Amas de coração uma moto antiga que remonta ao tempo do teu avô ou simplesmente encontraste à venda uma verdadeira relíquia que queres restaurar? Este guia é para ti.

Sugerimos que cries inicialmente o teu orçamento, com um plano de gastos mensal, por exemplo, para aquisição de material. Esta é uma forma de seguires um fio condutor e não te perderes, de forma a inviabilizar o teu projeto.

Restaurar motos antigas pode ser, para alguns, uma profissão, um hobby, uma satisfação pessoal ou uma arte. Aqui reunimos um passo a passo completo para dares uma nova vida a essa obra de arte.

Antes de iniciar o trabalho de restauração, convém reunir o máximo de dados possíveis, existentes sobre a moto usada. Com base na marca, o país de origem e o ano de fabrico, será mais fácil adquirires o manual de peças e o esquema de montagem. Já percebeste o quanto isso te irá facilitar o trabalho, não já?

Apesar seres o autor do restauro, deves falar com mecânicos experientes e, até mesmo, colecionadores, para que possas ter acesso a informação de qualidade e para esclareceres as dúvidas que surjam pelo caminho. A técnica ditará o resultado.

Ferramentas de mecânica preparadas para trabalhos de reparação Foto Premium

Prepara a câmara fotográfica

Antes de colocares mãos à obra, encara o restauro de uma moto antiga, tal como acontece com os carros antigos, como um trabalho de investigação de material e logística, que depende do teu rigor e disponibilidade para o sucesso do teu trabalho.

Prepara-te para muitas fotografias e um resumo da ordem das anilhas, dos espaçadores e dos vedantes. Coloca etiquetas nas peças desmontadas e guarda-as em sítios certos, para que depois seja mais fácil montar o puzzle. Não queremos que no final te faltem ou sobrem peças.

Está atento ao passo a passo para iniciares a restauração:

  1. Verificar o estado geral da moto antiga: verificar se todas as peças estão originais seguindo, se possível, uma foto de origem; observar todos os componentes como manetes, símbolos, guarda-correntes, guarda-lamas, guiador, farol, farolim;
  2. Desmanchar: conforme o vais fazendo, tem o cuidado de fotografar, anotar e marcar todas as peças. Arruma em sítios identificados e, de preferência, fechados;
Ferramentas de mecânica Foto Premium
  1. Cromados: verifica-os e deixa de parte para mandar para as cromagens de profissionais. Antes dos anos 20, os acabamentos eram, geralmente, niquelados e não cromados;
  2. Procurar peças: o escape, a curva, o selim, o farol, o farolim, as bichas cabos, manetes, guarda-lamas e guarda-correntes podem precisar de ser novos ou podem estar em falta;

À procura de peças para restaurar a tua mota?
Temos estas peças mesmo à tua espera!

  1. Decapar: o quadro, a jato de areia, e as restantes peças. Podes lixar com lixa de água. Aproveita para fazer exercício de braços ao lixar e polir metal;
  2. Pintar: podes pintar com aparelho de enchimento, mandar a um profissional ou pintar à mão. Aplica várias camadas de primário antiferrugem, seguidas da pintura e de verniz protetor. Escolhe uma tinta acrílica à base de água ou com acrílico de brilho direto. 
  3. Vistoria: se a mecânica não é o teu forte, considera levar o motor a um profissional para detetar se existem problemas como danos no cilindro ou fendas.

A suspensão deve ser revista e, se necessário, restaurada. Também o circuito elétrico merece especial atenção. Se estiver completamente destruído, não desanimes e verifica se os seus componentes podem ser aproveitados.

  1. Motor: depois da aprovação de que está bem de saúde, lembra-te de limpar sempre as roscas das carcaças antes de fechar o motor. Assim evitarás rachas por pressão devido a poeiras e a sujidade interna;
  2. Pormenores: dá o teu cunho pessoal aos pormenores. Troca a capa do assento, caso esta esteja gasta ou prefiras um destaque diferenciado, por exemplo.
Piloto focado tentando reanimar moto quebrada Foto gratuita

O reaproveitado e o novo

Tudo o que for borrachas, pastilhas de travão e discos de embraiagem, deve ser tudo novo, no caso de uma moto antiga. A tua segurança não deve ser descurada.

Em relação aos casquilhos, rolamentos, raios e aros de roda, devem ser verificados, tal como, o estado da ferrugem no depósito. Este pode ser limpo e revestido para novo uso.

Todo o material de substituição pode ser também comprado como usado. Aliás, comprar peças usadas é uma excelente opção para economizares aquando o restauro da tua moto.

Desde parafusos, fios, cabos, pistões, engrenagens a outras peças de maior calibre, podem ser comprados num site de referência de venda de artigos em segunda mão. Poderás surpreender-te com a quantidade de particularidades disponíveis online.

Já um cilindro, um carburador, o motor ou a bomba do óleo, poderão ser mais difíceis de substituir, mas poderão ser recuperados. Se a certa altura te faltar alguma peça, experimenta colocar um anúncio!

Mulher de negócio que trabalha no laptop. Foto gratuita

Dedicar tempo, criar uma experiência

Restaurar uma moto antiga não se resume apenas a desmontar, limpar, pintar e voltar a montar. Existe uma quantidade de trabalho minuciosa e que o restauro completo pode ser moroso. Contudo, uma coisa é certa: o resultado será ultra entusiasmante.

Restaurar motos é um projeto que vai pedir a tua entrega mas, no final, vai deixar-te com uma recordação única de valor incalculável.

E por falar em valor… após o restauro e após dares umas voltas e uns bons passeios com a tua Mona Lisa, exibi-la aos teus amigos, familiares e até aos mecânicos que te ajudaram no processo, já pensaste no quanto poderá valer a tua moto?

Se achares um ótima ideia obteres um lucro com o teu trabalho e, se estiveres para aí virado, coloca-a à venda! Quem sabe se não se torna num bom motivo para iniciares um novo projeto.

Restaurar motos é uma verdadeira arte. Terminada a reforma da tua moto antiga, deves preocupar-te com a manutenção da mesma, para que todo o projeto não tenha sido em vão.Não tens ainda uma moto, mas ficaste entusiasmado com este guia? Então faz-te à estrada e pesquisa sobre motos antigas para começares a traçar o teu plano de restauro.


Próximas leituras:

Dia Mundial da Criança: 5 sugestões para mimares os mais pequenos
As crianças são mesmo o melhor do mundo, não concordas? Vê algumas …
IRS: como e quando deve ser entregue
O prazo de entrega do IRS já começou, mas não te assustes. …