Uma pele cuidada é uma pele saudável. Por ser muito vulnerável à exposição solar e ao calor, quando chega o verão são necessários cuidados com a pele redobrados.

A exposição excessiva ao sol acarreta vários riscos sérios para a saúde, tais como cancro da pele e envelhecimento prematuro. Para além disso, pode tornar-se seca e áspera, descamar ou rachar, graças à falta de hidratação.

Se queres desfrutar do bom tempo em segurança, cuida da saúde da pele com estas recomendações.

15 cuidados com a pele no verão

#1 Hidratação

Mantém um consumo de líquidos durante todo o dia, principalmente com altas temperaturas. Para além da ingestão de água, é também importante que hidrates a tua pele com o uso de um creme.

Este é um hábito que devia fazer parte da rotina, mesmo durante os restantes meses do ano, mas é frequentemente esquecido. A hidratação, e não apenas do rosto, é um dos cuidados com a pele mais importantes.

#2 Proteção solar

A utilização de um protetor solar é indiscutível e deve acompanhar-te mesmo nos dias que parecem cinzentos, pois ajuda a evitar as mazelas que os raios ultravioleta podem deixar na nossa pele.

Coloca o protetor solar antes de sair de casa, pelo menos de fator 30, mesmo que não vás à praia ou piscina. Como hidrata e protege a pele, evita o envelhecimento precoce, manchas na pele e, em casos mais graves, pode evitar o cancro da pele.

#3 Tónico

Utilizar um tónico é uma boa ideia para manter os poros fechados e a pele fresca, embora haja quem prefira águas de rosas. Qualquer que for a tua opção, o objetivo é que as propriedades refrescantes naturais que possuem, sirvam para manter e facilitar os cuidados com a pele.

#4 Limpeza

Limpar o rosto várias vezes ao dia vai resultar numa pele bonita e cuidada, especialmente antes de deitar. Desta forma, retiras os resíduos que ficam impregnados ao longo de um dia.

Na hora da limpeza, basta passar com sabão e prestar mais atenção às zonas da cara onde se acumula mais gordura – a chamada zona “T” composta pela testa e nariz.

#5 Esfoliante

Ainda durante o momento da limpeza, é importante remover as células mortas que se acumulam na nossa pele. Para isso, vais necessitar de um esfoliante.

Esfoliar aumenta a absorção dos cremes, potenciando a sua ação, evita os pelos encravados, melhora a aparência geral da pele, deixando-a mais uniforme e macia e ajuda na desobstrução dos poros.

Existem dois métodos principais para esfoliar a sua pele: mecânicos e químicos.

  • Esfoliantes mecânicos. São os mais conhecidos e englobam produtos cosméticos e esponjas/luvas de banho esfoliantes. Estes produtos devem ser aplicados na pele molhada, realizando movimentos circulares suaves. De seguida, após enxaguar o esfoliante, deve aplicar o seu creme hidratante, isto porque, a esfoliação pode deixar a pele com maior necessidade de hidratação.
  • Esfoliantes químicos. São compostos especificamente por ácidos que realizam uma esfoliação mais intensa, o que diminui a adesão das células mortas à pele. Devem ser aplicados na pele previamente limpa, evitando o contorno dos olhos.

Artigo relacionado: Os melhores acessórios para a limpeza da pele

#6 Horários

As recomendações sobre os horários menos recomendados para a exposição solar são para cumprir. Atualmente, desaconselham-se os banhos de sol entre as 10h e as 16h, uma vez que os raios solares são mais fortes. A exposição solar moderada é importante, saudável e ativa a vitamina D, mas deve ser feita de forma inteligente. 

#7 Depilação

Sabias que não é recomendado fazer a depilação no dia em que vais à praia ou piscina ou até na véspera? Isto pode favorecer o aparecimento de manchas escuras na pele, principalmente quando a depilação é feita com cera.

Para evitares surpresas desagradáveis, por vezes irreversíveis, deves tratar da depilação pelo menos 48 horas antes da exposição solar.

Estas são as melhores depiladoras femininas por menos de 100€

#8 Vestuário

É natural que as temperaturas mais elevadas favoreçam a transpiração, contudo, esta pode ser controlada com o uso de roupas mais largas, pela preferência por fibras naturais, como o algodão, e por cores mais claras.

Estas pequenas mudanças também fazem parte dos cuidados com a pele, uma vez que vão permitir uma melhor circulação do ar no interior da roupa e refletir a radiação solar.

Também o calçado deve ser escolhido com atenção, para evitar a transpiração excessiva dos pés.

#9 Alimentação

Há quem defenda que somos aquilo que comemos. No caso do verão, é aconselhável aumentar o consumo de frutas e verduras ricos em licopeno, betacaroteno e vitamina C, como o tomate, a melancia, a cenoura, a abóbora, a laranja e o limão.

#10 Consumo de álcool

A melhor bebida para quem procura aumentar os cuidados com a pele é a água. O álcool reduz a quantidade de água no corpo, comprometendo a hidratação. Para além disso, também acelera a degradação natural do colagénio da pele, que deve acontecer naturalmente com a idade, favorecendo o aparecimento de rugas.

#11 Boné ou chapéu

Parece uma indicação básica, mas a verdade é que muitas vezes nos esquecemos deles ou até os levamos connosco, mas pouco uso lhes damos.

Utiliza um boné ou chapéu para cobrir o topo da cabeça e o rosto, reduzindo a incidência da radiação. Prefere um modelo com fator de proteção solar (FPS), bloqueio de raios UVA e UVB, que tenha um tecido respirável e dispersão e evaporação do suor.

#12 Óculos de sol

Confirma se os óculos de sol cumprem a função para o qual foram desenhados, isto é, se estão certificados contra os raios UV. Procura o selo comprovativo com essa informação, junto das mesmas. Os óculos com as lentes corretas vão garantir a proteção da retina e da pele ao redor dos olhos.

#13 Guarda-sol

O guarda-sol é uma peça essencial para cuidar a pele na praia, uma vez que ajuda a filtrar os raios UVB, responsáveis pelas queimaduras, inflamações e vermelhidão.

Contudo, não bloqueiam os raios UVA, que causam o envelhecimento precoce da pele, manchas e até cancro da pele, pelo que as restantes formas de proteção não podem ser descartadas.

#14 Roupas de banho com proteção UV

É mais comum encontrar roupa de banho com proteção UV para crianças, como é o caso das t-shirts. Mas podem ser uma opção para todas as idades, pois refletem grande parte dos raios ultravioletas.

A peça precisa de ter um fator de fotoproteção acima de 15, o que significa que cerca de 93% dos raios UVA e UVB são refletidos pela roupa. Quanto maior o número de proteção, maior vai ser também o seu efeito.

#15 Identificar problemas e reagir

A proteção desadequada pode levar a queimaduras até ao 2º grau, que se identificam por bolhas na pele, vermelhidão, febre intensa e calafrios, para além de dor intensa após 6 horas, até 48 horas.

Em casos mais graves, pode ser necessária intervenção médica e a pele apenas começa a restabelecer-se a partir do 8º dia. É importante saber identificar estes casos mais graves e reagir.

Os cuidados com a pele são simples e estão disponíveis a todos, pelo que não há desculpas para facilitar. Vive um verão sem preocupações, em segurança e com uma pele bonita e saudável.


Próximas leituras:

Como escolher o melhor protetor solar?
O protetor solar é fundamental para manter a tua pele protegida do …
Estas são as melhores depiladoras femininas por menos de 100€
Aqui encontras as melhores soluções para uma depilação eficaz. Descobre as melhores …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *