A EN2 é a estrada mais extensa de todo o território nacional: são 739 quilómetros e é a única na Europa que atravessa um país em toda a sua longitude. No Mundo, existem apenas outras duas que a superam – a icónica Route 66, nos Estados Unidos da América, e a Ruta 40, na Argentina. 

A Estrada Nacional 2 liga a cidade de Chaves, bem no norte de Portugal, à cidade de Faro, no Algarve, atravessando pelo meio 11 distritos, 35 concelhos, mais de uma dezena de rios e quatro imponentes serras.

Esta mítica estrada foi inaugurada a 11 de maio de 1945 e simboliza a concretização de um dos grandes sonhos de Salazar. No entanto, a EN2 não foi construída de raiz: parte da sua estrutura corresponde à antiga Estrada Real, rota que cruzava o interior de Portugal e que se destinava a servir o reino português.  

A EN2 é muito mais do que uma estrada, é a representação viva dos nossos costumes e tradições. Um caminho rico em paisagens naturais arrebatadoras e experiências gastronómicas inesquecíveis. Quilómetros e quilómetros de património e a cultura do povo português.

Neste artigo, sugerimos-te um roteiro para percorreres a EN2. No entanto, esta estrada pode ser explorada de todas as formas e feitios. Há quem percorra a EN2 de carro ou autocaravana, de mota ou bicicleta, ou até a pé. Há quem prefira fazer a rota em poucos dias e quem demore semanas ou até meses. Por isso, aconselhamos-te que adaptes o roteiro às tuas preferências e desfrutes de uma experiência única.

Sabias que podes adquirir um Passaporte Rota da Estrada Nacional 2?

É verdade! A Associação de Municípios da Rota da Estrada Nacional 2 criou o Passaporte da Rota da Estrada Nacional 2. Este documento contém um pequeno mapa da rota, onde podes ir colecionando os carimbos que atestam a tua passagem por cada um dos 35 municípios por onde passa a EN2.

Esses carimbos podem ser obtidos em locais como postos de turismo, cafés ou alojamentos, ao longo de todo o trajeto. Esta é uma forma diferente e divertida de recordar a viagem!

Cada passaporte tem o valor de 1 euro e pode ser adquirido online, através do envio email para o geral@rotan2.pt, ou presencialmente nestes locais.

Guia completo para percorrer a EN2

Chaves

Ponte Romana de Chaves

O marco que sinaliza quilometro 0 da route 66 portuguesa está na lendária cidade de Chaves, e é por lá que a maioria dos viajantes inicia este percurso. Nesta linda cidade que faz fronteira com Espanha poderás encontrar um incrível legado histórico e cultural, muito marcado pelos vestígios do domínio romano. Não podes deixar esta cidade sem antes provares os maravilhosos e típicos Pastéis de Chaves.

O que visitar?

  • a ponte romana sobre o rio Tâmega, a Ponte deTrajano;
  • o Forte de São Francisco e São Neutel;
  • as termas romanas Aquae Flaviae;
  • e a Praça de Camões, onde se encontram a Igreja Matriz, a Igreja da Misericórdia e o Museu da Região Flaviense.

Onde dormir?

  • Forte de São Francisco Hotel;
  • Parque de Campismo Quinta do Rebentão.

Vidago, Pedras Salgadas e Vila Pouca de Aguiar

De Chaves ruma-se até Vila Pouca de Aguiar. Porém, entre estes dois lugares, aconselhamos-te a realizar duas paragens. A primeira em Vidago, vila que no século XX atingiu o seu esplendor graças à excelência das suas águas termais. Nesta vila não podes perder as Termas de Vidago.  

A segunda em Pedras Salgadas, onde se encontra a icónica nascente da água das pedras e, por isso, o Parque Termal de Pedras Salgadas é o ponto de visita obrigatória. 

Em Vila Pouca de Aguiar, capital do granito, encontrarás um lugar repleto de uma beleza rústica e maravilhosas paisagens serranas.

O que visitar?

  • o Castelo de Pena de Aguiar;
  • a Casa do Condado, onde está o Museu Municipal;
  • o Pelourinho; 
  • e o recinto fortificado de Cidadelhe.

Onde dormir?

  • Vidago Palace;
  • Alvão Village & Camping;
  • Pena Parque Hotel.

Vila Real

Palácio de Mateus

Um dos pontos a carimbar no teu Passaporte Rota da EN2 é Vila Real, uma das cidades mais belas e antigas de Trás-os-Montes. Vila Real é, muitas vezes, denominada princesa do Corgo, devido ao rio que a percorre, e nela há também um vasto património, histórico e natural, para ser explorado.

O que visitar?

  • a Sé de Vila Real;
  • a Casa de Diogo Cão;
  • a Igreja de São Pedro;
  • o Miradouro da Vila Velha;
  • o Palácio de Mateus, uma das mansões mais elegantes da Europa.

Onde dormir?

  • Quinta da Telheira;
  • Camping Vila Real.

Lamego, Castro Daire e Viseu

Catedral de Lamego

Viseu é o próximo destino, mas antes de lá chegares sugerimos-te duas interrupções. A primeira em Lamego, a cidade guardiã de monumentos que são autênticas referências nacionais, como o santuário de arquitetura rococó dedicado à Nossa Senhora dos Remédios.

A segunda numa outra vila rica em património histórico, e com algumas das praias fluviais mais bonitas do centro de Portugal, Castro Daire.  A Igreja Matriz é ponto de visita obrigatório nesta vila.

Por fim, deixa-te perder em Viseu. Explora a cidade do lendário Viriato que, além de muita cultura, é também rica em irresistíveis relíquias gastronómicas, como o Rancho à Moda de Viseu e a Vitela Assada à Lafões.

O que visitar?

  • a Sé Catedral de Santa Maria;
  • a Estátua de Viriato e Cava do Viriato;
  • a Igreja da Misericórdia;
  • o Museu Grão Vasco.

Onde dormir?

  • Allgo Hostel;
  • Pousada de Viseu;
  • Montebelo Viseu Congress Hotel.

Góis

Ao deixares Viseu define como ponto de destino Góis. Composto por várias aldeias rurais, o município de Góis é marcado pelas magníficas praias fluviais, serras e montanhas que conferem àquela região uma geografia muito própria. Além disso, Góis é também guardiã de uma vasta herança histórica.

O que visitar?

  • a Igreja Matriz e Túmulo de D. Luís da Silveira;
  • a Ponte Real e Capela do Mártir S. Sebastião;
  • a Praia Fluvial da Peneda.

Onde dormir?

  • Góis Camping;
  • Casa da Cerejinha.

Montargil

Barragem de Montargil

Quase ao centro da EN2 encontras, em pleno Alto Alentejo, a barragem de Montargil. Repleta de uma beleza inigualável devido à suas águas bem azuis, esta magnifica albufeira é lugar ideal para fazer uma longa pausa e relaxar.

O que visitar?

  • a Praia fluvial da Barragem de Montargil;
  • a Capela de Santo António;
  • e a Igreja Matriz de Montargil.

Onde dormir?

  • CS Hotel do Lago;
  • Parque de Campismo Orbitur Montargil.

Montemor-o-Novo

Montemor-o-Novo

Um dos lugares mais emblemáticos da estrada nacional 2 é Montemor-o-Novo. Nesta vila é possível desfrutar da típica tranquilidade que se vive na região alentejana e ainda conhecer algumas relíquias históricas, como o Castelo de Montemor.

Reza a lenda de que terá sido nesta fortaleza que se delineou a Travessia Marítima para a Índia de Vasco da Gama. Montemor-o-Novo é também palco de vestígios da ocupação paleolítica e neolítica.

O que visitar?

  • o Castelo de Montemor;
  • o Convento de São Francisco;
  • a Gruta Escoural;
  • o Cromeleque dos Almendres.

Onde dormir?

  • Palacete da Real Companhia do Cacau;
  • Burriscas Campismo Rural.

Almodôvar

Antes de rumares à região algarvia, deves fazer uma paragem nesta tradicional vila alentejana onde reinam as típicas casas caiadas. Almodôvar é o local ideal para confortares a tua barriga, com os maravilhosos queijos e enchidos de produção artesanal que por lá pairam!  

Além disso, esta é também uma vila rica em património histórico, que possui diversos edifícios seculares, como a Ponte Medieval sobre a Ribeira de Cobres.

O que visitar?

  • o Convento de Nossa Senhora da Conceição;
  • a imponente Igreja Matriz;
  • a Ponte Medieval sobre a Ribeira de Cobres;
  • o Museu da Escrita do Sudoeste Almodôvar (MESA).

Onde dormir?

  • Monte Góis;
  • Monte do Beato.

Faro

Faro

Faro é o destino final deste roteiro, sendo lá que se encontra o marco do último quilómetro da EN2. No entanto, este pode também ser o teu ponto de partida caso decidas percorrer a estrada de sul a norte.  

Faro é uma cidade tradicional onde se encontram alguns artefactos medievais e um monumental arco neoclássico, o Arco da Vila.  Nesta região poderás desfrutar das magnificas praias da costa Algarvia, como a Praia da Ilha de Faro.

O que visitar?

  • a Sé Catedral de Faro;
  • o Arco da Vila;
  • a Igreja do Carmo e Capela dos Ossos de Faro;
  • o Teatro Lethes.

Onde dormir?

  • Hotel Faro;
  • Blue Barqueta Studio;
  • Camping Ria Formosa.

Aventura-te pela EN2 numa autocaravana!


Próximas leituras:

Conhece as melhores praias de Portugal?
Queres aproveitar o verão da melhor forma? Elaboramos uma lista com as …
Os 5 melhores destinos para fazer surf em Portugal
Ondas grandes, ondas pequenas, ondas tubulares… Portugal não é só rico em …