A tendinite é uma condição que afeta os tendões do corpo. Um tendão é uma tira espessa e fibrosa de tecido conjuntivo que liga os músculos aos ossos. Durante as contrações e movimentos musculares, a fixação do tendão colocado no osso é puxada. 

A irritação e inflamação por micro rasgões no tendão perturbam o típico movimento de deslizamento do tendão. Tendinite é o termo médico para esta condição. O stress menor e o movimento repetitivo são as causas mais típicas, embora também possam ser desencadeados por um impacto ou lesão súbita e significativa.

A chave para tratar a tendinite de forma eficiente é apanhá-la cedo! Podes, contudo, evitar a agonia persistente da tendinite. Podes fazer exercício e desfrutar das tuas atividades de verão preferidas sem te preocupares com os surtos de tendinite se fizeres algum condicionamento e tomares algumas precauções.

Tendinite: As 3 Principais Causas

1. Esforço nos tendões repetitivo: 

É uma das causas mais comuns de tendinite. A tendinite é  causada por tensão repetitiva. A tendinite desenvolve-se quando repetes o mesmo movimento vezes sem conta, muitas vezes com mais força.

 Atletas e músicos são propensos à tendinite como resultado dos movimentos repetitivos que fazem durante os seus exigentes horários de treino. 

A tendinite é uma condição que afeta as pessoas que trabalham em linhas de montagem ou em trabalhos que requerem ações repetitivas.

2. Aumento do stress nos tendões

A tendinite é causada pela colocação regular de um peso grave num tendão. Isto acontece muito aos fisiculturistas, especialmente se eles não aquecem corretamente ou empregam más formas, ou abordagens de treino. 

Exercícios com pesos podem combinar um impulso com um fardo pesado. Isto pode facilmente levar a um alongamento excessivo no fim do alcance do movimento, causando stress ou rasgamento dos tendões. Os tendões do pulso podem ser stressados, suportando continuamente o peso do corpo nas mãos, como no yoga.

Ser um Baby Boomer

Os tendões perdem elasticidade à medida que envelhecemos, tornando os boomers mais suscetíveis à tendinite. À medida que os tendões se tornam menos elásticos, todos com mais de 40 anos são mais suscetíveis à tensão e ao rasgamento.

 Como o tendão tem menos elasticidade e o músculo tem menos flexibilidade, é mais provável que o tendão se rasgue.

Sintomas da Tendinite

Sintomas da Tendinite
https://midamericaortho.com/

A dor no local do tendão e na área circundante é o sinal mais típico de tendinite. A dor pode ser acompanhada de rigidez ou aperto. 

Quando o tendão está sob stress, tal como quando um lançador lança uma bola rápida, a dor normalmente piora. 

A tendinite pode piorar se não for tratada, e o desconforto pode ser excruciante. Se a dor for repentina e grave, pode ser sinal de uma lesão mais grave do tendão, tal como uma lágrima. 

Sintomas de Tendinite a ficar pior:

1. Dor ligeira durante ou pouco depois de um treino, jogo de ténis ou outra atividade que coloque um tendão sob stress.

2. Mesmo quando não há pressão ou resistência ao tendão, a dor continua após um ou dois dias de descanso. O movimento articular causa dor e rigidez, e o alcance do movimento pode ser limitado.

3. Quando o tendão está sob tensão, a dor torna-se uma sensação de ardor à volta da área afetada, especialmente durante ou após o exercício, ou tarefas laborais.

4. O inchaço, vermelhidão e calor na área afetada indicam que o fluido está a acumular-se ao longo da bainha do tendão, indicando que a tendinite progrediu para a fase seguinte.

Prevenção da Tendinite

A tendinite é mais fácil de prevenir do que de tratar, por isso um pouco de senso comum pode ir muito longe. 

Aplica estas dicas não só aos teus treinos e desportos, mas também às tuas atividades profissionais e de lazer:

  • Vai com calma: Se estás inativo há algum tempo, aumenta gradualmente o teu nível de atividade e facilita a prática de desporto, exercício e levantamento de peso. Aumenta gradualmente a tua força e resistência.
  • Adapta os padrões: Aquece sempre antes de envolveres-te em qualquer atividade, especialmente uma que seja difícil. Move-te ligeiramente e exercita os braços, pernas e tronco durante um mínimo de 5 minutos.
  • Aquece-te com pesos pequenos antes de tentar levantar pesos pesados. Pôr tensão nos tendões e articulações sem aquecer primeiro irá exacerbar os tendões e fazer com que a tendinite se desenvolva rapidamente.
  • Estica os músculos e Tendões Suavemente: Estica suavemente os músculos e tendões antes da actividade e do exercício. Um músculo esticado irá esticar o tendão e a inserção mais naturalmente. Cada alongamento deve ser mantido durante 20-30 segundos. Evita os ressaltos. Depois de uma actividade ou treino rigoroso, estica novamente. Yoga, Pilates, Tai Chi, e outras atividades mente-corpo também podem ajudar a prevenir lesões, aumentando ou mantendo a flexibilidade.
  • Repetições e movimentos vigorosos devem ser evitados. Cursos de Yoga com 20 ou mais saudações ao sol colocam uma tensão indevida no pulso (a menos que estejas a usar Luvas de Pulso Seguro, claro). O cotovelo de ténis pode ser causado por jogares um jogo de ténis intenso durante duas horas sem estares devidamente preparado.

Os tendões devem ser fortalecidos e os músculos devem ser equilibrados. É ótimo conduzir um pouco de resistência e musculação para melhorar a tua força muscular e tendinosa. Um grupo muscular pode ser mais forte que outro, colocando mais tensão nas articulações. Prepara uma série de exercícios para cada grupo muscular com a ajuda de um treinador qualificado. Três vezes por semana, faz três séries de 10-20 repetições de cada exercício. Mais uma vez, constrói-te gradualmente e não exageres.

● Não Ignores os Sintomas de Dor. Presta atenção à dor e respeita o sistema de aviso do teu corpo. Quando os teus tendões ou articulações doem, pode ser uma indicação de que estão sob demasiada tensão ou pressão. Dá-lhe um descanso ou pára completamente o exercício, ou a atividade. Não tentes fazer passar o desconforto.

● Muda a posição conjunta ou faz alguns exercícios. Uma abordagem proactiva para evitar a tendinite é prevenir ou alterar as actividades que causam tendões e dores nas articulações. Se estás a fazer uma prancha e os teus pulsos doem quando lhes pões peso, tenta usar as luvas de exercício WAGs com apoio para os pulsos ou utilizar um adereço como barras de pressão para mudar a postura dos teus pulsos.

Por último, à medida que vais saindo e fazendo actividades, reconhece os sinais de tendinite cedo e faz esforços pró-activos para a prevenir. É fácil descartar pequenos desconfortos, no entanto este é o primeiro indicador de problemas. 

O mais essencial, dá ao tendão uma oportunidade de sarar. Antes que a tendinite passe de leve a grave, consulta o teu prestador de cuidados de saúde. Caso contrário, estarás sentado no carrinho de golfe ou à margem do campo a aplaudir os teus amigos! Os teus polegares e pulsos irão beneficiar muito com as Luvas de Pulso Seguro! Vais ficar contente por teres tentado um par hoje.

Trabalhar com um fisioterapeuta para a tendinite não só te fará voltar às tuas actividades normais mais rapidamente, como também te ajudará a fortalecer os músculos e a evitar a reinjecção. 

A educação do teu fisioterapeuta pode ajudar-te a detectar a recorrência dos sintomas mais cedo e identificar quais as actividades que podem estar a contribuir para o problema, para que possas evitá-las.

O teu fisioterapeuta irá aconselhar-te a continuar um regime de manutenção em casa que irá reduzir consideravelmente o risco de reinjúrias, mantendo a área forte e flexível. 

Uma abordagem proactiva para evitar a tendinite é prevenir ou alterar as actividades que causam tendões e dores articulares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.