O objetivo dos routers é distribuir o sinal Wi-Fi, enviando esta informação para dispositivos como o computador, telemóvel ou tablet. Mas será que é deste equipamento que precisas para ter melhor sinal em todos os pontos da casa?

Para responder a esta pergunta, importa perceber primeiro a diferença entre um modem, um router e um ponto de acesso Wi-Fi. Podem parecer semelhantes, mas têm funções diferentes.

Modem, router e ponto de acesso Wi-Fi

Um modem é o dispositivo que liga à internet, através de cabo, fibra ótica ou linha telefónica. É o ponto de contacto entre a tua casa e o exterior, o equipamento que faz a ponte entre o fornecedor e os teus equipamentos.

Mas a ligação do modem aos teus dispositivos não é direta. Acontece por via de um intermediário, o router, que cumpre uma função de roteamento (daí o nome) do sinal. Ou seja, liga vários dispositivos ao modem ao mesmo tempo. Para uma comunicação sem falhas, o router também trata da gestão dos endereços IP de todos os dispositivos na rede.

Resumindo, o modem recebe a informação vinda da internet e envia-a para o router que, por sua vez, envia para o dispositivo que a pediu. Por fim, os pontos de acesso Wi-Fi permitem aumentar a área coberta pela rede, muito além do alcance da rede de um router, adicionando mais pontos de acesso.

Amplificador WiFi: para te manteres conectado 24/7

Porque devo comprar um router?

Se há mau desempenho do router atual, má propagação do sinal wireless ou se o router tem poucas opções de configuração e personalização, com um novo equipamento passas a ter mais liberdade nesse sentido. Dependendo das características do novo router, podes ter uma melhor performance.

Os routers podem até parecer todos iguais, mas existem centenas de modelos diferentes, com variados atributos e características próprias. Por esse motivo, ao comprar um router, é preciso ter em conta alguns fatores.

O que ter em conta na hora de comprar um router

Para comprar o router certo, é necessário considerar diferentes fatores, entre elas as dimensões e disposição da casa, para além das características técnicas do equipamento.

Verifica as características de acesso à internet

Mais do que a ficha técnica, presta atenção às características do router no que respeita ao seu acesso à internet. Cabo, fibra ótica ou wireless não são a mesma coisa. Tem também em conta a velocidade de acesso contratada.

Tem em conta a tipologia da tua casa

Deves considerar o local onde vais instalar o router e quais os obstáculos que este vai ter, de acordo com a tipologia da tua casa. Isto pode implicar criar um ponto de acesso à rede sem fios num canto oposto da casa, face ao local onde o pretendes instalar. Todas as paredes e aparelhos eletrónicos são barreiras a considerar.

Considera se é a melhor opção

Face a uma casa com muitos obstáculos, o router pode não ser a melhor solução para o que pretendes. Os hotspots podem ser uma alternativa para aumentares a cobertura da rede em toda a casa e diminuíres as falhas de ligação.

Define o tipo de utilização

O que precisas de fazer com a tua rede Wi-Fi pode ajudar-te a definir o router mais adequado. Ver um filme ou uma série em streaming é diferente de jogar online, por exemplo.

Para veres conteúdo streaming em 4K, vais precisar de uma velocidade que pode ir de 10Mbps a 25Mbps. Além disso, quanto mais utilizadores estiverem na rede, maior será o nível de exigência.

Verifica as diferentes frequências e velocidades do router

Um router pode operar na banda 2,4GHz ou 5GHz, sendo que a maior diferença entre ambos diz respeito à velocidade de transferência e ao alcance que conseguem atingir na propagação do sinal. Em condições ideais, a banda 2,4 GHz suporta até 450 Mbps ou 600 Mbps, dependendo da classe do router. A de 5 GHz suporta até 1.300 Mbps, com wave 2.

Alcance ou velocidade?

Existem diferentes larguras de banda entre os routers, sendo a single ou dual-band as mais comuns. A frequência single band oferece-te uma rede wireless em 2.4GHz. Já a dual band disponibiliza uma rede em 2.4GHz e outra em 5GHz, permitindo a transmissão de dados em muito menos tempo.

A banda 2,4 GHz está repleta de interferências de objetos domésticos e de outras redes próximas, mas é o mais comum nas redes sem fios, uma vez que oferece suporte a muitos dispositivos.

Por sua vez, a banda 5GHz opera sobre o espectro de 5GHz, que é menos congestionado. Por outro lado, as ondas mais curtas utilizadas pela banda de 5 GHz tornam-se menos capazes de atravessar paredes e objetos sólidos e têm menos alcance.

Resumindo, a banda de 2,4 GHz oferece um sinal que garante uma boa cobertura, mas não é tão rápido ou constante. Já a banda de 5 GHz oferece um sinal que garante uma melhor largura de banda, mas com uma cobertura inferior. Portanto, o ideal será optar por um router que suporte ambos os espectros ativos em simultâneo.

Um ou vários andares?

Se procuras um router para obter um maior alcance, aposta numa antena com maior dBi (decibéis isotrópicos). Se vives numa casa de dois andares, uma antena de 2dBi é melhor que uma de 5dBi, isto porque as ondas conseguem subir com maior facilidade. Caso seja num ambiente plano, uma antena de alto dBi é sempre melhor.

Conclusão: Um novo router é mesmo para ti?

Se gostas de jogar online, nem mesmo o melhor router vai oferecer o mesmo desempenho e a consistência de um cabo Ethernet.

Se tiveres um serviço de televisão IPTV (Internet Protocol Television) na rede onde vais querer instalar o router, deves ter alguma precaução no sentido em que, normalmente, apenas o router fornecido pela operadora permite que o serviço de televisão funcione sem quaisquer problemas.

O tamanho da tua casa também importa. Um router mais recente de padrão N, possui uma abrangência de 100 metros para oferecer as melhores condições. Já os routers de padrão AC, também recentes no mercado, permitem velocidades superiores, mas têm um alcance inferior, num máximo de 10 metros.

Em casas muito grandes, o ideal é adquirir um repetidor de sinal Wi-Fi ou, então, colocar o router num sítio estratégico, de preferência num ponto central da casa, como um corredor, ou mais próximo dos locais onde garantidamente vão ter mais uso.

Encontra o teu novo router no OLX

Comprar um router tem por objetivo uniformizar o sinal em tua casa. Por isso, tem de ser um equipamento eficiente e que te ofereça uma resposta adequada. Com estas dicas estás mais perto de encontrar o melhor router para ti, que podes escolher na maior plataforma de classificados de Portugal, o OLX.


Próximas leituras:

Smartwatch ou Smartband: qual é a diferença?
Estás indeciso entre comprar um smartwatch ou smartband? Vamos revelar-te as principais …
Os 5 melhores drones baratos para comprar em 2021
Trazemos-te a seleção OLX de drones baratos e bons disponíveis no mercado. …

Um comentário a “Qual é o melhor router para ter em casa?”

  1. Carlos Maciel diz:

    Trabalho em comunicações há 12 anos… Parei de ler o texto logo ao início onde diz o seguinte “O objetivo dos routers é distribuir o sinal Wi-F”, está descrição de router está totalmente errada. Um router serve para routear dados, num modo geral controlar entrega e recepção de pacotes com rotas (routing) ao exterior.
    Um bom router por segurança não tem Wi-Fi, quanto muito tem backup 4G.
    Cumprimentos e bons estudos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *