A moda vintage vive de artigos em segunda mão, que estiveram no auge muitos anos antes, e voltam agora a ser apreciados. Para além da roupa vintage, este conceito é extensível a calçado e acessórios.

A tendência vintage, que vem crescendo ao longo dos anos, é também mais ecológica, devido à reutilização das roupas, prolongando o seu tempo de vida. A sustentabilidade contraria a fast fashion, provocada pela velocidade de produção em massa.

Vê aqui quanto podes ganhar ao vender coisas usadas

Ter roupa vintage no guarda-roupa, para além de ser um must-have, também permite a qualquer pessoa usufruir de peças intemporais ou acompanhar as tendências e conferir ao seu estilo um cunho mais pessoal e personalizado, com uma peça de outra época.

Ter roupa vintage entra no conceito retro?

Apesar de vintage e retro serem dois conceitos que remetem para referências a tempos anteriores no que respeita à moda, têm significados diferentes. Uma peça de roupa vintage é de facto um artigo antigo, produzido noutra época, mas que continua a fazer sucesso atualmente e está em ótimo estado de conservação.

Quando nos referimos a peças atuais inspiradas em algo antigo, então não estamos a falar de uma peça de algo vintage, mas de um conceito retro. Em poucas palavras, retro é nada mais do que algo novo com aparência de velho, conhecidos também por fashion retro ou new old.

Cria um armário cápsula sustentável

Do velho ao mais cool: itens básicos a ter no armário

Mulher à procura de roupas vintage na loja

1# Vestidos acetinados

Diretamente dos anos 90, os vestidos acetinados são uma peça de roupa vintage passa a ser também obrigatória no teu guarda-roupa. De estética minimalista, podem ser utilizados simplesmente com uma sandália rasa ou de salto alto. Adaptam-se facilmente ao inverno quando conjugados com uma camisola de gola alta de malha por cima.

2# Calças à boca de sino

Nasceram nos anos 70, voltaram em força nos anos 90 e são uma peça de roupa vintage que faz também parte da tendência atual. As calças à boca de sino são facilmente conjugadas com qualquer de camisola ou calçado a acompanhar. As de ganga são as mais comuns, sendo imprescindível ter pelo menos uma preta.

3# Calções de cintura subida

A cintura subida é um must que, para além de um estilo próprio, vai acentuar as tuas linhas, definindo melhor o teu corpo. Podes conjuntar um calção básico com uma suéter colorida e finalizar com uns ténis.

4# Coletes

Os coletes são uma daquelas peças que vale a pena resgatar entre a roupa vintage. Dos artigos mais usados na década de 70, voltam agora para serem utilizados por cima de vestidos estampados e com umas botas. Se for para adotar um estilo totalmente vintage, então basta juntá-los às calças de boca de sino e a uma camisa.

5# Mocassins

Das peças de roupa vintage vamos até ao calçado. Depois da popularidade obtida nos anos 50, este é agora um dos modelos de sapatos favoritos do público feminino. Os mocassins são confortáveis e versáteis, dignos de fazer parte de qualquer guarda-roupa.

6# Casaco de couro

O casaco de couro é uma peça sempre atual que complementa bem um look vintage. A gola pode ser larga, coberta em pele e com fecho. Existem vários tipos e são muito versáteis, conferindo harmonia a qualquer outfit.

7# Acessórios

Para um toque final ou até para destacar um look, nada como um lenço floral, uma bandolete estampada ou até uns óculos quadrados, aqueles que fazem mesmo lembrar os que a tua mãe usava na sua adolescência. Não te esqueças das pedras nas pulseiras e colares e das bolsas delicadas.

Encontra as peças vintage ideais para ti no OLX

Dicas para criar o teu estilo vintage

  • Escolher uma década: Se adotar um estilo vintage te parecer um pouco assustador, então opta por selecionar uma década. Assim que te sentires confortável, mistura as diferentes peças consoante a cada tendência. 
  • Reunir peças de roupa vintage: Podes começar a partir do guarda-roupa da tua mãe ou até da tua avó. A partir daí considera adquirir os básicos indispensáveis. Depois disto apenas tens de aprender a conjugar e acrescentar uns acessórios para um toque final.
  • Misturar texturas e materiais: O truque é o equilíbrio. Se tens um trench coat pesado, então combina-o com materiais de seda e cetim. Se vais apostar numas calças à boca de sino, então combina-as com uma blusa mais justa e um salto alto. Uma saia vintage talvez peça um top cropped simples.
  • Contrastes: Não há uma cor única que defina uma peça de roupa vintage. Entre o branco e o preto, com variações de cinza e bege, tens a paleta perfeita para combinar um look.

Se o teu outfit se inclina para o clássico, então arrisca nuns sapatos platforms ou metalizados e quebra essa formalidade. A par de um vestido rodado dos anos 50, podes urbanizá-los com umas sapatilhas. Se houver coesão, equilíbrio e souberes brincar com as composições, é só deixar a criatividade voar!

A tecnologia está a favor da tendência do consumo responsável

A tendência da venda de artigos usados, assim como a sua aquisição foi impulsionada pela evolução tecnológica. Por um lado, tens a oportunidade de arrecadar um dinheiro extra pela venda de objetos, roupa ou outros artigos num portal como o OLX.

É nesta grande montra virtual que é possível encontrar objetos de valor, tal como peças de roupa vintage, por um preço mais em conta. Este movimento de compra e venda é facilitado pela simplicidade da plataforma, quer no momento de colocar anúncios, quer na hora de fazer transações.

Se tiveres dúvidas sobre o processo de compra e venda, podes sempre recorrer ao apoio dos assistentes disponíveis!


Próximas leituras:

12 dicas para vender roupa usada
Estás à procura de uma forma de ganhar algum dinheiro extra? Descobre …
10 camisolas de natal para toda a família
As camisolas de natal, decoradas com elementos da época, são uma forma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *