Os brinquedos são a melhor forma de estimular as crianças, independentemente da sua idade. Para além de entreterem e divertirem os mais pequenos, os brinquedos para crianças ajudam-nos a aprender, a partilhar, a explorar o desconhecido e a descobrir o mundo em seu redor.

Como escolher brinquedos para crianças?

Cada brinquedo tem um objetivo e foi pensado para uma determinada fase de desenvolvimento das crianças, de forma a estimulá-las corretamente a nível cognitivo, motor e sensorial.

Ao comprares brinquedos para crianças deves ter estas dicas em atenção, garantindo que os teus filhos, irmãos, primos ou sobrinhos recebem um brinquedo adequado à sua idade.

Para que possas acertar em cheio nas próximas compras, simplificamos toda a ciência por detrás dos brinquedos para crianças.

Brinquedos educativos: quando a ciência e a brincadeira se cruzam

Os melhores brinquedos para crianças

Dos 0 aos 6 meses

Um recém-nascido reage a estímulos de luz e sonoros e já conseguem fixar e reconhecer a tua cara. Se tocares com o teu dedo na palma da mão de algum recém-nascido, vais ver que ele reage e agarra os teus dedos.

Dos 3 aos 4 meses, o bebé já é mais observador e consegue fixar os objetos. Vira os olhos e a cabeça para os sons, gosta de ouvir música, de brincar com as mãos, de agarrar objetos e de os levar à boca.

Aos 6 meses, os bebés são muitos ativos, mexem-se a toda a hora e interessam-se pelas atividades dos adultos. Agarram bem os objetos, levam os pés e as mãos à boca e já se apoiam bem nos pés.

Nestas idades, tendo em conta as capacidades dos mais pequenos, as brincadeiras são muito simples e devem estimular a área visual e auditiva. Os brinquedos ideais são:

  • Brinquedos musicais: O som é um dos primeiros estímulos a ser trabalhado nas crianças, mesmo quando eles ainda estão na barriga da mãe. Por isso, nos primeiros meses de vida, é importante a estimular o seu sentido auditivo. Opta por brinquedos para crianças como os mobiles, que têm sons calmos e canções de embalar, e mesas de atividades para descobrirem novos sons.
  • Quanto mais coloridos melhor: Nesta fase, os bebés já são capazes de fixar objetos e de os seguir. É importante continuar a estimular estes sentidos. Os brinquedos de luzes para crianças são perfeitos para os manter entretidos e ajudá-los a estimular a visão.
  • Brinquedos para a motricidade global: A motricidade global diz respeito à capacidade de controlar o corpo e os seus movimentos, a postura e o equilíbrio. Nesta fase em que a motricidade deve ser estimulada, podes optar por uma série de brinquedos para crianças, nomeadamente tapetes de atividades ou túneis.
  • Macios e fáceis de pegar: As bolas musicais e os peluches são ideais para estas idades, uma vez que os bebés ainda não têm total controlo sobre as suas mãos, mas já são capazes de agarrar objetos. Garante que são macios e que têm pegas para que os bebés consigam agarrar os objetos facilmente.

Dos 7 aos 11 meses

Com esta idade os bebés conseguem pôr-se de pé, já começam a andar, pegar em objetos com as duas mãos e a passá-los de uma mão para a outra. Já têm capacidade cognitiva para largar um carro e pegar numa bola. São também capazes de imitar ações e repetir algumas palavras simples, como papá e mamã.

Brincar, nesta idade já é mais divertido e lúdico para os bebés. Assim sendo, os brinquedos para crianças mais adequados são aqueles que estimulam a linguagem e a coordenação motora.

Mantém os brinquedos de sons por perto e junta-lhes outros que rodam e se movem sobre rodas, tais como:

  • Bolas e carrinhos: As bolas musicais continuam a fazer sentido neste intervalo de idades, pois as crianças já gostam de imitar alguns sons. Além disso, o rolar das bolas e carrinhos vão obrigar os bebés a persegui-los, incentivando os pequenos a gatinhar e a andar. Este tipo de brinquedos para crianças promove a partilha e a interação com a família ou com outras crianças.
  • Brinquedos de encaixar formas e blocos de montar: Estes brinquedos para crianças ajudam-nas a trabalhar a arte de pegar em objetos, reconhecer formas e desenvolver noções de problema-solução e de causa-efeito. Pode demorar até que as crianças consigam acertar, mas o objetivo é que explorem o brinquedo em si e conceitos como cheio e vazio ou dentro e fora.
  • Livros interativos: Os 12 meses são o momento ideal para apresentares livros interativos aos mais pequenos. Podes, inclusive, começar a oferecer livros e brinquedos bilingues para crianças.

Com 1 ano

Entre os 12 e os 18 meses, as crianças começam a andar e descobrem que têm outras partes do corpo, para além dos pés e das mãos. Já conseguem perceber que os objetos mudam de posição entre si. Por exemplo, quando deixa cair a bola, consegue observar a queda e o rebolar. 

Por isso é que quando está prestes a atirar alguma coisa ao chão e tu dizes para não o fazer, ele faz e sabe o que vai acontecer. Já te consegue desafiar!

Neste intervalo de idades, deves dar preferência aos brinquedos para crianças que tenham como objetivo empilhar objetos, construções, blocos de montar, brinquedos de borracha para apertar, bonecos e carrinhos. Continua a estimular a audição das crianças, com brinquedos musicais, que os ajudem a aprender novas palavras ou que imitem sons como o toque do telemóvel, da campainha ou sons de animais.

Com 2 anos

Quando chegam a esta idade, as crianças querem comandar os próprios brinquedos como carros telecomandados e outros brinquedos que dão resposta às suas ordens. Também é importante promover o contacto com outras crianças, por isso, brinquedos que exigam partilha são excelentes.

Com 2 anos já são capazes de brincar ao faz de conta, por isso, é importante não esquecer os brinquedos para crianças que estimulam o movimento, a concentração e a imaginação, tais como:

Dos 3 aos 5 anos

A partir dos 3 anos, as crianças são mais independentes, mais atentos, aventureiros e confiantes. Já conseguem controlar melhor as suas emoções e o seu corpo e começam a formar a sua própria personalidade.

Durante estas idades, é importante contribuir para a sua independência, confiança e interação com os outros. Deixamos-te algumas opções de brinquedos para crianças com estas idades:

  • Brinquedos “faz-de-conta”: Tudo o que imite o quotidiano e a vida adulta contribui para a independência das crianças e para estimular a sua imaginação. Casas de bonecas, cozinhas de brincar, kits médicos ou caixas de ferramentas para crianças – tudo o que os faça imaginar que são “grandes”.
  • Livros de histórias: Que os permitam imaginar as personagens, perceber a ordem lógica dos acontecimentos e até as emoções. Podes ainda introduzir livros de atividades e pinturas, para pintarem ou começarem a escrever.
  • Puzzles e Jogos de mesa: Vão ajudar as crianças a socializar, a ganhar espírito de equipa, a cumprir regras e a puxar pela imaginação para resolver problemas.
  • Brinquedos desportivos: Os triciclos, as bicicletas, as balizas de futebol ou os cestos de basquete são ótimas formas de os iniciar na atividade física. Estes brinquedos para crianças mais ligados ao desporto também são uma ótima estratégia para os fazeres gastar toda a energia que têm dentro de si!

Até aos 9 anos

Ao comprares brinquedos para crianças entre os 6 e os 9 anos, dá preferência a jogos educativos e pedagógicos, jogos de tabuleiro e quebra-cabeças com alguma complexidade. Este tipo de brinquedos ajudam a estimular o raciocínio lógico e as habilidades estratégicas.

Os livros, nesta idade, são obrigatórios. Não só vão estimular a criatividade da criança, como a ajudam a enfrentar os desafios que enfrentam na escola.

Aconselhamos ainda os patins e o skate para acrescentar mais algum esforço e complexidade à atividade física.

5 jogos de tabuleiro para te divertires na noite de Natal

Com 12 anos

Apesar de acharem que já não são crianças, os miúdos com 12 anos também gostam e precisam de brincar!

Para escolheres os melhores brinquedos para crianças de 12 anos, sugerimos-te jogos de fazer experiências, blocos de montar, quebra-cabeças mais complexos, jogos de tabuleiro como xadrez ou damas.

Por serem muito mais independentes e energéticas, crianças com 12 anos gostam e necessitam de fazer atividades ao ar livre, como andar de bicicleta, patins, trotinete, skate e outros brinquedos desportivos.

Qualquer que seja a tua escolha, garante que vai ao encontro daquilo que a criança gosta de fazer e de brincar. Presta ainda atenção à sua maturidade. Em alguns casos, a criança pode apresentar um desenvolvimento cognitivo e físico superior à sua idade e, por isso, alguns brinquedos para a sua faixa etária já não fazem sentido.

Boas compras!


Próximas leituras:

4 hoverboards ao melhor preço
Os hoverboards estão a tornar as deslocações mais divertidas. Estes são os …
Como jogar xadrez: guia para iniciantes
Sempre quiseste saber como jogar xadrez? Este guia é para ti. Estas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *