Estás a pensar colocar relva artificial no teu terraço, jardim ou varanda? Vamos ajudar-te a perceber todas as vantagens deste tapete sintético, que tem cada vez mais adeptos, para que possas descobrir qual o que melhor se adequa às tuas necessidades.

A relva artificial não tem necessariamente de servir apenas como tapete, colocada a direito e restrita a um espaço exterior específico. Usa também da tua criatividade e abre a potencialidade de embelezamento deste material, aliando a outros elementos decorativos.

Descobre as vantagens da relva artificial

Em geral, a relva artificial é vendida em rolos ou cortada e adequa-se a todos os tipos de casa, independentemente do tipo de superfície ou clima do local. Além de se manter brilhante e verde durante todo o ano, tem outras vantagens.

  • Fácil manutenção: Tal como a instalação, a manutenção da relva artificial é básica e em nada se compara com a exigência de uma relva natural.
  • Mais económica: A relva artificial não exige a necessidade de rega, pelo que, já por aí, favorece a poupança, além de todos os outros recursos que seriam necessários relacionados com a sua manutenção e cuidado, tais como sementes, fertilizantes, herbicidas, inseticidas, máquinas de cortar relva e, talvez, até mão de obra.
  • Mais amiga do ambiente: Além da poupança na água e da ausência de fertilizantes, este tipo de relva torna-se mais segura e respeitosa para com o meio ambiente, e permite criar um espaço mais limpo para crianças, uma vez que não causa alergias provenientes do uso de químicos de tratamento, de uso típico na relva natural.
  • Elevada durabilidade: A relva artificial é resistente à passagem do tempo, ao uso e às mudanças climáticas. Consoante o modelo que escolhas, ela pode suportar um uso mais ou menos intenso e contínuo.

Artigo relacionado: 14 ideias de decoração de jardim

O que ter em conta na hora de escolher a relva artificial

Existem diferentes tipos de relva artificial que, de acordo com a finalidade que lhe queiras atribuir, com o teu próprio sentido estético e com o conforto que desejas ter, vão implicar ter em consideração alguns critérios e, claro, tal também se reflete no custo de venda.

Base da relva

A relva artificial é composta pelas fibras e a base, que é a parte de borracha preta, onde as fibras são costuradas. As bases mais comuns no mercado são de látex ou poliuretano, sendo que a diferença entre ambos os materiais está na capacidade de aderência, na resistência e na drenagem.

As bases de látex são mais indicadas para climas temperados, para utilização interior e exterior, seja em varandas, terraços ou pátios, assim como zonas de pouca utilização e mais de função decorativa. Já as bases de poliuretano, são mais resistentes a qualquer condição atmosférica e ideais para ambientes externos.

Altura das fibras

As fibras da relva artificial podem ter menos de 20 mm, sendo uma opção económica e adequada a um uso mais prático do que ornamental, ou podem ter entre 20 e 30 mm e já vai suportar bem um uso de intensidade moderada.

Também há outras opções entre 30 e 40mm, sendo útil para decorar o jardim ou a área da piscina, zonas com uso intensivo e cuja aparência é mais semelhante à relva do campo. A partir de 40 mm, a relva artificial tem uma aparência mais natural e confortável aos pés, sendo ideal para superfícies mais duras, como parques infantis ou locais de lazer.

Tonalidade

Na relva artificial, as fibras monocolores acabam por ter tons mais vivos e tornam-se menos realistas. Por isso, se pretendes ter uma relva o mais semelhante possível ao seu aspeto real, podes optar pela mistura entre diferentes tons de verde, bege e castanho, além de que tal também confere uma aparência mais bonita e decorativa.

Densidade

Quanto maior for a densidade do tipo de relva artificial que escolheres, maior é também a sua qualidade e maior vai ser a capacidade de recuperação após o uso. Portanto, isso vai também contribuir para aumentar a sua durabilidade e deve ser um fator a considerar na hora da compra.

Drenagem

Quando falamos da drenagem da relva artificial, referimo-nos à capacidade que a mesma tem de libertar a água da chuva ou o excesso de humidade presente no solo, de forma a evitar que a água fique estagnada. Claro está que, quanto maior for a sua capacidade de drenagem, melhor ela consegue deixar passar a água pelos seus pequenos orifícios na base, evitando assim as poças de água.

Existem relvados capazes de drenar cerca de 60 litros de água por minuto, por metro quadrado! Além disso, uma superfície ligeiramente inclinada também vai contribuir para uma maior facilidade no processo de drenagem da relva artificial.

Tratamento ultravioleta

Esta é uma proteção essencial para os relvados que se localizam em áreas de elevada exposição solar, o que faz com que a relva possa perder a sua cor ao logo do tempo. Assim, para inverter a descoloração provocada pelos raios UV, o tratamento ultravioleta vai manter o brilho e a cor da tua relva artificial por mais tempo.

Artigo relacionado: Piscinas desmontáveis ideais para jardins pequenos

Tratamento de resistência ao cloro

Este tipo de tratamento é um fator importante para quem vai colocar a relva artificial na área circundante da piscina, uma vez que o cloro é altamente corrosivo. Com este tratamento, a relva pode ficar exposta aos salpicos de água e receber os pés molhados da piscina, sem problemas maiores, mantendo-se em boas condições por mais tempo.

A relva artificial permite que possas, mesmo sem um grande jardim ou condições para cultivo de relva natural, usufruir em pleno do teu espaço exterior. Desfruta do teu terraço, varanda ou jardim, decorando o espaço disponível com este tapete sintético e deixa-te surpreender.

Se preferires, no OLX podes encontrar jardineiros e os profissionais necessários para instalar o teu relvado, sem que precises de te preocupar com isso.


Próximas leituras:

10 melhores receitas de saladas de verão
Estas são as 10 melhores receitas de saladas de verão, simples, deliciosas …
5 receitas de verão simples e deliciosas
Trazemos-te 5 receitas de verão simples e saborosas, para desfrutares dos dias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.