“Resolver a pandemia de COVID-19 é fácil a comparar com o aquecimento global”. Foi com estas palavras que Bill Gates surpreendeu o mundo no seu novo livro Como evitar um Desastre Ambiental. O fundador da Microsoft foi ainda mais longe para explicar que resolver os desafios ambientais era a “missão mais ambiciosa da história da Humanidade”.

Enquanto por todo o mundo ainda se combate a COVID-19, estas palavras podem parecer desfasadas. No entanto, o cronómetro para a irreversibilidade das mudanças climáticas continua a contar, com ou sem pandemia.

Tendo em conta que o consumo de energia é uma das principais causas das mudanças climáticas, é importante perceber o que significa exatamente.

O que significa consumo de energia

Em Portugal, o consumo de energia é de cerca de 2 toneladas de equivalentes de petróleo per capita num ano, segundo dados de 2015. Em termos comparativos, é inferior ao de países como Espanha e Itália, mas ainda assim superior à média global.

Mas o que significa exatamente consumo de energia? Esta expressão refere-se a toda a energia despendida para realizar uma ação, seja na produção de um brinquedo ou no ato de lavar os dentes.

Para se apurar o consumo de energia, é necessário ter em conta toda a cadeia de valor, não apenas o ato em si.

Segue estas 5 dicas para tornares a casa mais eficiente

O teu consumo de energia num dia normal

Tomar banho

Cada minuto a mais no banho custa de cerca de 10€ por ano. Ou seja, se em vez tomares banhos de 10 minutos passares a 9, por exemplo, estás a poupar 10€ na conta ao final do ano. Pode não parecer muito, mas já imaginaste se encurtares os banhos para metade do tempo? E se toda a gente aí em casa fizer o mesmo? E se toda a gente em Portugal o fizesse também?

Resumindo, se tomares um banho por dia de cerca de 8 minutos, o teu consumo de energia apenas para tomar banho ronda os 0.15€/dia.

Cozinhar

Os fornos usam diferentes níveis de energia dependendo da temperatura em que estão configurados. Numa temperatura média a alta, um forno elétrico médio utiliza cerca de 2.400 watts. Se estimarmos que o forno funciona 1 hora por dia, o custo é de cerca de 0.5€ por dia ou 150€ ao longo do ano.

Como reduzir este consumo de energia? Cozinhando os alimentos em lotes e escolhendo o método “eco” de funcionamento. Também podes optar pelo microondas, que consome menos energia do que o forno, quando for possível.

Carregar o telemóvel

O telefone médio usa cerca de 4 watts de energia enquanto está a carregar (o que leva cerca de duas horas) e 2,2 watts quando carregado, mas ainda ligado à tomada. Portanto, se deixares o telemóvel a carregar toda a noite, o custo é de cerca de 0,03€ por dia ou 11€ por ano.

Lavar a roupa

Se tiveres uma máquina de lavar roupa de 1.200 watts e se lavares roupa 5 vezes por semana, o custo é de cerca de 0.14€ por dia ou 50€ por ano.

Mas podes reduzir o consumo de energia significativamente se passares a temperatura para 30 graus e se carregares totalmente a máquina em vez de a encher só pela metade.

10 dicas para uma lavagem de roupa mais eficiente

Ir para o trabalho

Em Portugal, é comum usar-se um valor de referência de 0.34€/km para o custo total de uma deslocação. Se moras a 10km do trabalho, o custo é de cerca de 7€ por dia, sem contar com portagens. Se te deslocas 250 dias por ano, isso equivale a 85€ por km por ano.

Aquecer a casa

Portugal é dos países da União Europeia em que mais pessoas, quase dois milhões no total, não têm capacidade para aquecer as suas casas (19% da população em Portugal por comparação com uma média de 7% na UE-27), segundo os dados, de 2019, do Eurostat.

Feitas as contas, o custo com eletricidade de um único aquecedor a óleo pode ser facilmente superior a 8€ por dia.

Para reduzir esta forma de consumo de energia, podes:

  • Desligar os aquecedores a óleo durante a noite;
  • Evitar colocar os aquecedores no máximo;
  • Reforçar o isolamento de portas e janelas para evitar a entrada de ar frio na habitação;
  • Substituir os vidros simples por vidros duplos que reduzem as perdas de calor para o exterior, e também o ruído.

Estas são apenas algumas das componentes do teu consumo de energia diário. Ter visibilidade sobre estes números pode ser o primeiro passo para corrigir comportamentos e contribuir para um futuro mais sustentável.

Se estás pronto para começar a poupar, confere estas 10 dicas simples que qualquer pessoa pode seguir.


Próximas leituras:

Esquentador ou cilindro: qual escolher?
Descobre como escolher entre um esquentador ou cilindro. Estes são os principais …
Gás ou eletricidade: qual é a melhor opção?
Descobre como escolher entre gás ou eletricidade, quais as principais diferenças entre …

Um comentário a “Qual é o teu consumo de energia diário?”

  1. Esmeralda diz:

    Se a energia não fosse tão cara podíamos ter conforto no inverno.
    Mas infelizmente, uma grande parte das pessoas não tem dinheiro para pagar a energia.
    Essa de poupança todos nós obrigatóriamente temos de poupar .
    O dinheiro não chega para tudo.
    Os nossos governantes, e os senhores deste país , bem o desviam !
    E não há previsão para essa gente.
    Vivemos num país de ladrões.
    Vigaristas .
    E depois quem tem de poupar é quem mal tem dinheiro para comer .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *