A natureza tem muitas propriedades bonitas. Pode melhorar o nosso humor, aliviar o stress e libertar uma energia serena. É por isso que muitos de  nós estamos inclinados para a jardinagem.

Pessoas diferentes crescem coisas diferentes à volta do mundo. Enquanto em alguns países, os jardins de cozinha são famosos, em outros, rebentos de bambu e plantas exóticas para jardins luxuosos são plantados.

A plantação é necessária para a saúde do nosso planeta e é um dos passatempos mais comuns das pessoas.

No entanto, algumas pessoas não conseguem plantar nada porque acabam por ignorar a saúde do solo.

Aqui ficam algumas dicas que podem ajudar-te a cuidar do solo das tuas plantas!

1. Potes/ Replantar as plantas

Replantar as tuas plantas domésticas pode parecer uma tarefa fácil. Mas há sempre o risco da tua planta não ficar bem depois da replantação.

Tens de ter em conta que a replantação não deve ser feito só porque sim ou com demasiada frequência. Geralmente, replantar uma vez a cada um ou dois anos é uma boa abordagem para a maioria das plantas.

Aqui estão quatro coisas que deves considerar antes de replantares:

Escolher o Recipiente Certo 

Escolher o Recipiente Certo 
https://www.greenmylife.in/choosing-plant-pots/

O tamanho certo e o tipo correto de recipiente são essenciais para o crescimento das plantas. Facilmente podes perder as tuas plantas interiores sempre as plantando em vasos de plástico. Tudo devido à falta de evaporação da água porque permanece por mais tempo neles, mesmo não regado demais.

Por outro lado, os potes de terracota são os melhores. Ajudam na evaporação da água melhor do que os de plástico. A mobilidade destes vasos pode ser conseguida comprando um carrinho para plantas. 

 Furos de drenagem

 Furos de drenagem
https://www.gardeningknowhow.com/special/containers/do-pots-need-drain-holes.htm

Se a tua planta reter água por muito tempo, o fundo das raízes pode apodrecer. Isto só pode acontecer se saturares a planta até ao limiar do solo.

Porquê? Porque tem a ver com a quantidade de tempo necessária para o solo secar, não a quantidade de água no solo.

E não pode ser corrigido apenas adicionando cascalho, como muitas pessoas pesam. Se colocares cascalho, recolherá o excesso de água. No entanto, essa água ainda terá de evaporar através das raízes da planta.

Isto vai deixar o solo molhado por muito tempo. O facto é que um furo de drenagem fornece um lugar para a troca de ar, e isso é um benefício para as plantas.

Soltar as raízes

Soltar as raízes
https://www.thespruce.com/loosening-teasing-or-tickling-the-rootball-of-plants-1402551

Soltar ou não soltar? É ideal soltar as raízes para que a podridão não ocorra. A sensação vai ajudá-las a ancorar bem as raízes no solo, bem como a manter a saúde vegetal.

Escolher o solo certo

Escolher o solo certo
https://www.masterclass.com/articles/how-to-create-loam-soil-for-your-garden

O melhor solo para plantar é a terra argilosa. A terra argilosa é composta por três tipos de solo, lodo e solo argiloso. A terra argilosa é definida como adequada para a agricultura, mas todos os outros tipos de solo foram dados descrições com base nos efeitos climáticos.

Antes de replantares, deves escolher qualquer um destes dois métodos:

  • Lavar completamente todo o solo para retirar todas as raízes anteriores;
  • Apenas remover o solo da parte periférica.

2.   Cuidar e aparar

Cuidar e aparar
http://www.maximumyield.com

Se estás a propagar plantas simplesmente ao cortá-las, quase de certeza que te perguntaste, porque é que alguns cortes morrem? As raízes das suas plantas podem apodrecer de baixo para cima ou de cima para baixo. De qualquer forma, pode ser realmente desafiante determinar a razão verdadeira para a podridão.

Os cortes geralmente morrem devido a seis fatores principais:

1.    Rega em excesso

2.    Cortas-te na altura errada

3.    Utilização da parte incorreta do caule

4.    Escolha da mistura errada

5.    Os cortes são demasiado grandes

6.    Regaste a menos 

Encontramos três coisas críticas para a clonagem:

Molde:

Coloca uma fina camada de areia por cima do solo. Isto evitará a decadência e matará o mofo. O mofo não pode crescer na areia. O molde molhado que forma o solo mata os cortes da base para cima.

Humidade:

É necessário vedar todos os teus recortes num recipiente. Certifica-te apenas de cobri-lo com plástico, ou bruto.  De seguida, adicione a quantidade necessária de água. Por norma deves adicionar 15 a 10 cm de água. Eventualmente, irás ver vapores a formarem-se no topo. 

Nós : Os nós são uma estrutura que é capaz de produzir raízes. 

Primeiro plante vários feijões em algodão e água. Quando os feijões brotarem, coloque-os (sem as bolas de algodão) num liquidificador com um pouco de água. Liga-o. Deixa o líquido ser muito homogéneo.

Nessa altura, pode usar esta hormona de crescimento diretamente no solo ou espalhá-la no corte do caule e depois colocá-la na água. É suposto acelerar o crescimento e encorajar novas raízes.

Aqui estão alguns mitos menos conhecidos sobre jardinagem:

1) O uso errado das cascas de ovo (não afastam lesmas ou caracóis).

2) Não utilizar coisas pontiagudas (como garfos de plástico de uso único) para dissuadir gatos ou pragas. Não resulta.

3) Apodrecimento final da flor: é uma condição vegetal. Para evitares, tem uma rega consistente e cuida bem da planta

4) Agulhas de pinheiro acidificam o solo, mas apenas minimamente. Agulhas de pinho fresco são ligeiramente ácidas, e se forem antigas mal são ácidas.

Podes até adicionar agulhas de pinho ao composto.

Para resumir !

Plantar é um bom passatempo. Não só te ajuda a ficar feliz, mas também  mantém-te saudável. Plantar árvores e plantas em casa é divertido para dar um bom uso ao teu tempo livre. Alguns de nós não compreendemos os erros que estamos a cometer quando estamos a jardinar. Espero que este artigo te tenha ajudado.

A natureza é um professor cuja sabedoria podemos aprender, e sem a qual qualquer vida humana é vazia e incompleta.” (William Wordsworth)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.