Está na altura de vender a moto que te acompanhou em tantas aventuras e escolheste – e bem! – o OLX para a venderes? Não te esqueças de seguir as regras de segurança para que o teu negócio se concretize sem qualquer sobressalto.

Como vender uma moto em segurança

1. Dá preferência à plataforma de contacto do OLX

É certo que podes incluir um número de contacto e tratar de tudo por essa via. E até podes achar que se não colocares o teu número de telefone poderás perder interessados. Mas isso não é necessariamente verdade. A grande maioria dos compradores prefere usar a plataforma de contacto do OLX e, dessa forma, conseguirás ter o registo da correspondência entre ti e quem está a querer comprar. E, mesmo depois de haver uma aproximação por outra via (telefone, e-mail, pessoal…), mantém o canal de comunicação no OLX aberto. Por um lado, proteges-te e, por outro, transmites confiança a quem está comprador.

Ainda assim, é importante estares atento a mensagens com links: estes muitas vezes constituem ataques de phishing, através dos quais poderás ficar vulnerável a crimes roubo de informações que poderão resultar em ações fraudulentas com o teu nome, por exemplo.

2 . Reúne a documentação

Não, não irás passar qualquer documento para a mão de um potencial comprador. Mas, é importante que reúnas toda a documentação e disponibilizes a informação que consta na mesma. Afinal, era o que quererias se estivesses a querer comprar. O comprador, provavelmente, irá mostrar-se cauteloso e querer confirmar os dados, cruzando a informação entre o que se lê nos registos e o que a mota exibe. Não tomes essa postura como um ato desconfiado; ele apenas estará a ser precavido. Se tiveres registo das idas à oficina, partilha essa informação – apenas servirá para criar uma maior confiança no negócio.

Artigo relacionado: Como comprar um carro usado em segurança no OLX

3. Marca encontros de dia

É certo que às vezes é uma chatice, já que durante o dia ou tens de estar na escola ou a trabalhar. Mas não arrisques encontros à noite. Prefere sempre combinar um encontro presencial com o comprador, que, claro, quererá ver a mota ao vivo e a cores, de dia. Primeiro, porque será com luz natural que tudo poderá ser mostrado ao pormenor e, depois, porque não vale a pena arriscar um encontro com um amigo do alheio. Não tentes esconder defeitos: o comprador provavelmente vai detetá-los e será sempre muito mais simpático que sejas tu a assinalá-los.

4. Deixa experimentar, mas com cuidados

Num carro é fácil: basta sentares-te no lugar do pendura para que tenhas a certeza de que o potencial comprador de repente não arranca e te deixa a ver navios. No entanto, isso não quer dizer que não possas deixar experimentar a tua mota. Afinal, só tens de te pôr no lugar do outro: comprarias uma mota que não te deixassem testar?

Para que te sintas mais seguro, podes pedir para ficar com um documento de identificação na tua posse, mas o ideal será acompanhares o teste: pede a um amigo que te acompanhe de carro ou de mota para conseguires escoltar o ensaio do comprador interessado. Dessa forma terás não só a certeza de que a mota voltará a porto seguro como refrearás o impulso do interessado em abusar em demasia da tua duas rodas.

Artigo relacionado: Guia para comprar uma moto elétrica usada

Tudo correu às mil maravilhas e o negócio vai seguir em frente. É altura de avançar com a documentação da venda e de receber o dinheiro. E, neste ponto, nem quem está a comprar quer pagar sem ter a certeza de que vai ficar com o bem, nem quem está a vender está para passar a documentação e a propriedade do seu bem sem a certeza de que o dinheiro está do seu lado. No OLX, o conselho é no sentido de se optar receber por transferência bancária, MB Way ou em mãos (tem em atenção que existe um valor máximo de 3.000€ para pagamentos em dinheiro).

5. Guarda tudo

Está tudo certinho: vendeste a tua mota e até obtiveste o valor que querias por ela. O comprador entrou no negócio com a mesma honestidade que tu e tudo correu às mil maravilhas. No entanto, não apagues já a informação sobre a transação: mantém as mensagens, os dados do comprador e de pagamento, etc. Afinal, já diz o ditado: mais vale prevenir…

Agora que já conheces as principais medidas de segurança que deves tomar ao vender uma mota, cria já o teu anúncio!


Próximas leituras:

Pneus recauchutados: bom ou mau negócio?
Está na altura de trocares os “sapatos” do teu carro e ponderas …
5 sítios para conheceres de autocaravana em Portugal
Viajar de autocaravana em Portugal é sinónimo de liberdade, já que proporciona …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *