Ao longo dos últimos anos, a indústria automóvel tem vindo a desenhar carros que consomem e poluem cada vez menos. No entanto, a condução ecológica é determinante para o impacto ambiental.

A condução ecológica, ou eco condução, é, vantajosa em diversos aspetos. Além de permitir uma redução dos consumos de combustível, promove também uma condução mais segura. Este estilo de condução é benéfico para o meio ambiente e contribui ativamente para a diminuição das emissões de poluentes e de gases de efeito de estufa.

Os condutores podem ter esta preocupação e adotar algumas medidas que tornem o seu estilo de condução um pouco mais ecológico, para bem do ambiente e também da sua carteira! Ao conduzir de uma forma mais serena, responsável e consciente, o condutor consegue retirar o máximo partido das caraterísticas do veículo, otimizar os consumos e reduzir os níveis de ruído e poluição na atmosfera.

São várias as medidas que, diariamente, podemos colocar em prática para melhorarmos a nossa condução, quer a nível de rentabilidade, quer a nível de segurança. Mas tudo começa com a escolha do veículo.

Critérios a ter em conta para escolher bem uma viatura

Esta é, talvez, uma das decisões que pode causar mais impacto na nossa vida. Escolher um carro é uma decisão complexa e que envolve a análise de vários fatores. 

Por vezes, temos tendência a olhar primeiro para o design e só depois para as caraterísticas dos carros. Tomar uma decisão certa implica ter em conta aspetos como o orçamento disponível, os nossos objetivos e necessidades específicos naquele momento e, se possível, também num futuro próximo. Por isso, deixamos aqui algumas dicas que podem ser importantes na hora de tomar esta decisão.

  • O orçamento é um dos principais critérios a ter em conta na hora de decidir comprar um carro. É fundamental analisarmos que quantia temos disponível para a compra e será esse o primeiro passo para decidir o modelo certo. Não podemos também esquecer que as despesas não terminam no momento da compra e que, a partir dessa data, é preciso assegurar outros custos como combustível, revisões e inspeções, seguros, impostos, portagens e, inevitavelmente, alguns imprevistos que irão sempre surgir. 
  • Nem sempre optar por um carro mais barato significa poupança. Comprar algo mais barato no momento poderá representar custos extra no futuro. 
  • É muito importante escolher uma viatura que corresponda exatamente ao que procuramos e que vá ao encontro dos nossos objetivos específicos. 
  • No caso de a escolha recair sobre um carro usado é importante recolher o máximo de informação possível sobre o mesmo, de forma a que tenhamos a certeza de que estamos a tomar uma decisão consciente e segura.
  • Não abdique do test drive. Só assim sabemos que tipo de condução o carro que estamos prestes a comprar nos pode proporcionar. Teste todos os pormenores. 
  • Um carro híbrido ou elétrico pode ser uma excelente opção para quem tem como objetivo reduzir a sua pegada ecológica. 
  • A partilha de experiências e opiniões com outras pessoas que conheçam bem a marca ou modelo que queremos comprar é muito importante.

Carro ou Mota: que fatores devo ter em conta?

Como praticar uma condução ecológica

Carro na estrada com floresta

Independentemente da escolha feita e do tipo de viatura que possuímos, há diversas medidas que podemos, e devemos, ir adotando no nosso dia-a-dia e que, de uma forma muito prática, podem melhorar a saúde do nosso carro e também do meio ambiente. Por isso, chegou a altura de dar início a uma condução mais saudável e ecológica.

1. Pratica uma condução mais defensiva

Não é a regra, mas devia ser. A condução defensiva devia ser uma prática comum pelas mais variadas razões. Manter distâncias de segurança e antecipar situações de perigo são formas de manter uma condução mais segura e reduzir drasticamente o número de sinistros. Mas não só.

Esta antecipação reduz também a necessidade de travar ou acelerar de uma forma repentina, reduzindo assim os consumos de combustível e ajudando a manter a duração das viaturas.

2. Conduz a baixas rotações

Conduzir a baixas rotações é fundamental para assegurar um menor consumo de combustível. Devemos evitar ultrapassar as 2000 rpm nos carros a gasóleo e 2500 rpm nos carros a gasolina. Pequenos pormenores que podem gerar grandes ganhos.

3. Mantém uma velocidade constante

Acelerar a fundo é também um erro a evitar. Desta forma estamos a aumentar consideravelmente o consumo de combustível e, paralelamente, a emissão de partículas, gases e ruído. Idealmente, devemos sempre manter velocidades constantes.

A caixa de velocidades deve ser usada o mais corretamente possível. Travar com o motor, por exemplo, é uma dica que devemos, sempre que possível, colocar em prática. Assim, não só diminuímos o consumo como aumentamos o nosso grau de segurança.

4. Verifica a manutenção do veículo

A manutenção dos carros é também um fator crucial e decisivo se queremos mesmo ser fiéis a uma condução ecológica. Regularmente, devemos verificar os níveis do óleo, os travões, a direção e também a pressão dos pneus. Pressão baixa resulta num desgaste lateral dos pneus e aumento de consumo de combustível, enquanto que a pressão alta causa o desgaste do centro do pneu e reduz drasticamente o nível de aderência à estrada.

5. Evita transportar objetos no tejadilho

Sempre que possível, não devemos levar nada no tejadilho do nosso carro. Sejam malas, barras ou outros suportes, provocam o aumento do atrito aerodinâmico e, consequentemente, os consumos vão ser superiores.

6. Ar condicionado, só quando necessário

E se queremos mesmo evitar aumentar o nosso consumo de gasóleo ou gasolina em cerca de 15%, devemos evitar o mais possível usar o ar condicionado em viagens.

7. Para percursos curtos, a solução é ir a pé

Não só porque não é necessário usar o carro para este tipo de deslocações, acontece também que o motor não atinge a sua temperatura ideal de funcionamento, o que resulta no seu desgaste precoce e, claro, num acréscimo no consumo.

Os transportes públicos ou a bicicleta também são uma boa opção.

Toca a pedalar. As bicicletas vieram para ficar!

8. Partilha a viagem

O Carsharing é uma modalidade que traz inúmeras vantagens a quem a pratica. Partilhar a viatura com outras pessoas representa uma poupança a vários níveis, de combustível, dos próprios carros e também do meio ambiente.

9. Escolhe bem o carro

A escolha da viatura é, inevitavelmente, um fator determinante no que diz respeito à eco condução. Atualmente, são muitas as opções de viaturas ecológicas existentes e, por isso, o fundamental é estudar bem estas alternativas, recolher o máximo de informação, testar e escolher a que melhor se adequa às nossas necessidades. 

Pequenas medidas, pequenos gestos, grande impacto. Somadas, estas mudanças podem representar uma grande melhoria para a saúde do meio onde vivemos e para a nossa saúde também.


Próximas leituras:

Carrinhas usadas que podes comprar por menos de 10.000€
Se o teu orçamento tem o teto máximo de 10.000€, mostramos-te 4 …
4 hoverboards ao melhor preço
Os hoverboards estão a tornar as deslocações mais divertidas. Estes são os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *