Os pneus do teu carro começam as acusar os anos, a utilização e as condições meteorológicas, e estás a decidir se compras uns novos ou se montas uns pneus recauchutados?

A questão que se coloca é se deverás optar por um conjunto novinho em folha ou se deves ir à procura de pneus recauchutados, certo? Estes últimos são efetivamente mais baratos, mas serão um bom negócio? Para responder a esta pergunta, é importante que te informes sobre o que é um pneu recauchutado e, depois, pesares as suas vantagens e desvantagens.

O que é um pneu recauchutado?

Quando um pneu é trocado sem que tenha chegado ao fim de vida, é encaminhado para a recauchutagem, o que significa que, através de um processo de vulcanização, leva uma camada nova de borracha sobre o anterior piso ou, no caso de uma recauchutagem integral, recebe um novo piso e um novo perfil – ou seja, fica pronto para voltar a ser montando num automóvel e circular.

Precisas de pneus para o teu carro? Encontra aqui os melhores preços!

Mas, sendo o pneu o único ponto de contacto com a estrada, muitos defendem que os pneus recauchutados constituem um risco que não vale a pena. A experiência, porém, diz que podem ser uma solução para aplicar o princípio dos 3Rs – reduzir, reutilizar e reciclar.

Pneus recauchutados são mais amigos do ambiente

Se por um lado, os pneus recauchutados contribuem para uma economia significativa em euros, por outro permitem poupar o ambiente.

Isto é ainda mais significativo quando falamos de veículos pesados, em que um pneu recauchutado pode ser entre 30 e 60% mais barato do que um novo. Também nos ligeiros se verifica uma poupança relevante que poderás entender que obedece aos teus interesses. Mais ainda se já percebeste que o planeta não pode esperar: é que um pneu recauchutado evita a utilização de muito petróleo: só na Europa, estima-se que este recurso poupe um milhão de toneladas de petróleo por ano.

Além disso, a produção de um pneu recauchutado exige menos recursos – entre os quais, além do petróleo, estão os seus derivados e a borracha natural – e energia. Resultado: neste processo são emitidos menos gases poluentes e produzido menos CO2, um dos principais gases de efeito estufa.

Por outro lado, os pneus recauchutados fazem com que as vendas dos grandes fabricantes não sejam tão expressivas, mas contribuem para dinamizar as economias locais, ao gerar empregos ligados ao setor. A indústria dos pneus não deixa, no entanto, de tirar os seus benefícios: os recauchutados são um importante campo de pesquisa para os fabricantes de pneus novos.

Menos seguros?

Do lado das desvantagens, é relevante assinalar que um pneu recauchutado não garante os mesmos níveis de segurança, ruído e aderência que um pneu novo. Ainda assim, há os mais e os menos seguros entre os recauchutados, sendo importante perceber se o pneu teve ou não homologação.

Para não seres enganado, procura uma das 21 empresas que fazem parte da rede de recauchutadores aderente à Valorpneu, sociedade sob a alçada do Ministério do Ambiente que se dedica a gerir os pneus usados em Portugal.

A título de curiosidade, em 2020, a Valorpneu processou mais de 74.515 toneladas de pneus usados, tendo sido recicladas 43.500 toneladas e enviadas para valorização energética 26.836 toneladas. No que diz respeito à preparação para reutilização, foram recauchutadas 2.440 toneladas de pneus usados.

Artigo relacionado: Óleo mineral ou sintético: qual o melhor para o teu carro?

Ou seja, se escolheres quatro pneus recauchutados estarás a entrar nesta economia circular desejável para todos. Ainda assim, e para que não te sintas enganado, é possível que sintas que de facto tens quatro pneus diferentes: é que um jogo, apesar de ter sido recauchutado no mesmo sítio, pode ter quatro origens diferentes. No entanto, alguns recauchutadores já têm atenção a este detalhe, criando jogos com pneus provenientes do mesmo fabricante e com o mesmo tipo de carcaça.

Agora que já tens a lista dos prós e dos contras, podes decidir se, no teu caso, será um bom ou um mau negócio.

E, caso escolhas os pneus novos, não te fiques pelo primeiro sítio que encontrares. Pesquisa e compara preços que podem variar muito de loja para loja. Para poupares ainda mais, fica atento às campanhas e descontos das marcas ou dos estabelecimentos de venda de pneus.

Se precisares de outras peças para o teu carro, já sabes que podes e (deves) procurar sempre na seção de Peças e Acessórios do OLX. Se tiveres alguma coisa para venda ou troca, aproveita e começa já a fazer negócio.


Próximas leituras:

Como funciona o ar condicionado de um carro?
O ar condicionado veio salvar a vida de quem passa muito tempo …
Comprar carro: a importância do test drive
Vais comprar carro? Ótimo. Agora só falta o test drive: não esperes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *