Para quem gosta de praticar desportos aquáticos, esta é uma sensação de liberdade incomparável. Quem nunca experimentou, pode também aproveitar a incrível oferta de praias que a costa portuguesa dispõe e começar por um destes desportos aquáticos.

10 desportos aquáticos que vale a pena experimentar

Se achas que os desportos aquáticos não são para ti, que é preciso muita prática ou que simplesmente tens coisas mais interessantes para fazer, descobre nesta lista 10 sugestões de desportos aquáticos para começares hoje a experimentar.

1# Surf

É recomendável que comeces por ter algumas aulas, onde também te vão emprestar o equipamento que precisas para começar. Depois, à medida que vais tendo mais confiança, considera investir numa prancha, cera ou parafina para passar na prancha e evitar escorregar e num fato para te manter quente dentro de água.

Para além de divertido e refrescante, o surf trabalha muitos dos músculos do corpo. Vais ter de remar e fazer um bom exercício de braços e pernas, para te levantares e para manter o equilíbrio. Além disso, também melhora a coordenação motora e estreita a tua relação com a natureza.

Os 5 melhores destinos para fazer surf em Portugal

2# Kitesurf

O kitesurf pratica-se com a prancha nos pés e uma asa que é impulsionada pelo vento. A asa é comandada pelo praticante e permite percorrer longas distâncias a altas velocidades.

O kitesurf não precisa de ser feito com ondas, basta que exista algum vento e água. Tanto podes praticar o desporto em lagos e num mar com pouca ondulação como podes surfar grandes ondas.

A partir do momento em que domines os aspetos básicos, podes começar a andar mais rápido, a saltar, a fazer truques de freestyle, a surfar ondas ou partir em longas viagens ao longo da costa.

3# Paddle Surf

O Stand Up Paddle é também conhecido como stand up paddle boarding, stand up paddle surfing ou Paddle Surf. Este é um dos desportos preferidos pelas famílias, uma vez que é praticado em cima de uma longa prancha, garantindo uma maior estabilidade. Aqui, o praticante leva um remo na mão, que o ajuda a mover-se sobre a água.

O Paddle Surf não depende de ondas, vento ou de uma embarcação. Este é um desporto aquático muito versátil que pode até ser praticado em mar, rios ou lagoas.

4# Bodyboard

O bodyboard também se adapta a toda a família. A prancha é menor que a do surf e também mais flexível. Além do contacto com a natureza e de ajudar-te a manter a mente sã, atuando como uma espécie de terapia, a prática de bodyboard queima calorias e tonifica o corpo, estimulando também a atividade cerebral e a redução significativa dos índices de stress.

5# Wakeboard

Este é um dos desportos aquáticos ideais para dias sem ondas. Aqui, colocas uma prancha nos pés e agarras-te a um cabo, que é puxado por um barco. No wakeboard vais usufruir da ondulação que é criada pela própria embarcação, assim como a propulsão, e é mais um desporto aquático em que tens a oportunidade de treinar o equilíbrio e força.

6# Jet ski

Se procuras aventura, adrenalina e muita emoção num desporto só, então entrega-te ao jet ski. É uma excelente forma de te refrescantes e desfrutar das tuas férias.

O jet ski é também uma boa forma de passear por grutas, praias desertas e explorar a natureza e abundante vida marinha da região onde vais praticar. Não te esqueças de partir à aventura acompanhado de um colete de salva-vidas para uma maior segurança, em caso de alguma ocorrência.

7# Snorkeling

O snorkeling consiste na prática de mergulho em águas rasas, com o objetivo de recreação e lazer. Apenas precisas de uma máscara para te ajudar a ver debaixo de água, barbatanas para te movimentares melhor e, um tubo que te vai ajudar a respirar.

Existem algumas regras que são fundamentais à prática de snorkeling. Está sempre atento à meteorologia, prevê um ponto de entrada e vários pontos de saída do mar. Conhece os teus limites físicos, indicando também a alguém que te acompanhe, qual o percurso previsto e combina o aviso para quando pretendes sair.

8# Vela

A vela é um desporto muito completo que combina força, equilíbrio e coordenação. Nos primeiros tempos, é recomendado que comeces com aulas, em que te vão ensinar os essenciais.

Depois, se vires que este desporto é para ti podes alugar um barco. E, se chegares à conclusão, como muitos, que não há forma melhor de relaxar do que entre o silêncio do vento suave e a energia das ondas.

Encontra o teu barco à vela aos melhores preços no OLX

9# Rafting

Se o que mais gostas é de águas movimentadas, este é o desporto aquático que vais querer praticar. O objetivo é descer um rio dentro de um bote insuflável, de preferência, sem saltar borda fora! É um excelente desporto para reunir amigos e desenvolver o trabalho de equipa. A diversão está garantida.

10# Canoagem

Este pode ser mesmo o desporto aquático que menos mete água. É praticado com uma canoa ou caiaque, sendo uma modalidade olímpica desde 1936. É um excelente treino de braços e pode combinar perfeitamente o desporto com momentos de passeio e lazer. Junta amigos e família e façam uma excursão aquática.

Para a prática de canoagem são muito procurados os rios Tejo, Mondego, Zêzere, Douro, Guadiana, Minho, Paiva, Tâmega, Alva, Mira e Coa. No entanto, deves ter em conta que é recomendado saber nadar, ter atenção às alterações do rio, chuvas torrenciais, degelo ou até mesmo à abertura das comportas das barragens.

Dicas para a prática de desportos aquáticos em segurança

Se estás interessado em algum destes desportos aquáticos, há boas práticas que devem ser seguidas para que o possas fazer em segurança.

Respeitar cada desporto

Exercer um desporto aquático em plena natureza é algo de extraordinário, mas também subentende vários fatores que podem comprometer a tua diversão. Para evitar que tal aconteça, entende bem quais as dicas de segurança afetas a cada desporto, assim como, o bom uso dos equipamentos e as atitudes que deves manter durante as práticas.

Proteção para o frio

O nosso organismo arrefece mais rápido dentro de água e é fundamental que reduzas a sensação de frio com uma proteção própria como, por exemplo, o uso de um fato adequado ao teu tamanho. Se ainda assim sentires tremores ou lábios roxos, é sinal de que deves mesmo sair de água.

Cãibras e hipoglicémia

As baixas temperaturas, o cansaço, a ingestão de bebidas alcoólicas, o esforço, a fraca condição física, o stress, a desidratação, a fome ou até material inadequado podem ser fatores que desencadeiam cãibras. Caso surjam, podes flutuar ou avançar lentamente com ajuda de barbatanas adequadas ao teu tamanho.

Para evitar que as cãibras surjam é importante realizar aquecimentos antes da prática de desportos aquáticos, assim como, no final, realizar alguns alongamentos. Alguns desportos têm maior  propensão para as cãibras, como é o caso do snorkeling, pelo que deves manter-te sempre próximo da costa.

Já no que respeita à hipoglicémia, esta caracteriza-se muitas vezes por picos de fadiga ou cãibras, sendo que se respeitares a condição do teu corpo e conheceres os teus limites, tal também pode ser evitado.

Já escolheste o teu desporto aquático favorito? Podes adquirir todo o equipamento necessário no OLX e resta-te combinar com os teus amigos qual o dia em que vão partir à aventura.


Próximas leituras:

5 passadeiras de corrida a partir de 200€
Com tantas opções, escolher passadeiras de corrida é um exercício de resistência. …
As melhores sapatilhas running por menos de 100€
Correr faz parte da tua rotina? Descobre 7 excelentes modelos de sapatilhas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *