Se és apaixonado por carros não terás, à partida, qualquer dúvida acerca da importância de se escolher umas jantes adequadas ao modelo do automóvel. As jantes estão diretamente relacionadas com o perfil e a tração dos pneus, fatores essenciais no desempenho dinâmico da viatura.

Qualquer pessoa que tente decidir que jantes são mais adequadas ao seu carro deve, primeiro, ter a noção de que materiais são feitas as jantes e como afetarão eles (os materiais) o comportamento da viatura.

Os três materiais mais comuns são o aço, a liga leve e o cromado. Existem diferenças importantes entre os três às quais deves prestar atenção antes de considerares de que forma pretendes que o teu carro se comporte na estrada.

Saber como são feitas as jantes e de que material são constituídas é importante ao considerar o tempo despendido ao volante. As jantes a utilizar depende do tipo de carro que conduzes. As de liga leve são menos pesadas, enquanto os veículos com maior peso ​​podem recorrer mais às de aço. Já vamos saber porquê.

Vais mudar as jantes do teu carro? Faz uma pesquisa no OLX!

Jantes de aço

As jantes de aço são uma “opção popular” devido ao facto de serem mais acessíveis em termos de preço. Ainda não há muito tempo, equipavam, de série, muitos automóveis de segmentos mais baixos. Hoje, são praticamente uma raridade nos automóveis novos que são comercializados em Portugal.

Mais duráveis, é preciso exagerar muito para se conseguir partir ou amolgar umas jantes de aço. Mesmo que o pneu possa estar, de alguma maneira, deformado, regra geral é possível martelar a jante para fazê-la regressar à sua forma original.

Mais pesadas, as jantes de aço proporcionam excelente estabilidade e são encaradas como a opção ideal para condições climatéricas adversas, como neve ou gelo. Existem, no entanto, alguns fatores que podem tornar este tipo de jantes um pouco menos desejáveis do que outras.

Um deles, é o facto de o peso das jantes de aço poder afetar a aceleração do carro ou a assistência da direção. Além disso, também podem provocar maior stress nos travões. Outra desvantagem das jantes de aço é que podem minimizar a eficiência do combustível.

Existem prós e contras neste tipo de jantes. Mas ao serem mais acessíveis e oferecerem maior durabilidade, tornam-se na escolha ideal para muitos condutores. Como acima referimos, as jantes de aço são uma excelente opção para veículos mais pesados, assim como para modelos off-road.

Jantes de liga leve

As jantes de liga leve são construídas numa variedade de metais leves, sendo o predominante o alumínio. São consideradas por muitos condutores como a opção mais atraente e moderna. Pesam, significativamente, menos do que as jantes de aço, o que pode tornar o manuseamento do carro mais suave.

As jantes de liga leve também permitem direção e travagens mais rápidas. Parte disso, deve-se à melhor dissipação de calor que estas jantes fornecem. As jantes de liga também são conhecidas por prolongarem a vida útil dos pneus, um recurso que é sempre bem-vindo.

O que alguns consideram negativo é o facto de as jantes de liga leve serem mais onerosas do que as jantes de aço. A qualidade superior tem o seu preço. O processo de fabrico, assim como os materiais utilizados, inflacionam o custo das jantes de liga leve.

Contudo, o efeito que têm sobre a vida útil dos pneus, bem como o seu desempenho otimizado, podem, no entanto, fazer com que o preço superior seja visto como um bom investimento.

A última coisa a considerar é que as jantes de liga leve não são tão duráveis ​​quanto as jantes de aço. As más condições da estrada podem ter um efeito prejudicial na saúde das jantes de liga leve.

Se resides numa zona onde as estradas são particularmente difíceis ou estão em mau estado de conservação, pode ser melhor optares por umas jantes de aço. Se a condução suave e em ritmo de passeio “são a tua cara”, então as jantes de liga leve consistem na escolha óbvia.

Jantes cromadas

Opção incrivelmente atraente para os apaixonados por carros, as jantes cromadas são, do ponto de vista técnico, um revestimento que é aplicado a outras jantes, geralmente de liga leve. As jantes cromadas são, regra geral, uma opção puramente estética, preferida por condutores que gostam de melhorar a aparência do seu carro.

Artigo relacionado: Como escolher os melhores pneus para o teu carro

Os compradores de automóveis de luxo e desportivos optam, normalmente, por revestimentos cromados para dar aquele toque final irresistível e exclusivo ao seu veículo. Haverá melhor prova de que as jantes têm, também, uma forte componente estética?

As jantes cromadas, embora quase invencíveis à corrosão e com uma vida útil que dura décadas, exigem um pouco mais de manutenção do que outras opções de jantes. Se optares por jantes cromadas, é melhor interiorizares que terá de dar maior dedicação e de despender mais tempo com elas. Até porque repará-las pode ser bastante dispendioso. Daí ser fundamental a sua preservação.

Se optares por jantes cromadas, seguramente que vais querer lavá-las e poli-las regularmente para que estejam sempre impecáveis. Dá-lhes uma limpeza completa antes de passares para o polimento.

Para manteres as jantes cromadas tão brilhantes e atraentes como quando as compraste, considera encerá-las quando chegares ao final da rotina de limpeza. Podes ter certeza de que, se escolheres esta opção, o teu carro destacar-se-á onde quer que esteja.


Próximas leituras:

Como funciona um motor de injeção direta?
Ao introduzir a mistura ar/combustível diretamente dentro dos cilindros, os motores de …
Está na altura de mudares a panela de escape do carro?
Como a maioria das peças para automóveis, a panela de escape pode …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.