Gás ou eletricidade? A dúvida é comum entre quem pretende mudar de casa. Esta é uma decisão que pode representar poupança ao final do mês e que nem sempre é fácil de tomar, visto que os dois sistemas têm vantagens e limitações. A melhor opção para cada caso vai depender de diversos fatores, entre os quais a tarifa energética e o abastecimento de gás natural canalizado. Descobre em que situações compensa mais escolher cada opção.

7 dicas para aquecer a casa de forma ecológica

Gás ou eletricidade? Prós e contras do gás

O gás natural é uma das formas de fornecimento mais económicas. Pelo preço e elevado rendimento, representa muitas vezes a melhor opção disponível para os consumidores. Mas nem sempre.

Vantagens do gás

A principal vantagem do gás natural continua a ser o preço, mas não é a única. Estes são os principais benefícios de optar pelo gás.

  • Permite poupar nas contas ao final do mês. O preço do gás natural tem aumentado, mas a um ritmo inferior do que de outras formas de energia.
  • É a opção com maior eficiência energética. As caldeiras de condensação têm uma eficiência superior, ou seja, consomem menos para obter o mesmo resultado, do que outras formas de aquecimento. Esta característica faz com que o gás seja mais barato, mas também que ajude o planeta.
  • É uma fonte de energia natural. Tal como o nome indica, o Gás Natural é uma fonte de energia de origem natural que resulta da decomposição de matéria orgânica vegetal e animal, acumulada ao longo de milhões de anos em jazidas naturais subterrâneas. Desde a sua extração até chegar ao consumidor final, não sofre processos significativos de transformação industrial, sendo essencialmente utilizado tal como existe no subsolo. 
  • O gás natural é o combustível fóssil mais limpo. O gás natural é considerado o combustível fóssil mais limpo porque da sua queima resultam menores emissões de óxidos de enxofre e de azoto (responsáveis pelas chuvas ácidas), bem como de dióxido de carbono, que está na origem do efeito estufa. No entanto, continua a ser um combustível fóssil, ou seja, não é renovável ao ritmo de consumo.
  • Tem menos custos de manutenção. O gás natural requer uma menor manutenção do que outros tipos de aquecimento.
  • A reconversão é apoiada pelo estado. Atualmente, a renovação das instalações de gás butano, gasóleo ou carvão tem subvenções para conseguir uma poupança energética e melhorar o meio ambiente.

Desvantagens do gás

Apesar das vantagens, este sistema tem limitações quando comparado com a eletricidade, nomeadamente ao nível da instalação e a cobertura de abastecimento de gás canalizado. Estas são as principais desvantagens:

  • Perigo em caso de fuga: Os gases butano e propano, devido à sua composição, são inodoros e incolores. São odorizados artificialmente com produtos à base de enxofre, conferindo-lhes o característico “cheiro a gás”, de forma a serem facilmente detetados em caso de fuga. Ainda assim, a deteção é difícil e pode originar acidentes graves.
  • Maiores custos de instalação. Todas as habitações possuem instalação elétrica, mas nem todas estão preparadas para abastecimento de gás. Caso pretendas aquecer a casa e a água a gás, vais necessitar de uma instalação própria.
  • Mais cuidados com o armazenamento e utilização. Para quem opta por gás em garrafa, existem vários cuidados a ter. Quando está em utilização, o redutor da tua botija de gás deve estar sempre virado para cima. E o armazenamento de garrafas de gás, cheias ou vazias, em caves, está proibido.
  • Menor cobertura de gás canalizado. Se pretendes optar pelo gás por causa do preço, certifica-te primeiro de que tens acesso a uma linha de gás. Em zonas urbanas é comum haver fornecimento de gás natural canalizado, mas isso já não acontece tanto em zonas rurais. Nestes casos, a alternativa à canalização é o abastecimento através de garrafas de gás, que normalmente saem um pouco mais caras.
  • Combustível fóssil, não renovável. O gás natural é um combustível fóssil, que demora milhões de anos para ser gerado. O consumo que a humanidade faz deste recurso significa que, ao ritmo atual, as reservas mundiais terão um fim.

Se pretendes ter gás natural em casa deves, primeiro, certificar-te de que tens todas as instalações e acessibilidades. Antes de investir numa instalação de aquecimento a gás deves contratar um técnico para avaliar a tua situação. 

Depois deste passo e das contas feitas, deves então contactar a companhia com a tarifa mais vantajosa para o teu caso.

Vantagens e desvantagens da eletricidade

A eletricidade é a opção mais comum nos centros urbanos e por isso não exige custos adicionais de instalação. No entanto, é mais cara, e a tendência é de aumentar dada a escalada de preços do MWh. Para decidir entre eletricidade ou gás, estes são os prós e os contras a ter em conta.

Vantagens da eletricidade

A eletricidade é a opção mais amiga do ambiente, principalmente se a energia for renovável. Para além disso, existem várias formas de minimizar os custos da eletricidade. Estas são as principais vantagens de optar pela eletricidade.

  • É o sistema pré-instalado nas casas nos centros urbanos. Por isso, não tens de te preocupar com instalação, criar ligações à linha de gás, nem com os custos extra de todas estas mudanças.
  • A solução amiga do ambiente, se proveniente de fontes renováveis. De janeiro a agosto de 2021 foram gerados 31 595 GWh de eletricidade em Portugal Continental, dos quais quase 70% foram de origem renovável, com grande destaque para a energia hídrica. Por isso, ao escolher a eletricidade, provavelmente estarás a consumir energia de energias renováveis, a opção mais ecológica.
  • É possível fazer uma boa gestão do consumo e poupar na fatura elétrica. Entre as formas de o fazer, destaca-se a escolha da tarifa. A maioria dos fornecedores oferecem várias possibilidades, que se dividem entre a tarifa simples, a tarifa bi-horária e a tri-horária.
  • As casas eficientes estão a mudar a noção de consumo elétrico. A instalação de painéis solares é uma possibilidade à qual se juntam outras como as casas eficientes, casas passivas, habitações autossustentáveis, pré-fabricadas e muitas outras possibilidades. Em comum, todas têm a característica de ajudar a reduzir a necessidade de energia.
  • Regular a potência contratada é outra forma de poupar no consumo. Esta potência define o “caudal” que pode ser canalizado em simultâneo para alimentar os equipamentos elétricos da tua casa. É regulável, tem impacto direto nos custos e determina quantos equipamentos podes ligar ao mesmo tempo. Para ajustar a potência contratada, confere este guia.
  • A fatura mensal será menor com eletrodomésticos eficientes. Principalmente, os de grande consumo como frigoríficos ou máquinas de lavar devem ter uma categoria elevada de eficiência energética.

Apesar das muitas vantagens, optar por eletricidade tem também alguns contras importantes.

Desvantagens da eletricidade

Entre eletricidade ou gás, o principal fator de decisão para muitas famílias será o custo. Nesta área, o gás sai vencedor, mas existem outras.

Entre eletricidade ou gás, o principal fator de decisão para muitas famílias será o custo. Nesta área, o gás sai vencedor, mas existem outras.

  • A eletricidade é mais cara, e a tendência é de subida. O preço da eletricidade no mercado regulado tem vindo a subir nos últimos meses, e a tendência é de subida.
  • O custo dos equipamentos eficientes é elevado. O custo dos equipamentos mais recentes, e mais eficientes, é elevado. Desde eletrodomésticos a aquecedores, equipar a casa para minimizar a fatura elétrica tem um custo inicial considerável.
  • Maior complexidade de oferta no mercado. O mercado da energia é mais complexo do que o de gás natural, e torna-se mais difícil comparar as opções disponíveis. Existem dois mercados: o livre e o regulado. No mercado livre, os comercializadores têm autonomia para definir preços e outras condições comerciais para o cliente final. O mercado regulado tem este nome porque é controlado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), tem menos empresas, as ofertas comerciais são mais limitadas e prevê-se que termine em 2025. Para simplificar, compara as opções, aqui.

Gás ou eletricidade, tudo depende das necessidades diárias e da habitação. Pondera as várias opções e faz as contas. Para além do investimento inicial da instalação tem em conta os custos mensais do consumo e os custos de manutenção. Se tiveres dúvidas quanto à opção mais adequada para a tua casa, pede uma avaliação profissional.


Próximas leituras:

As 7 melhores frigideiras antiaderentes
A frigideira antiaderente ajuda a cozinhar com menos esforço e de forma …
Como preparar a casa para o inverno? 9 dicas imperdíveis
As temperaturas baixas estão aí. Descobre como preparar a casa para o …

6 comentários a “Gás ou eletricidade: qual é a melhor opção?”

  1. Miguel diz:

    ‘A pessoa de conhecimento está reforçando o poder, trava a sua guerra com orientação perita.’

    Mais uma vez, grato há equipa OLX pelo esclarecimento sobre como evitar despesas desnecessárias e como fazer render o que tenho segundo as minhas circunstâncias.

  2. André Silva diz:

    Bom dia,
    Excelente artigo sobre as vantagens do gás vs eletricidade.
    Para saber qual o melhor tarifário de eletricidade ou gás, fica a sugestão da aplicação Payper que simula, para o caso concreto de cada cliente, qual o melhor tarifário.

  3. Silvino Jorge Rodrigues diz:

    Falta dizer que a ERSE subsidia as instalações de gás natural, pelo que o cliente particular paga apenas uma pequena percentagem da instalação.
    Claro que tal só é possível se tiver rede de gás natural na sua rua.

  4. L Tavares diz:

    Obrigado por este esclarecimento. Foi de linguagem simples que proporciona a compreensão de toda gente e conciso, focando os pontos principais, sem se tornar cansativo e desinteressante.

  5. G. diz:

    Obrigada pelo artigo.
    Gostaria de também saber sobre o uso da botija de gás para aquecimento? Quais os melhores aquecedores climatizantes com chama visível?
    Como tenho numa casa antiga com cerca 80² com espaços abertos, achei que era a melhor opção para ambientar o espaço, pois, com aquecimento electrico, talvez, posso vir a ter surpresas desagradáveiseis na conta de electricidade.

  6. Antonio Soares Carvalho diz:

    Boa tarde Senhores
    Como saber qual o escalão mais aconselhado para o gaz natural para residência particular
    Obg. e cumprimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *