Os parques para cães são espaços onde é possível deixar os animais correr livremente sem coleira e interagir com outros cães, num ambiente seguro. São locais excelentes para que os cães se possam exercitar e brincar. E a melhor parte é que muitos são gratuitos. Estes são os melhores, de norte a sul do país.

1. Jardim do Campo Grande – Lisboa

Mesmo no coração de Lisboa, encontra-se o Jardim do Campo Grande. Entre duas avenidas importantes, a Avenida Brasil e a Avenida da Igreja. O jardim em si vale bem uma visita, repleto de árvores altas, relvados, largos caminhos de calçada portuguesa e um grande lago. Mas é o parque canino que atrai animais e tutores.

Inaugurado em 2013, este espaço está devidamente vedado e repleto de obstáculos, equipamentos de agilidade e treino, para divertimento máximo de cães e dos seus donos. É um local que garante horas de diversão num ambiente seguro, que vale a pena conhecer.

Artigo relacionado: 8 melhores praias para cães em Portugal

2. Jardim Fernando Pessa – Lisboa

Harmonioso e cuidado, o Jardim Fernando Pessa (Areeiro) conta com amplos espaços relvados, ladeados por árvores e um passadiço de calçada portuguesa.

Protegido por uma vedação, o acesso é feito de forma segura com um sistema de duas portas. Possui vários equipamentos, incluindo uma passarela, túneis e saltos. Há ainda vários bancos para os donos se sentarem e iluminação pública.

Este parque canino também conta com um dispensador de sacos para dejetos caninos, caixote do lixo e bebedouro para cães.

3. Parque Canino da Quinta do Conde – Sesimbra

O parque canino da Quinta do Conde foi inaugurado em 2019. É um espaço tranquilo e agradável, onde os donos podem passear, treinar e brincar com os seus cães.

Este parque para cães tem vários equipamentos, entre os quais se destacam um túnel, pontes e barras de salto, distribuídos por cerca de 800 m2. À entrada, é possível obter sacos de recolha de dejetos, para que a higiene do parque se mantenha. No exterior há ainda mesas para piquenique, bancos e uma zona de descanso e convívio.

4. Parque Canino da Seara – Matosinhos

Inaugurado em 2019, este parque para cães localiza-se num vasto espaço verde com mais de 1.700 m2.  Dispõe de todas as condições para que os cães possam circular de forma livre, além de socializarem com outros animais.

Neste parque canino, que é totalmente vedado, há zonas de recreio, bebedouro e diversos equipamentos para exercitar e brincar. Além disso, o espaço oferece caixotes de lixo e dispensadores de sacos.

5. Parque Canino do Jardim de Paulo Vallada – Porto

No Jardim de Paulo Vallada surgiu o primeiro parque para cães da cidade do Porto. Localizado naquele que é também conhecido como Jardim das Pedras, fica junto à Avenida de Fernão Magalhães. Tem a particularidade de estar dividido em duas grandes áreas, uma para animais de grande porte e outra para os mais pequenos.

Para além disso, este parque canino tem vários obstáculos, bancos, bebedouros para humanos e caninos, e papeleiras com dispensador de sacos para recolha e deposição de dejetos. Aqui, é possível largar os cães em segurança, para correrem livremente sem trela. Além do parque, existe também uma zona de descanso e convívio.

Artigo relacionado: 15 raças de cães pequenos para famílias de todos os tamanhos

6. Parque Canino do Monte Picoto – Braga

Com 300 m2 e uma vedação alta, no Parque Canino do Monte Picoto os animais podem correr, brincar e socializar sem trela. Este é um espaço amplo e repleto de equipamentos de diversão canina, para que possam exercer atividade física e manter a sua saúde e a boa forma física.

Os equipamentos formam um circuito onde é mantida uma zona central de clareira para que possam exercer a atividade física sem obstáculos físicos. Há ainda bebedouros e dispensadores de sacos, além dos caixotes do lixo. O motivo perfeito para sair de casa com os patudos!

7. Parque Canino Fraião – Braga

Ainda por Braga, é possível encontrar outro parque para cães. O Parque Canino do Fraião destaca-se pela existência de vários equipamentos como salto, rampa, paliçada e túnel. Aqui, os cães podem fazer os seus exercícios, enquanto se divertem com os seus donos.

Instalado num parque repleto de árvores que fornecem muita sombra, este espaço certificado foi desenhado para os animais que procuram fazer mais exercício físico. Destaque ainda para a madeira utilizada, em pinho escandinavo, projetada com elevada consciência acerca da necessidade e bem-estar dos animais.

Regras para frequentar um parque para cães

Todos os parques para cães têm regras de utilização, normalmente afixadas à entrada. Apesar de poderem existir variações, há algumas que praticamente todos os parques exigem. Estas são as principais:

  • Verificar se existem cães a utilizar o espaço e se são sociáveis, antes de soltar o cão;
  • Cães perigosos ou potencialmente perigosos devem usar açaime, que não permita comer nem morder, e usar trela curta até 1 metro de comprimento;
  • Manter sempre o portão de entrada nos parques fechado;
  • Recolher e depositar os dejetos dos cães no contentor destinado para o efeito;
  • Manter os cães sempre sobre vigia.

Os parques para cães são uma mais-valia para quem tem estes animais de quatro patas na família. Uma visita proporciona um dia diferente e quebra a rotina. Além disso, no OLX podes encontrar tudo o que é necessário para garantir um passeio em segurança, desde dispositivos para transporte no carro, a trelas e muito mais. Experimenta!


Próximas leituras:

Bulldog Francês: tipos, cuidados e alimentação
Descobre tudo sobre o Bulldog Francês, antes de receberes este patudo na …
15 raças de cães pequenos para famílias de todos os tamanhos
Estas são as 15 raças de cães pequenos perfeitas para casas de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.