Nadar em águas sem cloro, observar belas paisagens e fugir às enchentes das praias. Estas são algumas das possibilidades oferecidas por estas piscinas naturais, selecionadas pela sua beleza, localização e encanto.

Descobre as piscinas naturais a não perder este verão

De Norte a Sul de Portugal, na montanha ou junto ao mar, estas 9 piscinas naturais são imperdíveis para este verão.

1# Poço da Gola

Fonte: greentrekker.pt

No ponto mais alto do trilho dos moinhos da Parada, localizada na freguesia de Lindoso, encontra-se, resguardada, uma verdadeira joia da natureza. Para lá chegar são cerca de quatro horas e meia, por aproximadamente 7 km, mas a recompensa são duas quedas de água que descem da Serra Amarela até à piscina natural, e que fazem valer todo o percurso.

Em pleno Parque Nacional Peneda-Gerês, o Poço da Gola permite-te mergulhar nas águas cristalinas e captar belos registos fotográficos. Aproveita ainda para apreciar alguns dos velhos moinhos de Parada, símbolos da arquitetura tradicional, que revelam como os nossos antepassados aproveitavam os recursos naturais.

5 tendas de campismo mais procuradas pelos aventureiros

2# Lagoas da Serra d’Arga

Também no parque nacional Peneda-Gerês, a Serra d’Arga chega aos 825 metros de altitude. É um local no Alto Minho para percorrer sem tempo e apreciar as cordilheiras graníticas, as cascatas e os bosques, que lhe atribuíram o nome de Montanha Sagrada.

Até chegares às águas límpidas, calmas e revigorantes de um total de sete lagoas, vais cruzar-te com várias espécies de animais, na terra, no rio e no ar. As borboletas-limão e as rãs-de-focinho-pontiagudo são apenas alguns exemplos.

A Serra d’Arga não desilude e é o local perfeito para quem procura relaxar em contacto com a natureza e fazer uma desintoxicação do mundo urbano. Vai ser difícil não sair de lá apaixonado pelas quedas de água e lagoas paradisíacas, às quais é possível chegar por diversos percursos pedestres.

3# Fonte dos Amores

Se estás ou vais estar perto de Coimbra, a vila de Boticas pede uma paragem obrigatória, para que dês um saltinho à Fonte dos Amores. Deve o seu nome às juras de amor que já abençoou e cujos votos ainda estão cravados nas rochas, e situa-se próximo das Termas de Carvalhelhos.

Toda a área de Carvalhelhos, no município de Boticas, é famosa pela qualidade da sua água, sendo de lá que vem também uma das águas minerais mais famosas do Norte de Portugal. O nome poético da fonte advém de uma lenda que refere um pote cheio de moedas de ouro, de uma marroquina que ali chorou a perda do seu amor.

Esta piscina natural fica rodeada de penedos e árvores, e insere-se no percurso pedestre da Rota das Levadas, que conta com 5 km de extensão. Podes iniciar o teu caminho a partir do Castro de Carvalhelhos, seguir um caminho de terra pedestre e descer até ao rio. Rapidamente encontras a piscina natural.

4# Penedo Furado

Fonte: aldeiasdoxisto.pt

Já no centro do país encontras uma das finalistas do concurso Maravilhas de Portugal, na categoria de Praias de Rio, no ano de 2012, destacando-se pela paisagem natural na rocha e pela ribeira.

Bem perto de Milreu, tens as quedas de água que formam as piscinas naturais de Penedo Furado ou as “bufareiras”, como também é costume chamar-lhes. Têm pouca profundidade, tornando-se excelente para famílias.

Já no ponto mais alto, encontra-se um rochedo imponente com uma grande abertura de feitio afunilado, que dá nome à praia e ao local onde foi criado o Miradouro do Penedo Furado.

No local, podes ainda realizar atividades desportivas com uma água classificada como Boa e/ou Excelente, nos últimos anos. Aproveita para admirar a paisagem de serras e montes com pinhais, a ribeira do Codes, a albufeira da Barragem de Castelo de Bode e as casinhas das povoações envolventes.

5# Pateira de Fermentelos

9 piscinas naturais em Portugal para celebrar os dias quentes

É a maior lagoa natural da Península Ibérica e, só por isso, não podes deixar de a incluir na tua lista de piscinas naturais a conhecer num futuro próximo. A Pateira de Fermentelos situa-se no triângulo dos concelhos de Águeda, Aveiro e Oliveira do Bairro, antes de confluência do rio Cértima com o rio Águeda, numa zona rica em fauna, flora e espécies aquáticas.

Para além dos mergulhos e braçadas, aproveita para passear pelas margens do lago, fazer um passeio nas tradicionais bateiras, o típico barco pequeno, de fundo chato ou, quem sabe, até pescar.

O que não podes deixar de fora é a máquina fotográfica ou até uma GoPro para registar todos os momentos desta aventura, nesta lagoa que se insere numa área sensível e importante da REDE NATURA 2000. Nela encontras várias espécies, tais como a lontra, a toupeira de água e a rã ibérica, os peixes como o sável e a savelha, e aves, como o maçarico ou o milhafre-preto.

Conhece as melhores praias de Portugal?

6# Praia Fluvial de Loriga

Já conhecida entre os amantes da natureza e visitantes assíduos de piscinas naturais, a Praia Fluvial de Loriga é a única em Portugal que se situa num vale glaciar.

Para além dos banhos e dos passeios pela natureza, é possível apreciar a forma como as populações conseguiram cultivar esta paisagem rochosa e íngreme, fazendo socalcos e construindo uma complexa rede de irrigação.

A sua água é cristalina brota de uma nascente na serra, culminando em várias piscinas, incluindo duas mais adequadas para crianças. A qualidade que aqui encontras é digna de Bandeira Azul e um galardão de ouro, atribuído pela Quercus.

Trata-se de um local de fácil acesso, com estacionamento e espaço para merendas, convidando visitas não apenas no verão, como durante o inverno, quando o cenário montanhoso fica coberto de neve.

7# Fraga da Pena

Fonte: aldeiasdoxisto.pt

São 15 minutos, desde a aldeia dos Pardieiros até chegar a um cenário paradisíaco que conta com a cascata da Fraga da Pena. Paisagem Protegida da Serra do Açor, surge de um acidente geológico atravessado pela Barroca de Degraínhos, resultando num conjunto de quedas de água sucessivas, com mais de 10 metros de altura.

O resultado são várias piscinas naturais, que desafiam ao mergulho. Se fores amante de caminhadas, aventura-te à descoberta do trilho desde a Fraga da Pena até Pardieiros. São 2.5 km, aproximadamente, que te vão conduzir pela natureza da serra e da Mata da Margaraça.

8# Cascata da Cabreia

Fonte: cm-sever.pt

Num salto até Sever do Vouga, vais encontrar a cascata da Cabreia no Parque de Lazer da Cabreira. Esta é considerada uma das mais belas cascatas do país, formada pelas águas do Rio Mau. A queda de água tem 25 metros de altura e desagua na piscina fluvial, que convida a mergulhos.

No cimo da queda da água, as rochas que lá encontras são maioritariamente graníticas, pelo que resistem à erosão. Mas, à medida que descem, a sua formação é maioritariamente de xisto, o que origina uma maior erosão, compondo assim várias irregularidades desta cascata.

O cenário desta piscina natural é digno de registo. A moldura desta queda de água é de tons verdes, numa atmosfera romântica e onde o silêncio impera. Bem perto podes ainda fazer um piquenique, numa zona própria para o efeito, que oferece mesas, churrasqueiras, casas de banho e fonte de água potável.

Ir até à Cascata da Cabreia é um convite para fazer uma caminhada, admirar a paisagem e percorrer os bosques, ao encontro das antigas Minas do Braçal e da Malhada.

9# Cascata da Frecha da Mizarela

Fonte: aroucageopark.pt

Em Arouca, mais precisamente na Serra da Freita, encontras uma cascata alimentada pelas águas do rio Caima, em pleno rochedo granítico, a uma altitude de 910 metros: é a Cascata da Frecha da Mizarela.

Além de ser a mais alta de Portugal continental, com 75 metros de altura, é também a mais alta da Europa, fora da Escandinávia e dos Alpes.

As encostas íngremes que circundam esta queda de água apresentam um verde luxuriante, relíquias da vegetação primitiva da serra da Freita. Descendo pelos trilhos é possível sentir as águas do rio Caima, à medida que te aproximas dos lagos, onde podes mergulhar.

O passeio pode ficar completo numa visita ao Arouca Geopark e no encontro com as famosas Pedras Parideiras. Ou, se te quiseres aventurar no Trilho da Frecha da Mizarela, disfruta de nova uma aventura.

Os 10 melhores destinos para fazer turismo rural em Portugal

A partir destas sugestões, equipa-te com umas sapatilhas adequadas e parte à descoberta de mais piscinas naturais já neste verão! Procura no OLX o que te faz falta para te acompanhar nesta aventura.


Próximas leituras:

Vais viajar? Vê como fazer a mala de viagem
Reunimos as dicas essenciais sobre como fazer a mala de viagem, seja …
5 malas de viagem por menos de 50€
Fazer a mala é o primeiro passo da aventura. E comprar uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *