A Xiaomi habituou-nos a pulseiras inteligentes de excelente qualidade, com um design elegante e recheadas de funcionalidades. Mas dar seguimento à Mi Band 6, um dos best-sellers da marca, nunca seria tarefa fácil. A Xiaomi Mi Band 7 traz melhorias importantes face à antecessora – mas será que vale a pena?

Características da Xiaomi Mi Band 7

Estas são as principais caraterísticas da última pulseira inteligente da Xiaomi.

EcrãAMOLED 1,62”
Resolução (192 x 490 pixels) 326 ppi
500 nits
‘Always-On-Display’
RAM8MB PSRAM
ROM8MB Nor Flash + 128MB Nand Flash
Dimensões46,5 x 20,7 x 12,25 mm
Peso13,5 g (sem pulseira)
Resistência à água5 ATM (50 metros)
AutonomiaAté 14 dias (180 mAh)
ConetividadeiOS e Android
Bluetooth 5.2
SensoresSensor de frequência cardíaca PPG
Acelerômetro de 3 eixos
Giroscópio de 3 eixos
Funções de treino120 modos de treino
OutrosMonitorização de SpO₂
Monitorização do sono
Monitoramento da saúde feminina
Monitoramento do stress
Preço OLXDesde 40€

Design: semelhante à versão anterior

O design da Xiaomi Mi Band 7 segue a linha dos modelos anteriores, mas apresenta um ecrã maior que oferece um área de visualização 25% maior do que a Mi Smart Band 6. Isto faz com que este modelo seja mais pesado, mas igualmente confortável. Assim como na versão anterior, o ecrã pode ser removido para trocar a pulseira.

Artigo relacionado: Smartwatch ou Smartband? Qual é a diferença?

Ecrã: maior e mais brilhante

O aumento de 1,56 para 1,62 polegadas é uma das principais mudanças introduzidas pela Xiaomi Smart Band 7. Agora é possível contar com um ecrã AMOLED com maior resolução do que o seu antecessor. O brilho também passou de 450 para 500 nits e, a nitidez é ótima, mesmo sob luz solar.

A nova geração desta pulseira inteligente já tem o sistema ‘Always On Display’. Assim, quando a pulseira fica inativa, basta movê-la lentamente para a voltar a ativar.

Desempenho: experiência melhorada, com mais modos de treino, mas ainda sem GPS

Este novo modelo foi melhorado com um processador mais potente, para um maior desempenho gráfico e energético. Como resultado, a navegação é mais suave e oferece uma melhor experiência visual.

Além disso, outra das novidades é a melhoria dos sensores biométricos e a monitorização do desporto. A Xiaomi Mi Band 7 oferece mais modos de treino, passando de 30 para 120, em diferentes categorias. Os números registados durante os treinos são precisos, mas a Xiaomi Mi Band 7 tem de estar corretamente apertada para medir bem.

Além de medir continuamente o nível de oxigénio no sangue (SpO2), stress e qualidade do sono, podes usar a Mi Band 7 para outras funções, como controlar a câmara do smartphone ou a música, ativar o temporizador ou o cronómetro.

Apesar de todas as melhorias, há uma grande ausência que vai desapontar alguns utilizadores. Quem esperava que a Mi Band 7 já oferecesse GPS, terá de continuar a aguardar. Para gravar rotas é necessário ir acompanhado do smartphone. Posto isto, quem gosta de correr ainda tem de esperar por uma evolução neste sentido, para conseguir libertar-se totalmente do telemóvel.

Artigo relacionado: As 10 melhores smartbands para uma vida saudável

Bateria: perfeita para uso intensivo

A capacidade da bateria do novo modelo vai até 180 mAh, enquanto a Mi Band 6 tem uma bateria de 150 mAh. A Xiaomi promete uma autonomia de até 9 dias num uso intenso ou até 14 dias num uso leve. É possível perceber que funções estão a contribuir para o rápido consumo energético, de forma a conseguir ainda mais autonomia.

O carregamento também não é um problema: como de costume, esta smartband vem acompanhada de um carregador magnético e em pouco menos de duas horas a carga volta a ficar completa.

Veredito: a Xiaomi Mi Band 7 vale a pena?

A Xiaomi Smart Band 7 é uma das melhores pulseiras inteligentes com uma excelente relação qualidade-preço, e pode ajudar qualquer pessoa a ter um dia-a-dia mais saudável e prático, seja ou não desportista. Existem diferenças claras em relação ao modelo anterior, como um ecrã maior e brilhante, um processador mais potente que permite uma navegação mais rápida e fluida, e ainda mais aplicações e modos de treino.

Quem tiver uma pulseira inteligente antiga e quiser fazer o upgrade para a Mi Band 7 pode começar por colocar o dispositivo à venda no maior portal de classificados de Portugal, o OLX. Depois, é só aguardar as propostas e conseguir algum dinheiro para comprar uma pulseira nova. Experimenta!


Próximas leituras:

Book Air 13: o portátil mais fino e leve da Xiaomi
O Xiaomi Book Air 13 é um dos portáteis mais finos e …
Realme 10: tudo o que precisas de saber
Descobre quais as características, modelos e preços do Realme 10, e se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *