A pulseira fitness Xiaomi Mi Band 4 provou ser uma ótima pulseira fitness que podes adquirir por um preço espetacular.

A empresa chinesa é conhecida por produzir produtos premium a um preço bastante acessível. A Mi Band foi alterada 4 vezes desde que foi lançada pela primeira vez, sendo que cada versão tem funcionalidades e recursos melhorados.

Agora, a Xiaomi promete revolucionar ainda mais o mundo tecnológico com o anúncio da próxima versão do seu popular dispositivo de saúde e fitness, a Mi Band 5.

Conhece a Xiaomi Mi Band 5 ao pormenor

AutonomiaAté 14 dias
À prova de águaSim
RelógioSim
SincronizaçãoSim
VisorSim
BluetoothSim
Aplicação para telemóvelSim
Compatibilidade da aplicaçãoiOS/ Android
Notificações no telemóvelSim
Medidor de caloriasSim
Medidor de velocidadeSim
PedómetroSim
Monitor cardíacoSim
CronómetroSim
Regista recordesSim
Treino por objetivosSim

Xiaomi Mi Band 4 vs Mi Band 5

Descobre as grandes diferenças entre uma das pulseiras de fitness mais vendidas no mundo e a sua mais recente versão:

Ecrã maior e mais colorido

O design da nova pulseira fitness da Xiaomi tem um ecrã 20% maior do que a Mi Band 4. O ecrã desta nova pulseira fitness tem 1.1 polegadas, sendo que tens uma apresentação melhorada das notificações e de toda a monitorização de atividades. O display é AMOLED, mais dinâmico e fácil de usar.

Carregador magnético

Uma das grandes diferenças entre estas duas pulseiras é o carregamento da bateria. Com a nova pulseira Xiaomi Mi Band 5 não precisas de retirar o núcleo inteligente da pulseira para o carregar.

Com o novo carregador magnético basta encostar o pequeno carregador aos dois pontos de contacto da Smartband para a carregar. A bateria tem uma autonomia de até 14 dias.

Sensores otimizados

O chip da nova pulseira fitness permite-te ter uma maior precisão na monitorização das funcionalidades de saúde e de bem-estar.

Queres ganhar uns trocos com a tua antiga pulseira fitness?

Mais modos profissionais de desporto

A Xiaomi Mi Band 4 tinha 6 modos profissionais de desporto (Corrida ao ar livre, Passadeira, Cycling, Caminhadas, Freestyle e Natação). No novo modelo tens acesso a 11 modos profissionais de desporto (os 6 antigos modos mais Elíptica, Remo, Saltar à Corda, Cycling Indoor e Yoga).

Novos recursos de monitorização

A Xiaomi desenvolveu funções dedicadas ao registo do ciclo menstrual, previsão e acompanhamento do mesmo. Também tens disponível a função de monitorização do stress e alertas de sedentarismo.

Tecnologia de análise do sono

A monitorização do sono foi melhorada, sendo que agora podes interpretar profissionalmente as características do sono de cada período e fornecer sugestões científicas para otimizares rapidamente insónias e outros problemas relacionados com o sono.

Precisão da monitorização da frequência cardíaca

A Xiaomi melhorou a precisão da monitorização da frequência cardíaca quando praticas desporto e avisa-te quando a tua frequência cardíaca está anormal.

homem jovem com a xiaomi mi band 4 preta a nadar numa piscina
Fotografia: Xiaomi Global
Mi Band 4: o modelo anterior da Xiaomi foi considerada por muitos consumidores “a melhor SmartBand de 2019”

Vale a pena investir na Xiaomi Mi Band 5?

Comparado com a geração anterior, o tamanho do ecrã da pulseira fitness Xiaomi Mi Band 5 foi bastante atualizado (1.1 polegadas), além de ter mais modos profissionais de desporto e uma monitorização de saúde mais precisa e detalhada.

Com pulseiras coloridas e com mais funcionalidades, a experiência do utilizador é ainda mais otimizada que a versão anterior da pulseira fitness. E com o preço de 39,99 euros, a Mi Band 5 pode até competir com algumas das funções de um smartwatch.

Se estás a pensar comprar uma nova pulseira fitness ou achas que as novas funcionalidades desta pulseira vão-te ajudar a otimizar os teus treinos, aconselhamos-te a comprar a nova Xiaomi Mi Band 5.

Bons treinos!


Próximas leituras:

Conhece as melhores praias de Portugal?
Queres aproveitar o verão da melhor forma? Elaboramos uma lista com as …
Os 5 melhores destinos para fazer surf em Portugal
Ondas grandes, ondas pequenas, ondas tubulares… Portugal não é só rico em …