O volante do motor, também conhecido como volante de inércia, é uma peça fabricada em aço e com a forma de um círculo, situada junto à cambota, perto da caixa de velocidades e da embraiagem.

A sua função principal é oferecer precisão e é vital para o funcionamento de qualquer motor. Como o faz? A peça armazena energia cinética, através da inércia, passando a mesma para o motor. Quando deixa de receber força, o volante continua a sua inércia e consegue reduzir os movimentos bruscos. Além disso, amortece as vibrações originadas pelo próprio motor e isto faz com que a condução seja muito mais cómoda e satisfatória.

Procuras um volante do motor para o teu carro? Faz uma pesquisa no OLX

Volante monomassa: inimigo do conforto, aliado da performance

Volante monomassa peças OLX

No entanto, apesar de conseguires encontrar um volante de motor em qualquer carro, nem sempre encontras o mesmo tipo. Isto porque há dois: o monomassa, também chamado de volante de motor rígido.

O volante monomassa conta apenas com uma massa suspensa. Isso implica que é menos eficaz na anulação dos ruídos e vibrações. Ou seja, se há um qualquer barulhinho que insiste em perseguir-te, provavelmente o teu automóvel dispõe de um componente deste tipo.

Não é, porém, ainda altura de amaldiçoar o ruído intrusor. É que o volante monomassa tem as suas mais-valias. Por exemplo, no caso dos desportivos, um volante monomassa, mais leve, admite uma maior e mais rápida subida de rotação. Por isso, o que poderás perder em conforto, será amplamente compensado pela performance.

Depois, não só o volante monomassa é mais barato, como a sua manutenção é mais fácil. E isto implicará menos mão-de-obra, logo menos euros na sua reparação ou troca.

Volante bimassa: mais suave e silencioso

Volante bimassa peças OLX

Localizado sob o capô do automóvel, entre o motor e a embraiagem, tal como o monomassa, o volante bimassa é uma das peças que integram a transmissão do veículo. Com a forma de um pequeno disco, assume a função essencial de manter o equilíbrio das massas do grupo propulsor. Ou seja, quando se dá o processo de explosão nos cilindros, durante a combustão, a redonda e achatada peça, composta por dois volantes independentes, ligados por um rolamento, com um sistema de amortecimento, protege a caixa de velocidades e minimiza as vibrações que passam para o resto do veículo, ao mesmo tempo que dá ao motor a capacidade de funcionar continuamente de forma linear, mesmo durante os intervalos das explosões.

Em termos práticos, sobretudo para quem conduz em malha urbana, a função do volante bimassa é crucial para que não se sinta a vibração e que o veículo revele um comportamento suave.

Assim, recorrendo a um volante bimassa, que, como o nome indica, dispõe de duas massas suspensas, consegue-se uma maior redução das vibrações e um comportamento do motor mais suave, poupando também todos os outros componentes. É o caso do sistema de transmissão, cuja mecânica poderia ser prejudicada por fortes trepidações.

Volante bimassa: amigo dos tricilíndricos

Numa época em que os motores de três cilindros parecem ganhar terreno, graças ao facto de aliarem eficiência a um comportamento despachado (mais ainda quando se valem de turbo), o volante bimassa é ainda mais essencial.

Vais mudar de travões? Lê este artigo

Aliás, o excesso de vibrações e de ruídos foi o motivo pelo qual os tricilíndricos demoraram tanto tempo a ganhar popularidade. O recurso ao volante bimassa permitiu suavizar todo o funcionamento do grupo propulsor, anulando barulhinhos indesejáveis. De tal maneira que, em alguns três cilindros, terás dificuldade em identificar de imediato a arquitetura do motor.

E quando o volante do motor falha?

Substituir o volante do motor, com mão-de-obra incluída, é trabalho para atingir facilmente os 1000€. Por isso, é tão importante que saibas detetar falhas a tempo de corrigir ou reparar o componente em questão.

Entre os motivos que te devem deixar de orelhas no ar estão ruídos de sonoridade metálica no arranque, ruídos ao pisar o pedal da embraiagem ou excesso de vibração do motor ao ralenti.

E, mesmo sendo um arranjo caro, o melhor é não andares à volta de tutoriais para fazeres tu mesmo. Procura um mecânico especializado e de confiança, já que a localização desta peça é demasiado importante para fazer experiências.

Se precisares de outras peças para o teu carro, já sabes que podes e (deves) procurar sempre na seção de Peças e Acessórios do OLX. Se tiveres alguma coisa para venda ou troca, aproveita e começa já a fazer negócio.


Próximas leituras:

Pneus recauchutados: bom ou mau negócio?
Está na altura de trocares os “sapatos” do teu carro e ponderas …
5 dicas para vender uma moto em segurança no OLX
Vais vender uma moto no OLX? Segue as nossas regras de segurança …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *