Dias antes de Portugal entrar em confinamento, os líderes mundiais reuniam em Davos com um tema principal na agenda: tomar medidas para o combate ao aquecimento global. Na lista das ações prioritárias estavam os apoios aos carros elétricos, energias renováveis, reciclagem à escala mundial e… incentivos à criação de casas pré-fabricadas.

Não é por acaso que a massificação das casas pré-fabricadas é uma prioridade em todo o mundo: a construção de casas é feita hoje como há 40 anos, com enormes ineficiências de energia e emissões de carbono cada vez maiores. Segundo alguns estudos, a indústria da construção civil é responsável por até 40% da produção de carbono total.

As casas pré-fabricadas são uma das principais inovações da indústria nas últimas décadas e trazem vantagens importantes para a tua carteira e para o ambiente.

A promessa das casas pré-fabricadas

Estes são os principais benefícios das casas pré-fabricadas:

  • O preço das casas pré-fabricadas é apelativo. Os preços variam (e muito) dependendo da dimensão e materiais, mas hoje em dia é possível comprar uma casa pré-fabricada numa gama de preços entre 10.000 € e 30.000€, uma fração do custo de construir uma casa pelos métodos tradicionais. Como regra geral, uma casa pré-fabricada com a mesma área e os mesmos acabamentos terá um custo até 20% inferior do que uma casa construída da forma comum.
  • Construir uma casa pré-fabricada é mais rápido. Para sermos exatos, construir uma casa pré-fabricada é até 50% mais rápido do que uma casa tradicional. Isto porque os processos são standardizados e otimizados em fábrica – os atrasos na construção e derrapagens no orçamento são menos prováveis.
  • O processo é controlável do ponto de vista ambiental. Como a construção acontece num ambiente controlado, é mais fácil garantir que são seguidas as normas ambientais.
  • Com uma produção industrial, é mais fácil manter os custos baixos. Melhor: é possível saber exatamente quanto a casa vai custar antes de começar a construir – algo que hoje é praticamente impossível.
  • As casas pré-fabricadas são modulares. Em vez de construir uma casa para a vida, tipicamente com espaço a mais do que é efetivamente necessário, uma casa pré-fabricada permite que sejam facilmente adicionadas ou removidas divisões à medida que são necessárias. Esta opção traduz-se em custos de utilização e manutenção inferiores, desde o primeiro dia de habitação.
  • As casas pré-fabricadas permitem personalização. Sabias que podes configurar uma casa a partir de um catálogo, da mesma forma que o farias com um carro? Nas casas pré-fabricadas, podes personalizar os principais elementos construtivos: desde a área de construção e disposição das divisões até pequenos detalhes como a localização das tomadas elétricas.
  • Acompanhar a construção deixa de ser um problema. Quem já acompanhou uma obra sabe o esforço e acompanhamento que é exigido para evitar derrapagens. Para não falar do impacto que tem no quotidiano dos habitantes da casa quando estão envolvidas remodelações estruturais como novas divisões da casa. Com as casas pré-fabricadas, 80% da construção é feita em fábrica. O único processo que acontece no local é a instalação e tipicamente demora apenas algumas semanas.

Sabias que no OLX encontras dezenas de casas pré-fabricadas? 

O que ter em conta ao comprar uma casa pré-fabricada

Ao escolher uma casa pré-fabricada, tem em conta estes fatores:

  • Assegura o transporte da casa para o local antes de comprar. Antes de comprar, verifica se é possível transportar a casa que estás a pensar para o local de instalação. Dependendo do tamanho da casa e do local em concreto, pode ou não ser possível.
  • Verifica a legislação aplicável. Nomeadamente, no que toca à proteção ambiental. O melhor é informares-te com os Municípios e Juntas de Freguesia sobre as leis que se aplicam, antes de começar a construir.
  • Se estiveres a acrescentar um módulo a uma casa já existente, verifica o projeto e as estruturas. Muitas pessoas procuram uma solução pré-fabricada para fazer um acrescento à casa em que vivem. Para o fazer sem problemas, é necessário garantir que a casa suporta o peso adicional e, em muitos casos, fazer um novo projeto de arquitetura que tem de ser submetido para aprovação.
  • Prepara o acompanhamento durante a instalação. A instalação da casa pré-fabricada no local pode demorar algumas semanas, em que muitos dos materiais já estão colocados e a casa exposta a roubos e vandalismos. Define como vais vigiar a casa durante esse período para não teres surpresas desagradáveis.
  • Considera um modelo híbrido. Hoje em dia, é comum encontrares soluções híbridas – em que parte da casa é construída recorrendo aos métodos tradicionais, e outra parte pré-fabricada.
  • Não te esqueças da eletricidade, canalizações e isolamento da casa pré-fabricada. Estes são alguns dos elementos que são tipicamente negligenciados numa fase inicial e que têm custos avultados para alterar depois da casa estar instalada.
  • Verifica as condições dos empréstimos a habitação. A maioria dos bancos oferecem empréstimos para este tipo de casas, mas é importante verificar. No entanto, cada banco tem regras diferentes e cada situação será diferente.

Uma casa sustentável com certeza

O futuro das casas pré-fabricadas

O mundo das casas pré-fabricadas está em constante evolução e há novas tendências a surgir todos os dias.

Umas das principais tecnologias que pode mudar o panorama das casas pré-fabricadas é a impressão 3D. Será que no futuro vamos ser capazes de imprimir as nossas próprias casas?

Nos próximos anos, espera-se que cada vez mais escolas, escritórios, hospitais e até hotéis adotem soluções modulares. À medida que a densidade populacional aumenta nas cidades, a procura por soluções pré-fabricadas continua a crescer – segundo alguns estudos, a um ritmo de 6% por ano.

Banner com mensagem "encontra tudo o que precisas no OLX"

As casas pré-fabricadas são uma das soluções de construção mais económicas e amigas do ambiente. A construção destas estruturas traz um maior grau de certeza ao projeto e é uma excelente opção quando os prazos e os orçamentos são apertados.


Próximas leituras:

Esquentador ou cilindro: qual escolher?
Descobre como escolher entre um esquentador ou cilindro. Estes são os principais …
Gás ou eletricidade: qual é a melhor opção?
Descobre como escolher entre gás ou eletricidade, quais as principais diferenças entre …

4 comentários a “Casas pré-fabricadas: mais rápidas, baratas e sustentáveis”

  1. Fernando Monteiro diz:

    Boa noite.
    Gostava de saber se é ou não necessária autorização da Câmara Municipal para construção de casa pré-fabricada. Obrg

  2. Juliopereira diz:

    Pretendo conhecer modelos de casas para um complexo a instalar

  3. Isilda Dimors diz:

    Gostaria obter informações sobre casas pré fabricadas.
    Obrigado

  4. Maria Cabral diz:

    A minha casa está situada no concelho de Azambuja, mas sobra muito terreno, onde já tive uma horta, mas que neste momento não está a ser aproveitado. Idealizei colocar nesse espaço uma casa pré-fabricada para receber amigos ou familiares.
    A minha pergunta é: Tenho que pedir autorização à Câmara?
    Aguardando a vossa resposta, subscrevo-me com consideração,
    Maria Cabral

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *