Estás, finalmente, decidido a avançar com a aquisição de um carro. Para tal, decidiste recorrer a um financiamento automóvel, mas não dominas os termos com que te tens vindo a cruzar. Não há motivos para te preocupares: explicamos-te, de A a Z, os conceitos que deves interiorizar para que consigas negociar a melhor situação para ti. E tem atenção às campanhas (e também às letras pequeninas).

Conhece os principais conceitos do financiamento automóvel

ALD – Aluguer de Longa Duração

O ALD corresponde a um Aluguer de Longa Duração e será a solução mais indicada se preferes custos fixos e poucas surpresas, mesmo que implique gastares um pouco mais. Ou seja, vais pagar exatamente o mesmo no primeiro mês como na 6.ª ou 20.ª prestação. Outra vantagem é o facto de o contrato ser transmissível. Significa isto que, no caso de não estares a ser capaz de regularizar o valor do aluguer, podes passar o teu contrato a outra pessoa. Todas as despesas relacionadas com o veículo serão da tua alçada, assim como os encargos relacionados. No fim do contrato, podes ficar com o automóvel mediante o pagamento do valor residual acordado – mas poucas vezes compensa.

Balloon ou Renda Balão

Como a palavra indica é uma espécie de balão de oxigénio, mas, como em qualquer balão, o ar eventualmente esgotar-se-á. Nesta modalidade, proposta por várias marcas, consegues ir buscar o carro sem pagares entrada inicial e esticar o crédito até oito anos, deixando para o fim até 30% do valor. Problema: no fim do contrato só tens duas hipóteses e nenhuma delas passa por entregar o carro sem mais despesas. Ou trocas por um modelo mais recente e manténs o contrato de Balloon ou pagas a choruda prestação final e ficas com o carro.

Crédito Automóvel 

O que queres mesmo é ter um carro e ver o teu nome inscrito em toda a papelada. Nesse caso, o Crédito Automóvel é o ideal para ti. Entre as vantagens está o facto de poderes esticar o crédito de forma a pagares menos por mês, enquanto as desvantagens são lideradas pelo mesmo aspeto: mais tempo de pagamento representa uma conta final maior.

Vais comprar carro? Faz uma pesquisa no OLX

Entrada Inicial

Custa, mas este montante de capital que entregas logo no arranque do processo permite reduzir substancialmente o valor a financiar. Quanto maior a entrada, menos juros irás pagar, por isso não é má ideia juntar um pé de meia antes de avançar com um qualquer negócio.

Indexante

Esta taxa reflete as condições de mercado e é utilizada como referência nos empréstimos com taxa variável (ex. Euribor). O juro que terás de pagar é o resultado da soma do indexante com o spread.

Leasing (ou Locação Financeira)

O Leasing é uma espécie de aluguer de longa duração, tal como o ALD, mas nesta modalidade tens ao dispor taxas de juro mais baixas e podes, em qualquer altura, entregar a viatura e cancelar o contrato. Atenção: tal como no ALD, todas as despesas relacionadas com manutenção e encargos são da tua responsabilidade apesar de o carro não ser propriamente teu.

Artigo relacionado: 5 dicas para escolheres o teu primeiro carro

Renting

É a solução ideal para quem não quer saber da propriedade e pretende ter o mínimo de responsabilidades associadas. O acordo assinado pode ser limitado a um determinado período (entre 12 e 60 meses) ou a um determinado número de quilómetros (a cumprir, já que cada quilómetro extra é pago à parte a peso de ouro), cabendo à instituição uma série de serviços, entre os quais a manutenção, a regularização do IUC e o seguro. No final do contrato, podes prolongar o tempo do negócio ou entregar o carro e fazer um novo contrato para outra viatura.

Reserva de Propriedade

Nos contratos de compra e venda, o vendedor tem o direito de reservar para si a propriedade do bem até ao cumprimento total ou parcial das obrigações da outra parte. Ou seja, enquanto o contrato for válido, não podes vender o carro já que, na verdade, não é teu.

Spread

Margem percentual adicionada pelo banco à taxa de juro de referência (indexante, que já te explicámos mais atrás).

TAEG (Taxa Anual Efetiva Global de Encargos)

É a taxa que traduz o custo total do crédito expresso em percentagem anual do montante do crédito concedido. No cálculo da TAEG terás incluídas as despesas de cobrança, os pagamentos de juros bem como restantes encargos obrigatórios a suportar.

Artigo relacionado: Comprar carro: a importância do test drive

TAN (Taxa Anual Nominal)

Taxa de juro que flutua consoante as condições dos mercados financeiros.

Taxa Variável

Nos contratos de compra e venda, o vendedor tem o direito de reservar para si a propriedade do bem até ao cumprimento total ou parcial das obrigações da outra parte. Ou seja, enquanto o contrato for válido, não podes vender o carro já que, na verdade, não é teu.

Valor Residual

É o valor que terás de acordar com a entidade financeira, caso optes por uma solução de ALD ou Leasing, e que será o montante a ser pago caso pretendas ficar com o automóvel no fim do contrato.


Próximas leituras:

Como funciona um motor de injeção direta?
Ao introduzir a mistura ar/combustível diretamente dentro dos cilindros, os motores de …
Está na altura de mudares a panela de escape do carro?
Como a maioria das peças para automóveis, a panela de escape pode …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.