Uma grande parte do consumo energético de uma casa prende-se com os sistemas de ar condicionado. Por isso, um dos melhores investimentos que podemos fazer nas nossas casas é em aerotermia, um sistema que torna a casa mais eficiente em termos de energia, consegue poupanças no final do mês e, claro, ajuda o meio ambiente.

Mas em que consiste exatamente a aerotermia e como funciona?

O que é aerotermia

Aerotermia refere-se ao processo que transforma a energia térmica do ar e a transfere para o interior da casa, para aquecer ou arrefecer o ar e a água, de forma eficiente.

A aerotermia funciona com base nos princípios da termodinâmica: transporta calor do ar (energia térmica) de um ambiente para outro. Por meio de uma bomba de calor, a energia térmica existente é recuperada do ar e transportada por um circuito cheio de refrigerante no qual ocorre uma troca de temperatura.

Nesse circuito, o refrigerante passa do estado gasoso para o líquido com a ajuda de um compressor. Durante este processo, o gás transmite a sua temperatura ao ar ou a um circuito de água quente. A energia gerada é depois passada para o circuito de aquecimento e para a água quente sanitária de casa. Este esquema ilustra resumidamente o processo.

Este processo térmico traz várias vantagens a nível de poupança e de conforto, mas também para o meio ambiente. 

Quais são as vantagens para a tua casa?

A aerotermia torna a casa mais sustentável, o que tem como consequência uma poupança na fatura elétrica no final. Mas as vantagens não ficam por aqui:

  • A aerotermia é energia renovável. É o sistema mais eficiente com zero emissões de dióxido de carbono. A bomba funciona com um compressor que usa eletricidade para transportar calor, e não para o gerar. Por isso, o consumo é muito inferior ao de uma caldeira ou aquecimento elétrico.
  • A energia não utilizada é armazenada. Com recurso a pequenas baterias, a energia que é gerada pela aerotermia e não é utilizada nesse momento pode ser guardada para mais tarde.
  • Funciona como ar-condicionado no verão. A aerotermia é reversível, o que quer dizer que se pode usar como bomba de calor no inverno e ar-condicionado no verão.
  • A instalação da Aerotérmica é muito versátil. Adapta-se perfeitamente a qualquer meio ou local.
  • Não existe combustão. Não há fumo, gases ou temperaturas muito elevadas, o que torna este sistema mais seguro.

10 dicas para uma casa sustentável

Quanto se poupa ao final do mês com a aerotermia?

Um sistema de aquecimento aerotérmico consegue obter poupanças de até 70% nas contas, em comparação com os métodos tradicionais de aquecedores a óleo, a gás ou até a pellets.

A poupança ocorre porque as bombas de calor são capazes de aquecer o ar e a água utilizando menos energia. A título de exemplo, a aerotermia desperdiça menos 25% de energia do que o gás natural e 50% do que o gasóleo para aquecimento. Por todas estas razões, a aerotermia é especialmente adequada para novas construções, moradias ou casas unifamiliares, bem como para renovações de edifícios.

Implementar este sistema exige um investimento inicial, que é compensado no futuro com a poupança nas faturas elétricas. O preço de um sistema aerotérmico varia consoante a dimensão do espaço, o equipamento que fornece calor ou frio, bem como a marca escolhida. Para se ter uma ideia, o equipamento aerotérmico rondará os € 2.000 e a instalação numa casa unifamiliar costuma custar pelo menos € 600.

Para ajudar com este investimento, podes considerar concorrer ao Fundo Ambiental. Este apoio do Estado para tornar as casas mais sustentáveis cobre com uma média de 70% de comparticipação e valores limite que podem ir dos 500€ aos 3.000€.

Para tirar o máximo rendimento do sistema poderá ser preciso ainda rever os radiadores, e até instalar piso radiante, cujos preços diferem dependendo do tamanho, potência e marca.

O que ter em conta antes de avançar para a aerotermia

Se a aerotermia é para ti, confere esta listagem do que deves ter em conta antes de contratar esta solução:

  • É necessário instalar dois módulos, um externo que produz a energia e outro interno que a armazena, por isso é fundamental ter espaço para os colocar.
  • Para tornar o mais eficiente possível é necessário ter piso radiante ou, caso contrário, radiadores de baixa temperatura, o que pode ser um custo mais elevado ou uma ótima obra na casa.
  • A aerotermia é ideal para o clima mediterrâneo moderado. Se vives numa zona que atinge temperaturas negativas no inverno e muito elevadas no verão, podes sentir diferenças no desempenho do sistema.
  • Verifica a potência elétrica contratada e, caso esteja muito próxima do que já consomes, deve ser aumentada um pouco, embora nem sempre seja necessário.

Também deves ter em conta que a aerotermia não é a única forma de criar uma casa sustentável. Existem muitas outras formas que podes conhecer neste artigo.

O OLX é o parceiro de quem procura uma casa mais sustentável

De forma resumida, a aerotermia é o processo de aproveitar a energia térmica no ar exterior para arrefecer ou aquecer o ambiente e água dentro de casa. É uma forma simples de poupar na fatura ao final do mês, aumentar o conforto, e ajudar o ambiente.

Tem um custo inicial de instalação que deve ser tido em conta, mas que pode beneficiar de apoios do estado e que é compensado todos os meses com a poupança nos custos elétricos.

O OLX é o parceiro de todos os que estão à procura de tornar a sua casa mais sustentável.


Próximas leituras:

Esquentador ou cilindro: qual escolher?
Descobre como escolher entre um esquentador ou cilindro. Estes são os principais …
Gás ou eletricidade: qual é a melhor opção?
Descobre como escolher entre gás ou eletricidade, quais as principais diferenças entre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *