença e/ou certificado de seguro (eles devem poder fornecê-los mediante solicitação). Embora estes passos possam parecer exagerados ao escolher um simples bouquet para fins de decoração em casa, lembra-te que recebes pelo que pagas. A compra de alta qualidade provém de um florista respeitável, esperando que dure até sete dias ou até mais. 

2) Não deixes os teus arranjos à luz solar direta:

É importante que coloques os teus arranjos fora da luz solar direta tanto quanto possível, porque a exposição ao calor pode causar murchas e descolorações. Evita colocá-las perto de respiradouros de ar condicionado ou outras fontes de alterações de temperatura extremas! 

3) Certifica-te de que o teu vaso está limpo:

A maioria dos vasos provenientes de uma florista estão limpos, mas se comprares um recipiente noutro local, lava-o rapidamente antes de o utilizar. Além disso, certifica-te que removes quaisquer folhas ou excesso de sujidade que possam contribuir para o crescimento bacteriano dentro do teu vaso. 

4) Frequência de rega:

A frequência com que escolhes regar o teu arranjo depende do seu tamanho e de quantas flores existem. Em geral, as disposições mais alargadas requerem uma rega menos frequente, enquanto as mais pequenas precisam de mais atenção. 

5) Tem cuidado com o mofo:

O mofo pode crescer rapidamente em recipientes devido ao excesso de humidade, por isso verifica diariamente se há sinais de manchas negras que se desenvolvem em qualquer lugar do teu arranjo e limpa-os imediatamente!

Rega adequadamente

Regar é uma daquelas tarefas que não gostamos de fazer, mas é importante. A água excessiva pode afogar raízes, e a água a menos pode secá-las. Para evitar que as coisas fiquem fora de controlo, rega só quando necessário (quando o solo estiver seco a uma profundidade de cerca de 2 polegadas). Se tiver plantas interiores que necessitem de rega mais frequente, certifica-te de que o solo escorre corretamente. Utiliza discos debaixo de panelas ou adiciona furos de drenagem, se necessário.

 Tem em mente que as plantas em vasos muitas vezes requerem menos água do que as exteriores porque não estão a lutar contra o vento e o sol para obter humidade nas suas folhas. E certifica-te de dar a todas as plantas em vaso uma boa rega antes de colocá-las na rua para o inverno – elas podem ficar bem por fora, mas eles podem estar secando por dentro. Além disso, lembra-te de não transbordar cactos; estes são suculentos e preferem condições mais secas durante a dormência. O mesmo se aplica às poinsettias; reduzir a rega no final do outono/início do inverno, bem como na primavera antes que apareça um novo crescimento (isto ajudará a prevenir doenças como a podridão das raízes). Também é melhor não fertilizar durante a dormência.

Tipos de Cuidados Florais

Ao escolher um tipo de cuidado com as flores, precisas de pensar sobre a frequência com que vais cuidar delas. Se as levares apenas para casa em ocasiões especiais, a rega semanal ou bi-semanal deve ser suficiente. Para visitas florais mais frequentes, é necessária manutenção diária ou duas vezes por dia. Se não tens a certeza de onde te encaixas nestas categorias, pergunta ao teu florista local e eles podem ajudar-te a orientar-te. Também é importante considerar quanto tempo o teu acordo vai durar. 

Há muitos tipos de flores que ficam bem por vários dias, mas há outras que ficam no seu melhor imediatamente após serem cortadas. Podes querer comprar alguns bouquets de curto prazo, além de alguns arranjos mais duradouros para teres sempre algo agradável na mão quando os hóspedes vêm ou se há uma ocasião como uma celebração de aniversário que está chegando em breve. Outra coisa a ter em mente ao decidir quantas vezes deves regar o teu arranjo é o quão grande vai ser no geral. Arranjos maiores requerem mais água e nutrientes do que os mais pequenos, porque há simplesmente mais matéria vegetal a precisar de ambos.

Conclusão

Cuidar bem das flores é vital. Embora possam parecer uma simples decoração, exigem muito mais do que simplesmente colocá-las na água dia sim dia não. Ao investir em alguns materiais básicos de flores e seguindo as nossas dicas sobre como mantê-las saudáveis, podes garantir que as tuas lindas flores favoritas estarão por perto durante anos e que serás capaz de desfrutar da sua beleza todos os dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.