É possível transformar uma carrinha numa autocaravana. Com os cuidados certos, nem é preciso gastar muito dinheiro. Descobre o que ter em conta para o fazer, quais os passos mais importantes e quanto pode custar.

Passo a passo para transformares a tua carrinha numa autocaravana

Segue estes passos para criar uma autocaravana de sonho a partir da carrinha.

Avalia o potencial da carrinha

Nem todas as carrinhas são uma boa opção para transformar numa autocaravana. Entre as melhores escolhas contam-se a Citroen Jumpy, a Mercedes Spinter ou a Ford Transit que oferecem mais espaço, facilitam a transformação e não são difíceis de conduzir.

É necessário que tenha espaço para uma cozinha, mesa de refeições, casa de banho, água quente e eletricidade. Pode parecer óbvio, mas a carrinha original deve ter espaço para que os utilizadores consigam caber de pé lá dentro.

Faz-te à estrada a bordo de uma autocaravana

Revisão geral e limpeza

Antes de começares as transformações, leva a carrinha a um mecânico para uma revisão geral. Trata do que for necessário antes de começarem os investimentos. Podes aproveitar para uma mudança de óleos, filtros, pastilhas de travões e correia do alternador, por exemplo.

Desta forma, evitas ser surpreendido com custos de revisão depois de já teres feito um investimento considerável na transformação da carrinha.

Aproveita também para limpar a carrinha. Tira toda a gordura e poeira para não comprometer a aderência dos materiais que vais querer colocar na estrutura da tua carrinha transformada.

Podes aplicar também uma tinta branca antiferrugem em todo o lado da caixa da carrinha. Um pequeno ponto pode virar um buraco e, com ele, chegar a indesejada humidade.

Planta

Para teres uma melhor perceção de como vai ficar a carrinha transformada, é essencial desenhar uma planta. Naturalmente, é útil ver o interior de algumas autocaravanas. A experiência numa, por muito curta que seja, é fundamental para perceber o que precisas de incluir.

Nesta fase deves sempre consultar um Engenheiro qualificado, etapa essencial para o processo de legalização.

Estrutura

O chão vai ser a base de toda a estrutura da carrinha, por isso, merece uma atenção especial. Faz as medições com calma e paciência.

O contraplacado fenólico é uma boa opção, é um material ligeiro e que não absorve muito a humidade, ao contrário do que acontece com a melamina ou o MDF. Os cortes devem ser feitos exatamente à medida da carrinha e não te esqueças do tratamento de verniz para proteger a madeira.

Para finalizar o chão da carrinha podes aplicar chão flutuante, uma vez que é leve, de fácil limpeza e aconchegante.

5 destinos rurais em Portugal para as tuas próximas férias

Isolamento

O isolamento é uma das partes mais importantes na transformação de uma carrinha. Existem vários tipos de materiais para este efeito, influenciando o orçamento questões como a resistência térmica e à humidade. Para um isolamento económico podes optar por placas de esferovite.

Uma barreira anti vapor vai permitir que nenhum vapor passe do habitáculo para a estrutura da carrinha, criando um obstáculo que previne a formação de humidades. Os banhos, os cozinhados e até a própria respiração vão criar humidade na carrinha e é importante que não afete a estrutura.

Para complementar o isolamento podes utilizar uma espuma expansiva e lã mineral.

Sistema de águas

A tua carrinha vai precisar de um lavatório e um chuveiro, e o depósito de água vai ser o acessório mais importante da instalação. Os tanques são feitos de um plástico muito duro e têm preços e tamanhos diferentes. As capacidades variam de 20 litros para um tamanho básico, até 200 litros se quisermos autonomia máxima.

O sistema de águas sujas geralmente é colocado com uma capacidade um pouco menor do que o depósito de água limpa e é instalado na parte inferior da carrinha. Mas depende muito de cada caso.

Para o sistema das águas limpas podes optar por um depósito de 100 litros na parte de trás da carrinha, que vai durar cerca de 4 a 5 dias, considerando duas pessoas a viver dentro da carrinha, incluindo banhos, lavagem de loiça, etc.

Aos depósitos, terás de acrescentar uma bomba para conseguir água corrente nas torneiras e chuveiro. Podes optar por uma bomba submersível, mais simples e económica, ou uma bomba de pressão.

Sistema elétrico

Uma boa instalação elétrica vai permitir ligar todos os acessórios, eletrodomésticos e luzes dentro da carrinha. Normalmente, à bateria original do veículo teremos que conectar uma segunda bateria auxiliar (ou mais) sempre dependendo da autonomia desejada e das necessidades particulares.

A eletricidade é um assunto sério, uma vez que fios mal ligados podem dar origem a curto-circuitos, podem derreter ou até originar incêndios. Neste sentido, aconselhamos-te a procurar um profissional especializado para tratar desta parte e ficares mais descansado e seguro.

Cozinha

Para a cozinha, o gás pode ser uma boa opção para quem quer instalar um fogão fixo. Mas também pode servir para ligar o frigorífico ou o aquecimento de água. Aqui temos várias opções:

  • GPL: Esta é uma das melhores opções, é o mais prático e mais barato, e permite abastecer em qualquer bomba da Europa que venda GPL. Além de não ser preciso mudar a garrafa, pode ser usado em temperaturas negativas, ao contrário do Butano.
  • Butano: É o tipo de gás mais comum. Como vantagem, o Butano é mais barato, embora tenha a inconveniência de poder congelar com temperaturas negativas. 
  • Propano: Este tipo de gás oferece uma chama mais quente, mas é considerado mais perigoso, sendo por vezes desaconselhado o seu uso até em casa.
  • Campingaz: Tem como vantagem existir em formatos mais pequenos (2kg), pelo que pode ser a melhor opção para carrinhas de menores dimensões. No entanto, é bastante mais caro que os outros tipos.

Para completar a cozinha da carrinha, temos de acrescentar um frigorífico. Entre as opções mais comuns temos: os frigoríficos de compressor 12V/220V ou os frigoríficos termoeléctricos.

Procedimentos legais

Uma carrinha transformada precisa de ser homologada para que fique em situação regular. Para tal, deves dirigir-te ao Instituto de Mobilidade e Transporte (IMT) e pedir a consideração para Veículo Especial Autocaravana.

A homologação pode ser um processo longo, mas vai acabar por se revelar uma boa recompensa quando puderes usufruir da tua carrinha transformada ao longo da Costa Vicentina ou, quem sabe, da Rota Alentejana. Estes são os documentos que precisas:

  • Formulário Modelo 9 IMT;
  • Documento alfandegário (DAV) comprovativo da regularização do Imposto Automóvel (se devido);
  • Pedido de aprovação de plano individual de transformação (assinado por um Engenheiro devidamente qualificado);
  • Desenhos do veículo transformado à escala adequada (o desenho deve apresentar as alterações pretendidas, com as diferentes vistas devidamente cotadas);
  • Memória descritiva;
  • Documento de identificação do veículo (Livrete + Título de Registo de Propriedade ou Certificado de Matrícula);
  • Documento de identificação do requerente.

Nota ainda que se o peso for superior a 3.500 kg, o veículo será considerado pesado, e, nesse caso, deves verificar se a tua carta de condução te habilita para a sua condução.

Encontra a tua carrinha no OLX

Quanto custa a transformação da carrinha?

Abaixo encontras o orçamento estimado para as transformações afetas à estrutura, ao sistema de água, gás e elétrico e legalização. A isto deves acrescentar o orçamento para o recheio, consoante as tuas preferências de materiais, cores e quantidades de armários, louças e outros com que queres equipar a tua carrinha transformada.

CUSTO ESTIMADO
Isolamento300€
Sistema elétrico600€
Cozinha Campingaz20€
Frigorífico termoelétrico100€
Sistema de água400€
Colchão150€
ISV (varia consoante a cilindrada e a idade do carro)700€ (ver simulador)
VALOR ESTIMADO2.270€

O valor total é de cerca de 2.300€, ao qual é necessário somar todo o recheio. Caro, mas ainda assim bem mais barato do que comprar uma autocaravana que, mesmo em segunda mão, pode custar à volta de 20 mil euros.

Transforma a tua carrinha da forma como quiseres com o OLX. Vive grandes aventuras!


Próximas leituras:

5 passadeiras de corrida a partir de 200€
Com tantas opções, escolher passadeiras de corrida é um exercício de resistência. …
As melhores sapatilhas running por menos de 100€
Correr faz parte da tua rotina? Descobre 7 excelentes modelos de sapatilhas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *