O confinamento, devido à pandemia causada pelo Covid-19, faz com que estejamos a passar mais tempo em casa e, com isso, vemos a conta da água, do gás e da eletricidade a ter um aumento significativo todos os meses.

Tens, então, uma boa oportunidade para repensar e otimizar o teu consumo de energia.

Neste artigo, vamos abordar alguns passos importantes para que possas poupar na eletricidade, principalmente durante a quarentena. Estas dicas implicam mudanças nos teus hábitos e comportamentos, e apelam a uma maior consciência em relação ao consumo energético, de forma simples e prática.

1. Revê o contrato de eletricidade

Tipo de tarifa elétrica

É importante verificar o tipo de tarifa contratada e saber se, efetivamente, estás a perder dinheiro ou não. Existem tarifas de luz que permitem poupar mais dinheiro se usufruires da eletricidade à noite, por exemplo. Estas são as tarifas bi-horárias, muito adequadas para quem está o dia inteiro fora de casa, e só à noite ou fins de semana, gasta mais luz. No entanto, fora destes dois períodos, vais pagar uma tarifa mais alta.

Confirma se tens uma tarifa simples ou bi-horária. Fará sentido ter uma tarifa de dia mais cara, se neste momento passas todo o dia em casa?

Potência contratada

Por outro lado, sabes que potência elétrica tens contratada? É comum pagarmos por uma potência mais alta do que aquela que realmente precisamos. Não te esqueças: quanto mais alta for a potência, mais alta é a conta todos os meses. Se reduzires a potência, vais reduzir a fatura da luz também.

Revê as condições contratuais

Sabemos que o mercado é livre e a concorrência é cada vez maior. Por isso, analisa as várias opções de companhias de eletricidade, compara preços e ofertas. Caso necessites de aconselhamento sobre as melhores propostas de eletricidade, entra em contacto com cada uma delas para te darem todas as informações.

2. Apaga todos os aparelhos que estejam em “stand by”

Já ouviste falar de “consumo fantasma”? O modo stand by pode parecer inocente, mas não é.

Computadores, telemóveis ou televisões, são alguns dos eletrodomésticos que deixamos muitas vezes ligados mesmo quando não os usamos. Implementa o hábito de desligar estes aparelhos completamente, e vais conseguir uma poupança na fatura da luz de até 12%.

3. Aquecimento

Mesmo com o verão à porta, por vezes pode haver a necessidade de ligar o aquecimento. Coloca a uma temperatura suficiente para não sentires frio, mas que também não arruine a fatura da luz.

Nessas alturas, é preferível vestir uma peça de roupa adicional do que pensar logo em ligar o aquecimento. Podes ainda aproveitar o calor do forno, quando acabas de cozinhar, para aquecer a cozinha. Parece um pouco descabido, mas faz diferença.

4. Usa os eletrodomésticos de forma inteligente

Mantém o frigorífico longe de fontes de calor para evitares que tenha que fazer um esforço adicional para manter a temperatura ideal dos alimentos. Por outro lado, lembra-te que o frigorífico consome menos energia se estiver cheio do que se estiver vazio.

Quando fores lavar a roupa, opta por programas com água fria. A máquina de lavar roupa consome mais quando tem de aquecer água. Podes experimentar também usar uma lavagem “ECO” – é mais inteligente e não interfere na lavagem.

5. Aproveita ao máximo a luz natural

Sim, o tempo por vezes pode estar instável, mas agora temos mais horas de sol.

A luz natural é um dos nossos maiores aliados quando queremos baixar a conta da eletricidade, e podes aproveitá-la de forma útil para conseguires esse objetivo.

Abre as cortinas e as persianas durante o dia, seja verão ou inverno. Podes também organizar melhor as divisões da tua casa para que a luz entre melhor.

Lembra-te que a luz natural fará a diferença não só na conta ao final do mês, mas também na tua boa disposição diária.


Próximas leituras:

5 dicas para acabar com a humidade em casa
O inverno traz consigo o frio e a humidade. Se também sofres …
Dá uma segunda vida às rolhas de cortiças que tens em casa
Pronto para um novo projeto DIY? Mostramos-te 10 formas criativas para reaproveitares …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *