Um podcast é algo simples de fazer. Se dominas um assunto e se até já o discutes ao longo dos teus dias, a diferença está em gravar essa conversa e oferecê-la ao teu público. São um meio poderoso e que pode mudar a perceção do mercado sobre a ti ou sobre a tua empresa.

Conteúdo claro num canal de comunicação inovador

Um podcast é um conteúdo em áudio, geralmente dividido em episódios, disponibilizado para download ou em streaming e acessível a qualquer momento.

O tempo de cada episódio varia de acordo com o formato, o tema ou o número de pessoas que estão a participar na gravação. Programas com debate podem ter a duração entre 45 e 60 minutos. Outros, mais diretos ao assunto, podem oscilar entre 20 e 30 minutos.

É fundamental que o podcast transmita um conteúdo de forma clara e entusiasta, de forma a prender os ouvintes. A acessibilidade a este tipo de conteúdo é o que o torna tão importante, pois permite que chegues ao teu público de forma rápida, fácil e, se assim pretenderes, gratuita.

Como é que esta novidade se tornou tão importante?

Os podcasts têm ganho tração nos últimos anos e são hoje uma ação de marketing fundamental para empreendedores. Para além disso, são a opção ideal para os consumidores com interesse em saber mais sobre um determinado assunto, onde e quando quiserem.

E é mesmo assim: numa fila de trânsito, na pausa do almoço, a arrumar a casa, a passear o cão ou em qualquer outro momento em que seja possível aproveitar o tempo para colocar os conhecimentos em dia.

A título de exemplo, podemos falar dos Estados Unidos. Enquanto 23% das pessoas acede ao Twitter e 20% lê o jornal, 24% dos americanos acompanha pelo menos um podcast por mês.

Se estás a ponderar começar o teu podcast, deves responder a algumas questões

Porque queres fazer um podcast?

Importa perceber o objetivo do teu podcast. Queres ser percecionado como autoridade, oferecendo um conteúdo valioso, ou queres começar uma conversa sobre um assunto que te apaixona?

Para quem queres criar conteúdo?

Definir bem o público-alvo dá-te uma maior probabilidade de seres bem-sucedido. Isto é, definir a pessoa que esperas que vá ouvir os teus conteúdos vai ajudar-te a seguir um plano.

Um personal trainer com um podcast sobre saúde e fitness está a criar conteúdos para um público com interesse em alimentação saudável, perda de peso ou exercício. Assim como uma enfermeira especialista em saúde materna com podcasts sobre pré e pós-parto ou amamentação, encontra no seu público-alvo mulheres grávidas ou recém mamãs.

Como podes começar o teu podcast?

Antes demais, é necessário que cries um motivo para que as pessoas te ouçam. É crucial criar conteúdo do qual elas vão obter algo quando decidirem clicar em reproduzir um áudio.

Ao criares conteúdo que dê informações importantes, dicas valiosas ou até entrevistas com autores de destaque, estás a oferecer valor ao teu ouvinte. Crias o motivo para te ouvirem e, mais importante ainda, um motivo para te voltarem a procurar.

Para tal, é importante pensar sobre os episódios a desenvolver, definindo as etapas de planeamento. A própria descrição do podcast – ou resumo do programa – vai ser alvo da avaliação dos novos ouvintes, mesmo antes de ouvirem o resto.

As 6 etapas do planeamento de um podcast

Jovens a gravar podcast em casa

Definir um tema

Antes de começares a gravar, é preciso definires o tema e o formato. Para isso, é necessário ter noção das necessidades e preferências do teu público-alvo.

Ver a oferta existente

Não apenas para ver quais os programas mais populares dentro do mesmo assunto, mas também para não correres o risco de realizares algum trabalho parecido com outros já existentes. Para tal, utiliza algumas plataformas de agregação de podcasts.

Exemplos de aplicativos agregadores de podcasts:

Para AndroidPara iOS
Podcast AddictApple Podcasts
Podcast RepublicOvercast
Pocket CastsPocket Casts

Escolher um formato

Existem vários formatos comuns e a escolha certa resulta da resposta a questões como:

  • O podcast será individual ou uma conversa com outras pessoas?
  • Quero entrevistar outros especialistas no assunto em debate?
  • Sobre que assuntos quero falar?
  • Quantas pessoas já falam do mesmo e o que posso fazer de diferente?
  • Qual a duração do programa?
  • Com que frequência pretendo produzir e publicar?

Com a resposta a estas questões é possível teres um foco mais definido quanto à estrutura, tema e formato do teu podcast.

Escolher o nome

O nome do teu podcast será associado à marca do teu negócio ou à tua marca pessoal. Convém que a escolha seja sobre a temática que escolheste. Certifica-te de que o nome não existe no mercado e que não pode ser facilmente confundido com outro.

Definir os participantes

Quando falamos de um podcast corporativo, que vai agregar valor à tua empresa, a escolha dos participantes deve ser cautelosa, com a seleção de especialistas no assunto.

Se és um podcaster a solo, que apenas está a partilhar com o mundo conteúdos sobre as suas paixões, podes convidar amigos, colegas de trabalho ou familiares.

Não são necessárias muitas pessoas para fazer um bom programa. Não tenhas receio em fazer podcasts sozinho!

Fazer um roteiro

A espontaneidade e a autenticidade vão ditar parte do sucesso do teu podcast. Mas nada se faz sem um bom planeamento e o roteiro é essencial.

No roteiro podes incluir: apresentação inicial, apresentação dos locutores e do tema do podcast, introdução, avisos iniciais, discussão sobre o assunto em questão, Call to Action, vinhetas rápidas de transição entre os blocos e o fecho do episódio.

Sabes quais são os equipamentos necessários? Tens tudo à mão no OLX

Equipamentos necessários para gravar podcast

Com tudo definido e alinhado, é hora de passar para o material necessário. Não precisas de equipamento muito avançado, mas não podes descurar os essenciais:

  • Computador;
  • Headset com microfone de qualidade.
  • Software de gravação;
  • Software de edição;
  • Acesso à internet sem problemas.

O microfone é uma parte essencial do processo de criação do podcast, pois é o que vai permitir que o áudio seja ouvido claramente. Existem vários tipos: dinâmicos, condensadores, USB, entre outros.

O melhor microfone será aquele que responde às necessidades do teu podcast. É importante que capte todo o som que estiver na sua frente, até um ângulo de 120º. Se a intenção for entrevistar, então será melhor optar por um micro que possua uma captação que permita isolar outros sons.

É importante ter à mão um par de headphones ou headsets para a gravação. Para além de alguns virem com micro incorporado, permitem que os níveis de som sejam monitorizados até mesmo durante a gravação do podcast.

Encontra aqui os melhores headphones para começares já a gravar!

Pronto para iniciar a gravação?

Encontra um local tranquilo, sossegado, onde não te interrompam a qualquer momento. Aquece a voz, e não te esqueças de exercícios de aquecimento como movimentar a boca, abrindo e fechando de forma exagerada, para mexeres o máximo de músculos possível.

Sabias que o que comes e bebes antes de uma gravação tem influência na tua voz e dicção? Sumos cítricos ou uma maçã ajudam a limpar a garganta e deixam a voz sem rouquidão, ao contrário dos laticínios, por exemplo.

Lê o roteiro que preparaste em voz alta, grava uns arquivos de teste e vai ouvindo, de forma a melhorares a dicção de algumas palavras e entoações. A nossa voz, aos ouvidos dos outros, pode soar diferente da forma como a interpretamos dentro da nossa cabeça. Tenta abstrair-te desse facto.

A edição é desafiante, mas necessária

Para quem já o fez, editar um podcast não será uma tarefa árdua. Se és estreante nestas andanças, então poderá ser um desafio.

A edição depende do software que escolheres para realizar essa tarefa. O Audacity é um exemplo que torna esse processo bastante simples.

Tens o resumo completo para te tornares um verdadeiro podcaster. Cria os teus ficheiros e partilha os teus conteúdos com o mundo. Existe uma infinidade de podcasts disponíveis hoje e o teu lugar também está reservado.

Clica em REC e entra nesta que é das maiores tendências do digital. Conta com o OLX te ajudar a arrancar!


Próximas leituras:

5 dicas para acabar com a humidade em casa
O inverno traz consigo o frio e a humidade. Se também sofres …
Dá uma segunda vida às rolhas de cortiças que tens em casa
Pronto para um novo projeto DIY? Mostramos-te 10 formas criativas para reaproveitares …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *